A “geração Folha de S. Paulo” não está preparada para Rambo

 


Tiros de fuzil, mortes violentas e sangue, muito sangue. O novo filme do Rambo, “Rambo: Até o fim” estrelado, como sempre, por Silvester Stalone, chega aos cinemas com a violência de sempre, mas a Folha de S. Paulo criticou. O colunista Thales de Menezes dedicou seu espaço no jornal para comentar o longa.

“Rambo mata os sujeitos com facadas, tiros de espingarda que explodem cabeças, golpes de facão que cortam qualquer parte do corpo […] violência no estilo ‘tudo ao mesmo tempo agora’ […] ‘Rambo: Até o fim’ nunca deixa de ser um insulto moral e intelectual para a plateia.”, constatou Menezes.

Novo Rambo causou desconforto.

A crítica do colunista vai se tornando cada vez mais divertida conforme avançamos no texto – mesmo que essa não tenha sido a intenção do autor. Ao ler a crítica, temos a sensação de que Menezes nunca assistiu aos filmes anteriores de Stalone.

Não há Rambo sem violência, cabeças voando fazem parte da essência da franquia. A cena clássica de Stalone descarregando seus dois fuzis em seus inimigos, gritando loucamente, não será apreciada pela “geração Folha de S. Paulo”. Violento demais para os homens “modernos” que reclamam que “palavras machucam”, consomem K-POP e vestem roupas quase femininas.

A masculinidade natural está se dissolvendo gradativamente no ocidente e, por essa e outras razões, Rambo se tornou obsoleto para 2019.

Sobre o Colunista

Fernanda Salles

Fernanda Salles

Jornalista/Repórter

343 Comentários

Clique aqui para comentar

  • Concordo 100%! Geração mimimi é troca de valores! É filme! Meninos na minha época amavam! São os homens de verdade de hoje!

  • Não vai ser o comentário de um insignificante inseto da folha vermelha de SP, que vai mudar alguma coisa nessa altura do campeonato, toda essa sensibilidade e frescura de alguns grupelhos que pretendem impor a força seus conceitos, estão caindo por terra, pois o instinto da força, virilidade e firmeza dos homens jamais será apagado por qualquer ideologia de gênero que o seja. E lembrando sempre para vcs comunistinhas falidos, a direita avança desenfreadamente pelo mundo todo. Vcs já eram.

  • Vai ver o critico queria que ele usa-se seu órgão excretor para satisfazer os inimigos ao invés de matá-los. Se fosse isso ele ia falar que filme era bom.

  • O Choro é Livre, desde criança sempre gostei dos longas de ação das décadas passadas, principalmente os estrelados por Chuck Norris e Stallone, dos filmes de hoje pouquíssimos me agradam e aparentemente Rambo 5 vai agradar kkkkkkk. Sempre tive como heróis esses personagens dos anos 70, 80 e 90. Vejo hoje as crianças assistindo a coisas pouco criativas e cheias de efeitos sem nexo, sou um dos poucos da minha geração que assistia a He-Man, Thundercats, etc… e não fiquei violento por causa desses filmes e desenhos, me inspirei para ser alguém melhor.

  • Discutir Rambo ? Você nãp tem nada melhor para fazer ?
    Gastar tempo e intelecto para dar opinião sobre este filme , é não ter nada de útil para fazer.
    Quem produziu este filme , não pensou nada mais do que os garotinhos americanos nas tardes de domingo assistindo esta bosta , e lá está tudo o que eles gostam : mortes violentas , cabeças decepadas , e vai por ai.
    Quer assistir filme bom ? Fuja das grandes bilheterias.

  • O que mais machuca esta geração é ver como eram os homens de uma geração anterior a deles. Românticos, cavalheiros, gentis,mas que sabiam quanto tinham que ser brutos.
    Bando de maricas.

  • Nessas horas, merecia um remake de filmes como “Desejo de matar”, com o saudoso Charles Bronson!! Fico imaginando o “pití” desses jornalistas “leitinho com canela antes de dormir”!!!

  • A Folha de São Paulo que está obsoleta.
    E cabe aos homens que não foram emasculados pelo politicamente correto lançar a pá de cal sobre esses eunucos do século XXI.

  • FALOU MERDA COMO SEMPRE, PELO SIMPLES FATO DO RAMBO TER VARIAS ARMAS E ELE MESMO CANCELA OS CPFs DOS CRIMINOSOS QUE INVADIRAM A PROPRIEDADE DELE, E PT E A ESQUERDA É SEMPRE A FAVOR DE BANDIDO. É FATO. E OUTRA COISA RAMBO SEMPRE FOI ASSIM EU NUNCA VI ELE ENFRENTAR BANDIDO COM LIVROS E FLORES.

  • Editorial típico de um vassalo do grupo da família Frias que tenta nos convencer que a cultura de toda uma geração deve ser substituída pelos pseudo valores de um bando de hipócritas que querem no reter nesta Matrix socialista. Saiam desta Matrix, sigam o Coelho Branco.

  • Um Oscar para você! Estamos vivendo uma época em que tudo ofende e, os que não concordam, são taxados de tudo quanto é coisa… Que voltem os dinossauros urgentemente…

  • Qualquer homem do século XX, que hoje tem 40, 50 ou 60 anos é capaz de destroçar física e psicologicamente um homem de 20 anos do século XXI. A espécie homem-homem não vai ser extinta tão facilmente.

  • Será que ele entendeu o contexto em que se desenvolve a estória? Ainda não assisti o novo, mas os antigos eram todos em ambientes de guerra, então, não tinha como não haver tiro, porrada e facada. Ou se acaba com guerra usando flores???

  • Rambo é violento demais para aqueles que vestem camisetas com a estampa do Che Guevara, defendem Stalin e fumam maconha que compraram das mãos do colega traficante. Hipócritas.

  • Rambi é icone a poucos dias olhai pela terceira vez Rambo V descarregando uma ponto 50 e dando seu grito épico, só quem veio das gerações anteriores vai entender e não esses reportes ranhento e afeminado.

  • Fica muito difícil fazer um comentário sobre uma crítica falando de uma crítica que não li falando de um filme que não vi. Mas, oras… o Rambo “dessa geração” tem uma violência muito, muito, mais explícita do que o do nosso tempo (do nosso, não, do de vocês, que eu não sou velho). Tanto que Rambo era filme de Sessão da Tarde. Dito isso, comentando essa crítica só por ela mesmo, então, não me parece fazer nenhum sentido. Só tripudia da outra crítica sem apresentar qualquer contraponto. A única coisa que dá pra tirar daí é que você não gostou da crítica, não deve assistir muito os filmes do Rambo e faz uma generalização burra sobre essa geração, justamente a geração que tem o Rambo mais hardcore. Me avise onde fez faculdade de jornalismo pra eu passar bem longe.

  • Enfadonho!

    Gosto dos faroeste:: Inesquecíveis John Wayne, Marlon Brando, Rod Taylor, Clint Eastouwood, John Ford, Lee Van Cleff, GARY COOPER, Yul Brynner, Franco Nero, Charles Bronson, Henry Fonda, Giuliano Gema, James Coburn, BURT LANCASTER, Lee Marvin, Howard Hawks, Roy Rogers, Fred Zinnemann, Randolph Scott, Alan Ladd, ROBERT MITCHUM , outros maravilhosos que nos proporcionaram alegrias…

  • Chega de Gaysismos e Feminismos e outros ismos nos cinemas.

    Chega de inventices fantasiosas e deturpadoras nas mentes dos jovens.
    Queremos mulheres e homens de verdade!

  • Concordo!

    Chega de “ismos”, chega dessas babozeiras e frescuras que quiseram implantar em nosso país e em nossos jovens e crianças.

    Viva um mundo normal de gente normal, sem “invertices”!

  • Infelizmente, petralhas estão inseridos em todos os espaços públicos e midiáticos. Por exemplo, temos o CADE que absurdamente instituiu segredo de justiça (acesso restrito) em casos administrativos, assim, impede uma empresa em saber o que acontece com as suas próprias ações negociadas no mercado. Como é o caso das empresas USiminas e seus + de 80% dos acionistas contra a CSNA que tentou manipular o mercado do aço adquirindo ações da concorrente e que desde 2014 é postergado e agora proibe os acionistas da Usiminas em acessar as decisões tomadas no caso (CADE= +1 puxadinho petralha)

  • É…. é violento ver um HOMEM DE VERDADE defendendo sua propriedade, sua família, seus amigos!

    Mas não é violento mas lindo, ver o que um drogado/noiado destruir sua vida, propriedade,família.

    Não é violento ver diariamente o que LULA/PT ter participado o maior esquema de corrupção e desvio de dinheiro do mundo!

    Não..não…violento pra esse povinho é ser HOMEM OU SER MULHER DE VERDADE!

  • Segunda-feira eu vou levar o meu moleque de 9 anos pra vê Rambo e foda-se o mimimi. Ele apanha jogando no terão com meninos de 12 não pode ver Rambo.
    Vamos para de mimimi

  • Roupas quase feminino? Está sendo gentil, usam roupas femininas, estão mais feminina do que as mulheres!!! Se assistir filmes com violência vão dormi abraçado com o cachorro!!! São todos uma bichonas!!! Não se faz mais homens como antigamente!!!! Homem está em extinção!!!!

  • É só ver a foto do autor: gordo, careca, pele branca que não pega um sol…falta de testosterona provoca essas coisas mesmo.

  • Parabéns Fernanda Salles! Quando estava lendo a crítica do filme na Folha de São Paulo, fiquei super curioso em saber quem estava simplesmente detonando o filme. Quando me deparei com tal nome, tive pena… Eles são tão covardes que deixam os comentários apenas para assinantes e com certeza, comentários que lhes convêm. Comentários contra a opinião do tal colunista eles devem apagar. Aff, nem compensa argumentar as palavras escritas na matéria da folha. Se ele comentou o filme Crepúsculo, com certeza, a avaliação foi outra. rsrs

  • Folha cada dia pior nem serve pra limpar a bunda, rambo era filme pra macho, mukekes raiz, e não essa geração de unicórnio, narnia e filmes gays, não gostou só não existir. Bando de lixo

  • Ainda bem que essa geração Folha de São Pravda logo vai deixar de existir espero que essa praga não se reproduza!!!

  • Oi, Fernanda!

    Sou da geração que cresceu nos anos 80 vitaminada por clássicos como Rocky, Rambo, Comando para Matar, Aventureiros do Bairro Proibido, etc. Tudo de bom!!!

    Escrevo para informar que há duas correções importantes no texto, o nome está errado: Sylvester (é com Y) e Stallone (é com 2 Ls). Por favor corrijam!

    De resto tudo 100%. Vida longa e próspera ao Terça Livre!

  • Colunista criado por vó jogando video-game de meia e bola de gude no carpete, hahaha. Estamos f. com essa nova geração.

  • Rambo e’ pra macho do caralho, florzinhas fiquem em casa assistindo novelinhas ou suas series netflix babaca. VTNC Menezes fiado.

  • Se o Rambo tivesse assumido ser um gay, gritando palavras de “mais amor, menos armas, representatividade, criança transviada” e e por aí vai, estaria tudo certo!!!
    Geração de m***d@…

  • Rambo é um insulto moral e intelectual a platéia? !!! Kkkkkkkk
    Porque ele mata traficantes sexuais e narcotraficantes? !!!
    Rapaz, se eu quisesse ver um filme de reflexão e filosofia, veria o Mundo de Sofia.
    Quero ver traficante levando tiro no meio da cara. Ponto.

  • Este crítico deve assistir Dora aventureira.se é sensível para estas cenas
    O Rambo sempre foi assim a mais de trinta anos🤦

  • Obsoleto nada Fernanda, esses críticos só falam m… na maioria das vezes, é meu programa de FDS, e já estou aguardando ansiosamente para ver a 4ª parte de John Wick. Deixa esses adoradores da Frescura para lá. Não é preciso deixar de ser romântico para ter virilidade, fica a dica.
    Abçs!

  • Me poupe, Rambo e pra homem macho não para pseudo homem que chora ao ver o por do sol ou que se veste quase igual a uma mulher, Rambo e praticamente a essência masculina faz o que é necessário sem reclamar ou com insegurança, Rambo e a definição de homens corajosos, determinados e necessários e com certeza não servirá para o bebês de calça da folha de são Paulo!!!!!!

  • Que reportagem tosca!
    Rambo sempre foi e será um ícone para todos os fãs.
    Fernanda, quer Ibope, coloca uma melancia na cabeça

  • Nossa, estou chocado. Rambo está violento demais?? Logo ele que sempre resolveu as coisas com abraços e apertos de mão..

    Kkkkkkkkkk. Passa o nome do crítico pro Rambo fazer uma visitinha pra ele.

  • Em primeiro lugar, críticos e cinéfilos de arte, filmes, seriados etc NÃO SÃO usuários leigos comuns. Eles utilizam CRITÉRIOS TÉCNICOS OBJETIVOS E ESPECÍFICOS para avaliar como, por exemplo: enredo, roteiro, produção, direção, efeitos especiais áudio-visuais, trilhas sonoras, interpretação, elenco, diversão etc. 😉

  • Adorei seu comentário…
    Muito lúcido e verdadeiro…
    Não assisti ao filme, mas concordo plenamente com sua matéria… Está de parabéns.

  • Em segundo lugar, a repórter Fernanda Salles SE ENGANOU ao dizer que “Não há Rambo sem violência, cabeças voando fazem parte da essência da franquia”, pois houve um seriado infantil na forma de desenhos/cartoon lançado aqui no Brasil em 1986, intitulado “Rambo: A Força da Liberdade” e que, obviamente, não havia NENHUMA MORTE ou VIOLÊNCIA EXCESSIVA. 😉

  • Fernanda Salles seu texto expõe com veracidade e exatidão um fenómeno que tem transformado homens em meninos chorões com medo do escuro . Parabéns pela matéria .

  • Finalmente, em terceiro e último lugar, essa repórter/jornalista (tenho minhas dúvidas), Fernanda Salles, só criticou o crítico da Folha de São Paulo. Qual é a crítica dela em relação ao filme “Rambo: até o fim (2019)”? Gostaria de ver isso para ver se ela é realmente uma boa crítica de Cinema ou se é apenas uma mera xingadora. 😉 KKKKKKKKKKKKK! 😀

  • @Anderson Pontes , a séria “The Walking Dead”, apesar de algumas cenas de violência, tem história, enredo, roteiro etc muito bons, emociona, dramatiza, inova e gera grandes expectativas ao seu público alvo o que é CONFIRMADA pelos Críticos de Arte e Cinéfilos. Já Rambo, xiiiii…, é MAIS DO MESMO, já está desgastado, enjoativo e não faz mais tanto sucesso tanto em audiência como em termos de bilheteria. 😉 KKKKKKKKKKKKK! 😀

  • Mais tarde m jornalistinha rosqueiro escrevendo asneira. Aliás, a opinião de tipos como este, não vale absolutamente nada. .

  • Ninguém é obrigado a assistir, e não somos obrigados a concordar com esses tipos de críticos. Quem gosta assiste. Mesmo sendo um filme, ele somente mata gente ruim. Com ele não tem direito dos mano. Kkk. Lenha neles Ramo. Eu vou assistir. Valeu.

  • @Rosendo de Sousa Jr. , não é obrigado a concordar, MAS a opinião crítica de profissionais é uma das coisas que orientam a Indústria Cinematográfica se vai ou não vai ter investimentos, continuação, reboot etc. Além do mais, filmes costumam ter orçamento iniciais muito caros e o faturamento final (traduzida na quantidade de vendas) tem que ser, no mínimo, 3 VEZES superior para compensar. Em outras palavras, muito provavelmente você não verão mais Rambo, provavelmente este é o último filme do tipo. 😉 KKKKKKKKKKKKKK! 😀

  • @Khatlyn Profeta , não interessa! Essa é a GERAÇÃO ATUAL, quer você queira ou não, no qual vocês tem certa culpa e (ir)responsabilidade direta ou indireta sobre eles. Humanos tem o péssimo preconceito de achar que sua geração é “melhor/superior” do que a outra. A grande verdade é que cada geração tem características próprias, dentro de um determinado contexto histórico, social, cultural etc. Não são “melhores/superiores” a ninguém, apenas DIFERENTES! 😉

  • Se tornou obsoleto pra esse povinho afrescalhado criado sem poder colocar o pé na terra.
    Rambo é Rambo, o resto é vampiro que brilha no sol como se fosse um sabre de luz rosa.

  • O melhor foi ele falar que o filme é um insulto intelectual kkkkkk maaano é o Rambo… nao é o Woddy Allen nao kkkkkk
    Esse nutelinhas me fazem rir muito.

  • @Marcos , boa sorte! Quer vocês queiram ou não, esta é a Geração que irá OCUPARÃO OS SEUS LUGARES e, se vocês quiserem ver os verdadeiros culpados, basta se olharem no espelho ou, mais precisa e atualmente, na selfie dos seus Smartphones! 😉 KKKKKKKKKKKKKKKKKK! 😀

  • A reportagem da Folha destaca que o filme se resume a uma sequencia estúpida de mortes. Nesse sentido que é estúpido e violento, não pelas mortes em si.
    Talvez não seja violento demais para homens “modernos”, mas estúpido demais para quem quer ver um bom filme.

  • Tipo…..o Rambo tá sem o tradicional mullet com faixinha e o cara tá incomodado com a violência?! Manda esse cara carpir um lote.

  • Perfeito Fernanda, mas ainda bem que muitas pessoas já percebem os mecanismos de indução a perda da masculinidade em muitos casos.

  • Eu gostei desta matéria e sei que foi uma crítica o comentário de Rambo obsoleto para 2019, mas Rambo obsoleto é o órgão cilíndrico que expele líquidos!

  • Não,não.Tenho e assiste a todos os filmes do “Rambo”.A crítica do jornalista da Folha, ao meu ver, foi bem pertinente.Em “Rambo: programado para matar”, o personagem e o filme são bem mais trabalhados.O enredo é mais palatável e a violência tem uma justificativa mais aceitável, mais compreensível por parte do público.Nota- se que Rambo é um ex soldado desequilibrado e que não se encaixa mais numa sociedade “sem guerras”.E pronto.Nesse novo filme, bem como nas demais sequências, a sensação que passa, é que a “embalagem é boa, mas o produto é pirata.Creio que tentar desqualificar a crítica do jornalista da Folha,de maneira simplória, da margem à uma atitude tremendamente deselegante.Um texto na base do “mi mi mi”, com máximas do tipo “macho alfa”? Ora,bolas,pelo amor de Deus.

  • Muita frescura dessa geração Nutella e Danoninho… Comunistas disfarçados da Folha de SP… E tem muita gente que vai na pilha, o filme tá aí quem quiser assistir, assiste, quem não quer ver sangue assiste Pepa Pig.
    Façam me um favor… Um ator que motivou muitos a buscar uma carreira militar, incentivou outros a lutar contra os próprios medos, fez inúmeros filmes muito bons, não será por causa desse comuna disfarçado que irão manchar seu legado.
    #Ramboforever

  • E quem estas porcarias da filha de São Paulo acham que são com suas críticas?
    Esse filme é pra quem gosta de bastante ação e violência nos filmes, esse pessoal da #Globolixo é Folha de São Paulo, a única violência que eles gostam, é de um pau no rabo deles… Ahahahhahahaah

  • Se no filme do Stallone já faz um extenso textāo … Imagine se o sentimental jornalista da Falha fizesse uma “análise” dos filmes de Charles Bronson ?
    Por favor , né ? Kkkkkkk

  • acabei de assistir o filme, e como sempre não deixou de ser mais um filme top do SLY !
    é filme pra macho tipo geração raiz, sangue, mortes violentas, tiros e mais sangue,.. recomendo.

  • Tá bom vai , vou pedir aos cineastas para produzirem chapeuzinho vermelho contra os invasores do espaço….kkkk
    Rambo eterno ,up the Irons!

  • Verdade,depois que apareceram essas feminazes nojentas,mal amadas e esses esquerdistas vagabundos querendo mudar as coisas,estamos nos deparando com um bando de homens frouxos fracos submissos. Homem tem que ser macho,corajoso,braço forte. Não esse bando de maricas por aí defendendo feminismo com medo de apanhar de mulher se tiver opinião contrária.

  • Cresci vendo Rambo. Umas das minhas cenas preferidas é o coronel Trautmann no rambo 1 – a missão dizendo para o policial. ” Rambo não sente dor, nem fome. Ele é programado para matar. É o que ele faz de melhor. Ele é letal”

  • Alguém ainda lê a Folha de São Paulo? Jornal mais desqualificado que existe, olha o nível do crítico de cinema deles, faz me rir

  • Filme de ação é assim, com mortes, sangue e bala pra todo lado, uai. Só falta reclamar que filmes de terror dão medinho e traumatizam. Esse cara deve estar confundindo o Rambo com a Pepa, só pode. rsrs

  • Isso daí não tem NADA A VER com “masculinidade natural”. Tem mais a ver com o esgotamento natural da franquia, com MAIS DO MESMO. Já encheu o saco, enjoou! É por isso que há uma espécie de “convenção” de que um bom filme deve ser, no máximo, uma TRILOGIA, mais do que isso só afunda e prejudica a obra. Se quiser voltar a ter sucesso tem que ser um Reboot, uma nova releitura, uma abordagem diferente, com elenco e diretores diferentes. Em outras palavras, está mais do que na hora de vocês, pessoas Jurássicas, aprenderem que os Jovens de hoje querem NOVIDADES e que atendam aos seus anseios! 😉 KKKKKKKKKKKKKKK! 😀

  • Geração de baitolas isso sim, não devem ser levados a sério, só ridicularizados ! Rambo é top sim ! e foda-se quem critica !

  • Obsoleto? Enquanto existir o frouxo, a obsolência não será conhecida por aqueles que fazem ob que precisar ser feito.

  • Geração de frescos dominados. Filmes assim criavam personalidade, sinceramente geravam caráter. Por isso são tão marcantes. Fernanda Salles é ótima de ler e ouvir.

  • O Sr colunista vai lá e faz melhor, se vc acha os filmes dele ruins, deveria guardar sua opinião p vc. Mania q se tem de criticar o trabalho dos outros.

  • @Claudio , sim, OBSOLETO! Se Sylvester Stallone tivesse parado no Rambo III, formando uma TRILOGIA, então teria sido uma OBRA PRIMA CULT E INTOCÁVEL da época. Mas ele resolveu continuar e insistir e acabou ESTRAGANDO TUDO! O pior é que querem fazer a mesma coisa com o Filme Matrix com o mesmo Keanu Reeves e a probabilidade dele estragar com a obra é grande. Já a TRILOGIA O Senhor dos Anéis e o Hobbit ficaram PERFEITAS! 🙂 KKKKKKKKKKKK! 😀

  • As críticas deste colunista é porque Rambo5 mata os narcotraficantes do cartel mexicano,e, é de onde vem muita pasta da cocaína e outras drogas para cá, consumida pela juventude que a esquerda promove a máxima liberdade e liberação da maconha,das bebidas alcoólicas,entre outros barbitúricos…eu já vi acampamento do MST,onde consumiam cachaça a noite toda!!!

  • Parabéns a Fernanda Salles, comentários perfeitos e incisivos.

    Sou fã de Rambo e, como todo fã, não vou deixar de assistir mais essa sequência.

    Tem ainda alguma coisa ainda que presta nessa Folha de São Paulo?

    Achava que o jornal só estava sendo vendido para açougueiros embalarem carne.

  • Vai assistir e criticar a Pepa Pig. Rambo é pra geração de homem macho. Até que em fim um filme pra geração de 70. TMJ na estréia.

  • tipo o máximo que o cara poderia criticar é se a ação/ violência esta irrealista , tipo como se critica uma espada atravessando fácil uma armadura em filmes medievais, mas hoje trocentos críticos ja apontam que teria que ser com um machado.
    Tipo ele poderia criticar se a cabeça do sujeito explodisse com um tiro de 9mm mas uma espingarda esta de acordo creio eu.

  • Pra geração Nutella, Rambo e demais do gênero, nunca serão aceitos, cambada de fresco!
    Crescemos com estes filmes e não nos tornamos violentos, pura hipocrisia, também, vindo da folha esperar o que?

  • Senhorita comentarista Fernanda, acho melhor você ir para o show da Sandi&Junior onde você se encaixa melhor.
    Saudades dos comentaristas que não leva para o lado pessoal e fluflu.
    Não esqueça de comer comida vegana, me parece que você também é a favor!

  • @Leonardo Grielber , o problema é que esse crítico colunista da Folha de São Paulo fez um ataque pessoal à figura do ator Sylvester Stallone quanto à sua aparência física , misturada com o contexto de que a sociedade atual condena a violência excessiva, também criticada em Games. Stallone ERROU em dar continuidade além da TRILOGIA (começo, meio e fim/conclusão) e ficou chato, enjoativo e fora de seu tempo. A maioria esmagadora dos longa metragens que ultrapassaram essa “convenção clássica” do cinema sofreram CRÍTICAS NEGATIVAS. 😐

  • Mas afinal que tipo de homens surgiram nesses últimos anos??? era só oq faltava! censurar o Rambo por excesso de violência kkkkk é muitas frescura pra uma geração só!

  • @Wesley , o tipo de homens e também mulheres que querem sempre NOVIDADES e algo que esteja em SINTONIA com seus valores atuais nesta geração. Quem não entender isso estará fadado ao FRACASSO e/ou ao ESQUECIMENTO. Portando, ao começar uma obra cinematográfica, faça no máximo na forma de TRILOGIA (começo, meio e fim/conclusão) e procure fechar com CHAVE DE OURO se quiser ser lembrado como um CULT / OBRA PRIMA nas gerações futuras. 😉

  • Vão assistir Rambo e esperam o que? Crepúsculo? kkkkkkk
    Vou ter que dar um jeito de ir ver esse filme, a propaganda ta ótima

  • @Henrique , eu acho que as pessoas nem estão assistindo mais ou nem ligando, já enjoou! A maioria das críticas nacionais e internacionais classificaram o filme como medíocre ou, no máximo, mediano. 😉

  • “A masculinidade natural está se dissolvendo gradativamente no ocidente”…

    Homens fortes criam tempos fáceis;
    Tempos fáceis criam homens fracos;
    Homens fracos criam tempos difíceis;
    Tempos difíceis criam homens fortes.

  • A FolhaFoice alem de ser Esquerdista, alem de defender Ideoligia, bandidos, corruptos, etc, Agora quer se intrometer e criticar Filmes Classicos de Hollywood, Tenham dó né, Melhor esse Frango da Folha ficar vendo revista ForMen com um Consolo na mão e deixar Rambo pros homens de verdade aqui ok, Fica a dica pro Esquerdopata da FolhaFoice ok…

  • Filme muito bom, olha a história do filme o Rambo volta da guerra perdido, sem saber o que fazer, acaba adotado uma filha, dar todo o amor e a sua vida ganha um sentido, ai vem os traficantes e sequestram sua filha adotiva, e estrupam, o que vc quer que ele faça? Filme perfeito, onde o bem vence as trevas.

  • Se essa geração assistisse metade dos filmes dos anos 80-90, traumatiza, se tiver que defender o país, morre!!!!

  • Rambo eternamente, quem for “sensível” demais não assista, mas a minha geração ( 1980 ) sempre assistiu e gostou, mas essa geração Nutella que não criou nada, não criou inclusive a força de sobreviver ao Rambo.

  • Recolham-se a sua insignificância. Rambo é ícone, rambo é show ,qualquer um dos filmes. Seus comentaristas imbecis. Folha lixo.

  • Rambo até o fim não ! Rambo eterno. Metendo tiro nos comunas ! Kkkkkkkkkk
    Ainda bem que não fui eu que inventou o Rambo !

  • Kkkkkk esse jornalista na época que Rambo fazia sucesso, preferia assistir Ursinhos Carinhosos, Rambo é isso mesmo, sangue, cabeça explodindo, por isso que é bom.

  • Volte 10 mil ou 15 mil anos quando os homens moravam em cavernas, imaginem esse “jornalista” saindo para caçar: Ainnn, caçar nesse soun queintchi, cadê meumm protetor solar?

  • Caríssima Fernanda, Deus te abençoe.
    Como eu não assino aquele jornal comunista asqueroso chamado Foice de São Paulo, eles nem sequer deixaram eu comentar na página deles sobre o filme.
    Tu tens razão. Para uma geração idiotizada e nutella, hilária e de inteligência inepta – como é o caso do Thales Menezes – filmes do Rambo sempre serão motivo de escândalo.
    Vida longa a um dos maiores heróis de minha infância: John Rambo!

  • Estão formatando o pensamento de uma geração pau no cool. A ditadura do pensamento impõe que ninguém pode pensar fora da caixinha.

  • Vai ele lá pessoalmente no complexo do Alemão fazer um comício para os traficantes do moro! Ops, para os jovens infratores da lei!!
    A única coisa que ele vai ganhar lá, é provavelmente o rabo e a cara com um monte de bala!
    Vai te lasca rapaz, parece que só assistiu Alice no país das maravilhas!

  • Como dizem ” ou oito ou oitenta”, geração de afeminados, se fosse reprise de O SEGREDO DE BLACK MONTAINN daí os frutinhas iriam adorar, povo de mente podre e sem escrúpulos.

  • Geração MIMIMi, o filme do Rambo é uma clássico e não adianta um jornalista nutela querer mudar isso, agora vou contribuir para o sucesso de bilheteria esse filme não perco por nada.

  • Não sei porque a surpresa com isso.
    O que esperar de uma sociedade que a pouco tempo atrás idolatrava “coisas” sinistras como Caça a Pokemons e Videos virais idiotas como o tal “balde de água gelada na cabeça” (aff)

    Só podia dar nisso mesmo… uma civilização composta em sua grande maioria de patetas melindrosos e medrosos em relação a vida, e suas nuances.

    E digo mais… VAI PIORAR, não se enganem.

  • @Souza , verdade seja dita: quer saber/achar os verdadeiros culpados de tudo isso? Basta se olhar no ESPELHO e/ou na SELFIE dos seus Smartphones. 😉 KKKKKKKKKKKKK! 😀

  • Puta que pariu! É muito mimimi. Eita país nojento esse daqui! Os meninos que cresceram vendo os filmes do Rambo são os homens de verdade de hoje. Os meninos da geração de hoje são meros projetos. Vão procurar o que fazer, cambada fresca.

  • Vocês se lembram de quando o ator Sylvester Stallone veio ao Brasil em 2010? Pois é, ele falou MUITO MAL do Brasil, pegou MUITO MAL nas redes sociais e foi obrigado a pedir “desculpas”. 😉 KKKKKKKKKKKKK! 😀

    https://www.reporterdiario.com.br/noticia/156987/stallone-faz-piada-de-mau-gosto-sobre-o-brasi/

    https://www.terra.com.br/diversao/cinema/sylvester-stallone-faz-piadas-de-mau-gosto-sobre-o-brasil,a06ae562c3a7a310VgnCLD200000bbcceb0aRCRD.html

  • Homem tem q ser homem…esse mimimi de “ain, sou sensível, não posso ver filme violento” é coisa de boiola. Gosto de homem com H maiúsculo!!!!

  • @Jonatha , bom, Sylvester Stallone diria para você: “”Obrigado, Obrigado e leve um macaco!” 😉 KKKKKKKKKKKKKK! 😀

  • Me chamou muita a atenção a vossa discussão, como é comum politizar até um grão de areia para validar seus viés. Obviamente a maioria não busca compreender qual é o objectivo de uma resenha, mas aqui vai: Segundo as críticas, o filme possuem muitos problemas (https://www.metacritic.com/movie/rambo-last-blood?ref=hp), se alguém gosta, ou gostou, isso não é discutível, se você acha que o personagem é o modelo ideal de personalidade à ser seguida, vista sua persona e pronto. Se alguém tem gabarito o suficiente para ser crítico de cinema, sugiro tentar o ofício numa publicação.

  • @Marcolino da silva , infelizmente ou não, não se esqueça de que o “veadinho” pode ser seu filho e/ou neto da geração atual. 😉 KKKKKKKKKKK! 😀

  • @Willian , eu sempre consulto a CRÍTICA ESPECIALIZADA antes de decidir se vale ou não vale a pena assistir a um filme. Opiniões de fãs e/ou da audiência não me interessam, pois geralmente são ENVIESADAS, EMOTIVAS e PESSOAIS. 😉

  • malditos hominhos modernos. Rambo é Rambo porra….são sensíveis? Assistam Dora a Aventureira. a Essencia masculina está se perdendo mesmo, que vergonha

  • MARIA!!!????
    Vc fica dando pitacos, como se entendesse de alguma coisa!
    UMA pergunta pra vc?!!!
    Vc é Maria mesmo ou é nome de fantasia?

  • @JUAREZ , sim, o meu nome é Maria e mesmo que não fosse (perfil Fake) que diferença faria? 😐 O importante é verificar e refletir se o que eu digo e/ou comento faz SENTIDO ou não, se é VERDADE ou não, se corresponde à REALIDADE ou não etc. 😉 KKKKKKKKKK! 😀

  • Essa geração é chata demais. O politicamente correto tá matando nosso país. Gerações e gerações sendo doutrinadas pela ideologia esquerdista, vitimista.
    Parabéns, canhotas, vcs conseguiram.

  • @William , infelizmente ou não, quer você queira ou não, filmes para “maxo” com violência gratuita e desnecessária estão em EXTINÇÃO na geração e no contexto histórico, político, social, cultural etc. Além do mais, a Trilogia Cinquenta Tons de Cinza foi um SUCESSO DE BILHETERIA, com orçamento de US$ 150 milhões e faturamento bruto de US$ 1,325 BILHÕES (~8,8 VEZES mais). 😉 KKKKKKKKKKKK! 😀

  • Boa resenha. Apenas corrija o nome, o correto é Sylvester Stallone. E sim, essa geração Falha de SP não tá preparada para o Rambo.

  • @Moreno Marques , a expressão correta não é “não está preparada…”. Estar preparado é uma expressão que pressupõe alguma coisa nova que está por vir. A franquia Rambo já existe há muito tempo (década de 80). A expressão correta é “já enjoou”, “está ultrapassado”, “já era” etc. 😉 KKKKKKKKKKKKK! 😀

  • Esse povinho tá querendo que Rambo ataque seus inimigos com flores e pétalas de rosas??vão se fuder bando de maricas..filme raiz e pra homem, pra quem gosta de ação, pra quem é e sempre será fã do Stallone…ícone dos filmes de ação raiz, negócio dos Folhistas é comentar sobre A Bela e a Fera….para publicar asneiras, calem a boca que ganham bem mais

  • “Masculinidade natural”? De qual século passado e obscuro saiu esta colunista? Que grande bobagem, o filne e a matéria.

  • O gordo que falou que o Stallone está musculoso e cheio de veias saltando que parecem explodir . Kkkkk pqp.. esse cara é uma piada, nunca viu rambo na vida.. . Ainda bem que é da folha de SP que já não tem credibilidade pra bosta nenhuma atualmente.

  • Rambo sem tiro, facadas, cabeças esplodindo não é Rambo, e Alice no país das maravilhas. É por isso que eu vou assistir.

  • Essa propaganda que a turma do gato gago, a geração que defuma linguiça com o bumbum está ótima! Já li de pessoas que agora fazem questão de ver o filme só por conta do chororó dessa turminha pra lá de afetada e sensível, a galera “aiinn, palavras machucam!”

  • Nossa mas que informação de qualidade hein? Puxa vida, o que seria de mim se não existisse um portal que fizesse análise das análises da Folha de São Paulo. Aposto que nosso amigo Thales mal vai dormir de noite depois dessa crítica.

  • O parecer do colunista da Folha foi contundente ao meu ver já que ele crítica a pouca preocupação da produção em contar uma boa história em que a boa e velha carnificina do Rambo se justificasse, desenvolvendo o personagem mesmo, nesta fase histórica e de vida. Eu que só procuro em Rambo, após o segundo filme que firmou-se pela fúria e carne voando não esperava que esse agora fosse diferente, é um gosto específico e não há relação com ser mais homem ou a ideia jurássica de que o homem se constitui ao natural,pois já tá mais que provado que esse desenvolvimento é cultural e social. Sua posição tá muito radical e genérica Fernanda Salles.

  • acho que a jornalista corre o serio risco de ser considerada homofóbica, por que para eles (turma do elenão) tudo é homofobia, até mesmo uma mera resenha jornalista de quem pensa ao contrario.

  • Bando de bichona essa geração ,de viadinhos, bambus!!!!!!
    Rambo é sangue , corpos cortados e muita luta. Não guenta? Pede pra sair.

  • O “jornalista” que criticou o filme deve ser da turma que curte “espetáculos” patrocinados pelo dinheiro público onde um bando de filho da puta fica cheirando o rabo do outro. Geração mais fresca e despreparada que já existiu.

  • Pelas críticas do Nuttela aí, me deu foi mais vontade de assistir…#BoraRambo…come o c desses almofadinhas aí.

  • Geraçao “não me toque”,mimimi do caramba,concordo com todas as palavras do autor dessa materia,parece que alguns homens de hoje estao sendo substituidos por robos com a etiqueta com a marca “POLITICAMENTE CORRETO LTDA.”,se ofendem facil demais por qualquer coisa,parece que estamos no filme do DEMOLIDOR do Sylvester Stallone(coincidencia).
    “Essa palavra e uma ofensa a sociedade na qual vivemos”,Wesley Snipes tem razao,estamos vivemos em um mundo governado por bichonas.

  • Tenho vergonha desses esquerdopata da geração Nutella pertencer ao meu país, é horrível ter que conviver com o mi-mi-mi da esquerda em tudo.

  • Melhor descrição pra esse povo da Folha q só fica de mimimi, possívelmente nasceram nos anos 2000, os filmes masculinos estão deixando de existir, ai vem um abestado desses falar merda, ha vai !@#$%¨&…
    (╯°□°)╯︵ ┻━┻

    P.S. continue divulgando este ótimo trabalho, vou salvar essa pagina!

  • O QUE É PARA SER UM BOM FILME? AÇÃO, ROMANCE, FICÇÃO OU COMÉDIA. ISTO DEPENDE QUE O COMENTARISTA QUER DEFENDER OU NÃO. UM BOM FILME E A HISTÓRIA OU ESTÓRIA QUE OCORRE NUM PROTAGONISTA EM SEU STORYBOARD. O RESTO A GENTE CORRE ATRAS.

  • Pessoas como esse colunista devem ter algum retardamento mental, pois só assim para falar tanta merda!!! Se esse imbecil não gosta desse tipo de filme, então é só não assistir. Deveria era parar de falar merda!!!

  • O cara criado com vó, é que faz esse comentário, Rambo é tiro porrada e bomba, ou ele queria q Rambo chegasse no Vietnã, com uma florzinha na mão, ou q nesse novo filme fosse jesus Cristo, dando a outra face, é melhor esse maluco começar a comentar contos de fadas 😂😂😂

  • Estão bravos pq na maioria dos filmes do Rambo, os inimigos são de países Socialistas kkkkkk e o Rambo destroça os mesmos kkkkk

  • Estão bravos pq na maioria dos filmes do Rambo os inimigos são soldados de países Socialistas kkkkkk e o Rambo destroça os mesmos kkkkkk.

  • RAMBO, ISSO QUE É FILME , NÃO ALGUMAS MERDAS QUE SÃO FEITOS NOS DIAS DE HJ , ATÉ MEUS FILHOS DE 10 ANOS ASSISTEM COMIGO E GOSTAM . ELES FALAM COMIGO É RAMBO ?

  • Deixo registrado o meu Foda se pra crítica.

    É filme de macho pra macho porra, tá com trauminha de cenas fortes vai assistir o Pokémon Karalho.

    Geração Nutella só Mi Mi Mi.

  • Esta feminização do homem atual no ocidente, que tem menos poder de respostas fo que as mulheres, às ameaças que a cada dia, só aumentam e podem tornar esta geração a ser subjulgada por outros povos onde a violencia pode se aflorada como forma a se ganhar os céus.

  • Alguém avise o crítico que o filme é apenas diversão ! Ícones como Stallone, Bronson, Schwarzeneeger, Até Van Dame e Segal tem admiradores e plateia garantida…. Quer filme de guerra, soltando pombinha branca e citando Gandhi ?

  • Na minha humilde opinião existem dentro da sétima arte vários segmentos diferentes, sendo que cada um possui o seu valor.Filmes dessa natureza possuem a sua riqueza cultural.

  • Vi um comentário abaixo que concordo plenamente, tinha que fazer remakes, sequências dos clássicos do Charles Bronson, Chuck Norris e outros pra nossa satisfação e enlouquecer a geração mimimi.

  • Ótimo filme,esses bostas de críticos e tudo um bando de frutas,idiotas insignificantes, se fosse um filme cheio de frescuras essas porras estaria falando bem do filme.assisti ontem e vou assistir de novo hoje!!!vamos lotar os cinemas !!!abaixo esses críticos frescos q não sabem de nada.

  • Geração de viados,frutas universitárias!!!!!RAMBO E FILME PRA MACHO!!!! FICA EM CASA ASSISTINDO NOVELAS DA GLOBO,BANDO DE FRUTAS!!!!🤬🤬🤬🤬

  • O crítico de cinema da folha de são paulo, precisa deixar de trabalhar nesta área. Como um crítico de cinema fala tanto besteirol de uma saga de ação extrema dessa forma? Rambo 5 foi um grande fim de uma enigmática franquia.

  • Eu assistia “Rambo” na “temperatura máxima” e “sessão da tarde”. “Rambo II: A missão” é um clássico!

  • Rambo sempre foi violência com tiros, socos, pontapés, facadas e explosões!!! Misericórdia!!! Cadê aquela galera raiz dos anos 60, 70 e 80? Isso aí é só disfarce desses comunistas, eles são os mais violentos, roubam da Saúde, da Educação, Da Segurança, incendeiam a Amazônia, bota o povo um contra o outro….. #ESTOUCOMBOLSONARO!!!

  • Vocês vão dar “obrigado, obrigado” e um MACACO para o Sylvester Stallone ou não? A Internet NÃO ESQUECE NUNCA! 😉 KKKKKKKKKKKKK! 😀

  • Perfeitas palavras. Hoje cedo pela manhã, falei a mesma coisa para minha esposa sobre as críticas. Não estão preparados para avaliarem este filme e não possuem conhecimento nenhum de toda trama envolvida no personagem.

  • Inacreditável classificação 18 anos para o Rambo. Quanta merda é despejada a todo momento nas TVs, cinema, internet…mas ver umas cabecinhas rolando não pode, uns pipocos em meliantes não pode!? Aff!!

  • quando o pavor aperta, quando a alma clama. vemos quem realmente faz a diferença. já vi e salvei cachorros, já vi e salvei pessoas, já vi e executei baratas e lacraias.
    o heroi existe, está em cada um de nós. aprenda a fazer massagem cardíaca.

  • Ok.
    Só nada a ver com “consumir kpop”.
    O que ocorre é o contrário: “nem de kpop entendem, quem dirá de Rambo”.
    O estilo KPop nada tem a ver com as merdas que os BR fazem

  • Assim como tem público para ver pornografia, comédia, terror com crianças, e tal, tem público que gosta do Rambo…. vê quem quer… Sem mimimi

  • Se seu namorado acha stalone violento, pode investigar ele tem outro homem na sua vida. Rsrs esse ai da foia de sp deve ser um desses. Fica todo arrepiadinho.

  • Fernanda Salles, até cinco minutos atrás eu não conhecia suas críticas. Aliás, eu nem conhecia o Terça Livre. Saiba que aplaudi de pé sua análise. Quem paga ingresso para assistir Rambo não pode esperar flores, enredo de comédia romântica ou tema musical do Bob Esponja.

  • Cresci assistindo ação de verdade, com Bud Spencer e Terence Hill, Clint Eastwood, Charles Bronson, Bruce Lee, Chucky Norris, Van Damme, e vários mestres do gênero, além de filmes de terror como Hellraiser, Amityville, Do Além, Cemitério Maldito e outros clássicos dos anos 70, 80 e início dos anos 90 e comédias com o genial Leslie Nielsen.
    Depois disso, gradualmente foi perceptível a tendência de deturpação dos valores, que causaram a queda da criatividade nas produções e impacto na qualidade autoral (compilações e adaptações fracassadas, isso podemos passar dias listando sem repetir nomes).
    Raramente sinto que vale a pena gastar dinheiro para ir ao cinema e ver algo da geração atual, devido a previsibilidade dos enredos rasos.
    Já acostumei a ler críticas superficiais descaradamente vendidas, comuns na Folha.
    Quando vejo que é a Folha tentando manchar alguma reputação, daí tenho interesse em tomar tempo e ver se vale a pena assistir a produção que foi alvo da crítica superficial deles.
    Prefiro confiar no meu senso crítico.

  • O filme é muito bom, chega a ser engraçado ver esse pessoal chorando.. acho que devem pensar que o filme do “let it go” e de terror pra eles.

  • Na vida real mundo tá quase desse jeito ninguém dá palpite em nada Por que a folha não escreve babaca de mente fraca sem cabeça não deveria assistir esse filme eu cresci vendo esses filme jogando games assistindo Dragon Ball Street Fighter Mortal Kombat e o carai a quatro e nem por isso virei um psicopata um b****** vai pela mentalidade da pessoa

  • Boa resenha, agora mesmo é que vou. Minha geração curtiu e sempre curtirá filmes assim e ainda vou levar meu filho de 10 anos para assistir comigo.
    Ainda bem que ele não é da geração Folha de SP.

    Ridículo um sujeito se prestar para escrever umas asneiras dessas.

  • Sensacional. Eu assisti o filme e achei excelente. Stallone merece um Oscar pelo conjunto da obra. Espero (e acredito) que isso ocorra em breve.
    É o tipo de coisa que faz com que a masculinidade não se perca completamente nos dias de hoje. É corajoso, e nada contra a correnteza. Além de muito bem produzido e atuado.

  • Faltou vcs mencionarem que além das roupas quase femininas os cabelos com seus penteados a la “mamãe quero ser mas tenho medo”
    Eu cresci assistindo Rambo e Rock, personagens machos, eu acho que essa palavra assusta o autor da nota desse jornaleco.

  • Charles Bronson com sua meia dúzia de Desejos de Matar, Comando com Arnold Schwartzenegger Braço decepado a Machete, Conan com as cabeças voando e sopa de mão, toda a Franquia do Rambo, os Filmes do Chuck Norris e antológica cena de luta dele com o Bruce Lee…
    Bom, acho que o afronhado que escreveu esse mimimi não deve saber quem são a metade desses caras…
    E quando for pesquisar provavelmente vai ter um surto de piti…

  • O filme e ótimo !!! Perfeito … Grande lixo a opinião da folha !!! kkkkkkkk No filme mostra exatamente o que tem q ser feito com seres insignificantes como os do filme !!! Geração mimimi lixo !!! Simplesmente perfeito 😍 vou assistir novamente !!!!

  • Fico pensando como eles queriam que o rambo voltasse no ultimo filme kskskkss, Dono de uma livraria ? Sempre assisti todos os filmes do rambo com meu pai e foi muito foda ver ele voltando ainda mais com o msm ator, que simplesmente e um cara que continua em forma alem de ser um ator foda. Thales de Menezes concerteza não assistiu os filmes anteriores esse filme simplesmnte trouxe tudo oque aconteceu com ele nos outros filmes, Um soldado que sofre de Estresse pós-traumático devido os ocorridos com ele durante a guerra etc. Resumindo o filme foi foda e foda-se as criticas quero ver ele fazer um filme melhor. Não ta conseguindo nem fazer uma critica

  • APROVEITANDO UM TEMPINHO LIVRE PARA RESPONDER AOS COMENTÁRIOS DOS ESQUERDOPATAS… COM TODA A “GENTILEZA” QUE ESSA ESCÓRIA DA HUMANIDADE MERECE.

    Alice (19 de setembro de 2019 às 16:04):
    “Mas cristão não tem que ficar defendendo filme violento, olha a coerência”
    Vai se foder, vagabunda atéia e comunista. Quem é você para vir aqui julgar quem quer que seja, sua PUTA apoiadora de regimes genocidas?

    Danilo Tinti (20 de setembro de 2019 às 15:51):
    “Sua posição tá muito radical e genérica Fernanda Salles”
    E a sua posição é DE QUATRO, Danilo Tinti.

    Diego de Oliveira Pereira (19 de setembro de 2019 às 16:57):
    “Quer dizer que pra ser homem de verdade eu tenho que apreciar violência?”
    Não necessariamente, frangona. Basta não ficar “horrorizado” frente a violência do mundo, como se fosse uma bichinha.

    Denis E B Rosolen (19 de setembro de 2019 às 17:16):
    “A geração rango não percebe p quão ridículo endeusar herói assassino”
    E quem disse que a nossa geração (anos 80) precisa do aval da sua, seu merdinha emasculado? A sua geração gosta é de chupar uma pica.

    Edu (20 de setembro de 2019 às 13:39):
    “‘Masculinidade natural’? De qual século passado e obscuro saiu esta colunista? Que grande bobagem, o filne e a matéria”
    Uma bicha velha como você realmente não sabe nada sobre masculinidade. Por isso o filme e o artigo da Fernanda Salles te insultam tanto.
    P.S: A sua fotinha te entrega. Bichona.

    Luiz (19 de setembro de 2019 às 20:07):
    Você obviamente assistiu os filmes anteriores com o olho (arrombado) do seu cu. Este filme é lógicamente uma progressão da trama dos anteriores.
    Você achou o texto da Fernanda Salles “deselegante” e “simplório”? Puta que pariu, você é tão emasculado que perdeu até o senso de auto avaliação.

    Madex (19 de setembro de 2019 às 14:42):
    Falou, falou, e não disse nada. A violência dos filmes do Rambo crescem exponencialmente sequência a sequência – então, claro que os dois filmes mais recentes seriam mais violentos, SEU RETARDADO DE MERDA. A semente foi plantada no começo dos anos 80.
    “[…] faz uma generalização burra sobre essa geração […]” Nem escrever corretamente você sabe. É “esta” geração, sua mula. Que merece toda a generalização possível, pois é a juventude mais IMBECIL de todos os tempos.

    Maria (19 de setembro de 2019 às 17:33):
    “Em primeiro lugar, críticos e cinéfilos de arte, filmes, seriados etc NÃO SÃO usuários leigos comuns. Eles utilizam CRITÉRIOS TÉCNICOS OBJETIVOS E ESPECÍFICOS para avaliar como, por exemplo: enredo, roteiro, produção, direção, efeitos especiais áudio-visuais, trilhas sonoras, interpretação, elenco, diversão etc.”
    Ô SUA RETARDADA, quem te enganou, dizendo que críticos de cinema tem todo esse conhecimento para avaliar um filme? Você é uma chupadora de pica da grande mídia, apenas isso. Críticos só sabem avaliar filmes de acordo com seus próprios gostos pessoais/ideológicos. Mas, claro, uma mongol leitora da “Trolha de São Paulo” ignora isso.

    Maria (19 de setembro de 2019 às 17:37):
    “Em segundo lugar, a repórter Fernanda Salles SE ENGANOU ao dizer que “Não há Rambo sem violência, cabeças voando fazem parte da essência da franquia”, pois houve um seriado infantil na forma de desenhos/cartoon lançado aqui no Brasil em 1986, intitulado “Rambo: A Força da Liberdade” e que, obviamente, não havia NENHUMA MORTE ou VIOLÊNCIA EXCESSIVA.”
    CLARO QUE NÃO, SUA MONGOLÓIDE! Se tratava de um desenho animado direcionado ao público infantil, e nos EUA as regras para esse público são extremamente rígidas! Não são permitidos sequer mortes em desenhos para TV!

    Maria (19 de setembro de 2019 às 17:41):
    “Finalmente, em terceiro e último lugar, essa repórter/jornalista (tenho minhas dúvidas), Fernanda Salles, só criticou o crítico da Folha de São Paulo. Qual é a crítica dela em relação ao filme “Rambo: até o fim (2019)”? Gostaria de ver isso para ver se ela é realmente uma boa crítica de Cinema ou se é apenas uma mera xingadora. KKKKKKKKKKKKK!”
    MEU DEUS, COMO VOCÊ É IMBECIL, SUA RETARDADA! O objetivo da matéria da sra. Fernanda Salles era simplesmente expor o RIDÍCULO da crítica da Folha, SUA BURRA! Quem disse que é necessário um contraponto para aquela MERDA? Só na sua cabeça doente, mesmo!

    Maria (19 de setembro de 2019 às 18:01):
    “@Anderson Pontes , a séria ‘The Walking Dead’, apesar de algumas cenas de violência, tem história, enredo, roteiro etc muito bons, emociona, dramatiza, inova e gera grandes expectativas ao seu público alvo o que é CONFIRMADA pelos Críticos de Arte e Cinéfilos. Já Rambo, xiiiii…, é MAIS DO MESMO, já está desgastado, enjoativo e não faz mais tanto sucesso tanto em audiência como em termos de bilheteria. KKKKKKKKKKKKK!”
    “Kkkkk”? Risada de deboche é argumento de puta. Bem, sendo você uma puta, isso não me surpreende… TWD é “tão bom” que a trama vem se arrastando há pelo menos três temporadas, e até os protagonistas estão pulando fora daquela barca furada.
    Já “Rambo” é para um público específico (adulto, +35 anos), com parâmetros bem definidos.
    Sério, você é MUITO BURRA. E seus “Kkkkk” e seus “emojis” apenas evidenciam o seu óbvio baixo QI, que beira o retardo mental.

    Maria (21 de setembro de 2019 às 16:25):
    “Vocês vão dar “obrigado, obrigado” e um MACACO para o Sylvester Stallone ou não? A Internet NÃO ESQUECE NUNCA! 😉 KKKKKKKKKKKKK! 😀”
    E que tal você dar essa sua boceta podre? Ninguém quer, não é? Puta mal comida (E RETARDADA) do caralho.

    Sergio Moldura (19 de setembro de 2019 às 12:54):
    Pelo sobrenome de VEADO, não dá para esperar outro tipo de comentário que não seja afrescalhado.

  • No mínimo queria que o Rambo saísse do armário no último filme e enfrentasse os inimigos com flores em vez de fuzil. Kkk

  • Geração de frescos criados por mães feministas… jovens frutos de educação de esquerda… o homem moderno é gay kkkkkkkk
    Prefiro continuar sendo brucutu kkkkkkk

  • Nós que gostamos de Rambo, estamos acostumados com as cenas forçadas e exageros, estilo filme de de super herói, imbatível.
    Não poderia ser diferente.

  • Provavelmente se o novo Rambo voltasse numa versão homossexual e lacradora seria exaltado pela folhinha.

  • Olha sobre o Thales de Menezes eu diria que é só mais opinião para chamar a atenção, Rambo é um mito dos anos 80 e a franquia tem legiões de fãs pelo mundo, vocês se lembram das piadas de Stallone sobre o Brasil?
    O ator afirmou que rodar o longa “Os Mercenários” no país deu mais liberdade para o uso de mais violência e destruições… acho que a gente se esqueceu sim.
    Sabe, sou fã do cara apesar de todos nós falarmos umas merdas de vez em quando, assisti o filme com meu filho que tem 17 anos alias passo por um momento complicado com ele por ter nascido mulher e se sentir como homem ( não induzo meus filhos para serem gays, lésbicas, transexuais ou que o mundo chama hoje em dia) mas respeito o ser humano e muito, diferenças existem a gente só não tiramos a catarata dos nossos olhos ainda, curtimos o filme vibramos sem pré conceito e não agimos como esse fresco jornalista que quer empurrar o ideal dele por garganta abaixo da galera…
    desculpe o desabafo (e sem essa de esquerda ou direita) RAMBO É E SEMPRE SERÁ UM MITO!!!!

  • O filme é um presente pra galera dos anos 80, que cresceram vendo filme de herói de verdade. Bradock, Comendo para Matar, Duro de matar e outros caras casca grossa.

  • Logo logo irão falar que o Bolsonaro que inventou o Rambo, que ele deveria combater os inimigos com poemas e músicas cantadas por Caetano e Bethania.
    Só essa que me faltava. Jaja vão proibir Velozes e Furiosos porque mostram carros em alta velocidade andando pelas ruas. Esse colunista merece muito é ser corno, pegar a mulher na cama com um pedreiro cheio de cal.

  • Concordo com tudo que foi escrito e acrescento..O filme do Rambo é um SUCESSO aqui no complexo do alemão e na Maré…Os “homens_meninas” são fruto da classe mais “rica” e “intelectual” filhos de gente fresca !!! Viva a o Rambo e viva as favelas !!!

  • Essa geração Pablo Vittar não aguentaria ver filmes de Bruce Lee,Stallone,Schwarzenegger,Van Damme no auge dos anos 80,90.É forte demais pra essa geração fresca.

  • A violência é inerente a personalidade humana, desde que começamos a caminhar sobre a terra. Talvez, para a folha de São Paulo e tantos outros, celebrar a cultura do excremento, onde as pessoas se dizem absolutamente satisfeitas em socar fezes umas das outras, seja o caminho da modernidade.

  • Se não me engano, tal prática é real principalmente por parte dos narcotraficantes colombianos e mexicanos em prejuízo de seus desafetos ou agentes policiais…E cortar cabeças na frente das câmeras ou explodir bombas em hotéis ou aeroportos são comuns entre fanáticos religiosos e extremistas…Rambo é apenas um filme que retrata práticas reais mas por parte dos bandidos de verdade…Rambo é fantasia para quem gosta assim como outras tribos curtem “viagens” cinematográficas que os RAMBISTAS repudiam! Deixem um pouco do que sobrou de bom dos bons tempos passados para nós!!!

  • Rambo sempre foi um dos maiores nomes no mundo quando a questão é filmes de ação. Essa matéria não chega nem aos pés de um pequeno roteiro do filme Rambo. Essa geração mimimi é tola, eu só penso que uma matéria dessa tem o objetivo de tirar os seus leitores sério. Conteúdo interessante? Nada!!

  • Esse colunista tal de Thales de Menezes pela foto que eu vi ele já deve ter morrido faz tempo e esqueceram de avisar ele

  • Thales de Menezes você é uma vergonha. Não sabe nada sobre Rambo! Quem é você na fila do pão? Olhe sua história e veja a história do Jhon Rambo. Eu cresci vendo filmes e desenhos desse personagem. Que você acha que é para falar mal? Graças a críticos escatológicos como você os valores são invertidos.

  • O mundo veio tá perdido mesmo tao cheios de frescura com um filme que um clássico mais na vida real se matam de tudo que e jeito se aproveitam de crianças e idosos mais o filme que o problema?

  • O problema é que os primeiros filmes não mostravam esse tipo de brutalilade.
    Ora , já não basta um mundo real tão violento que vemos todos os dias nos telejornais ?

  • Concordo. Qualquer traço da rusticidade natural e que, ao menos do meu ponto de vista, é desejável que esteja presente em nós homens, tornou-se truculenta e ultrapassada pra essas pessoas que são quase de um “gênero intermediário” entre homens e mulheres. Firma essa carcaça e deixa de frescura homi! Rsrsrs

  • Essa geração de agora, não cheiram a homem, não tem a pegada que as mulheres gostam, aliás nem se definiram o que realmente são.

  • Filme épico, um ator épico, MEU DEUS, precisamos de mais filmes assim!!

    Chega dessa palhaçada de homens se pegando, desenhos animados com mulheres se pegando!

    Precisamos de mais Rambo, mais Dragon Ball Z

    Att:
    Diego Hélio Da Silva
    Das Antigas

  • Pô velho cara criticando Rambo irmão não teve infância e nunca vi o filme do rango na vida para falar tanta merda assim pelo amor de Deus

Colunistas

Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...