África tem o triplo dos incêndios registrados no Brasil



Enquanto o mundo inteiro continua de olhos voltados para as queimadas na Amazônia, satélites mostram que no continente Africano, o número de incêndios é pelo menos três vezes maior que no Brasil.

A NASA chegou a chamar a África de “continente em chamas”. O motivo é que simplesmente 70% dos mais de 10 mil focos de incêndio identificados no mundo em agosto, são provenientes da região africana.

Mas, apesar disso, a agência disse que o número é o MESMO em comparação com o ano passado. Outro dado interessante é que apenas na Angola existem quase o TRIPLO dos incêndios do Brasil.

Foto: Reuters

Os países com mais focos de incêndio foram enumerados pela NASA da seguinte maneira:

  1. Mais de 6 mil na Angola
  2. Mais de 3 mil na República Democrática do Congo
  3. Mais de 2.000 no Brasil

Ou seja: O Brasil não é o país líder das queimadas que atingem o mundo todos os anos, sem novidade alguma, mas que “surpreendentemente” em 2019 chamaram tanta atenção.

Na sequência dos três países listados acima, estão: Zâmbia (1 mil); Austrália (789); Bolívia (755); Rússia (679); Indonésia (541); Tanzânia (418) e África do Sul (380).

Resposta da Angola

Mesmo sendo “líder” no número de queimadas, a Angola não gostou tratamento internacional da imprensa e a comparação do país com a Amazônia.

Comunicado divulgado pelo Ministro da Comunicação Social da República da Angola, João Melo, diz que pode haver uma “dramatização” do caso se as ocorrências observadas por satélites forem usadas somente como estatísticas.

Ele cita o ministro do Meio Ambiente do Brasil, Ricardo Salles, que compartilhou notícia sobre os incêndios e também o noticiário Bloomberg, por veicular que em 48 horas, a Angola registrou os mais de 6 mil incêndios.

Já Ricardo Salles, questionou o por quê de o presidente francês Emmanuel Macron não dizer nada sobre os índices de queimadas na Angola e no Congo: “Será que é porque eles não concorrem com os ineficientes agricultores franceses?”

Em uma postagem no Twitter, Melo disse que confundir fotos de capim queimando, com incêndio em florestas é “brincadeira” e que misturar tudo isso com “politiquice” barata é “lamentável”.

O angolano justifica o número de incêndios com o fato de, nesta época do ano, as comunidades camponesas estarem preparado terra para o cultivo.

“Nesta época do ano, em várias regiões do nosso país, estão a acontecer queimadas que as populações camponesas empregam na fase de preparação de terras para o cultivo”.

A Angola argumenta que a prática, “apesar de não ser a mais aconselhável, é usual, secular”.

Sobre o Colunista

Bruna de Pieri

Bruna de Pieri

"Cheguei mesmo à conclusão de que escrever é a coisa que mais desejo no mundo" (C.L.) | Jornalista, Católica, 22 anos,

4 Comentários

Clique aqui para comentar

  • Notícia interessante. ENTRETANTO, esse tipo de notícia não serve, em HIPÓTESE NENHUMA, para usar como “desculpa” e/ou “justificativa” para o que está acontecendo com a Amazônia e demais florestas brasileiras, heim!? 😉 KKKKKKKKKKKKKKKKKK! 😀

  • Infelizmente é uma técnica herdada das próprias comunidades indígenas da época das colônias, e ocorre todo ano na época de seca para eliminar a vegetação seca, para renovação e abertura do campo para cultivo, e nunca se atualizou, alem dos incêndios por causas naturais, que tb ocorrem aqui no sul, hoje mesmo vi 4 na beira da estrada. Mas a questão real, é o porque será que Macron e os simpatizantes dele, não peitam a China, que é o maior poluidor do mundo, e os EUA que são o segundo ? Seria o mesmo que a ditadura Argentina fez com as Malvinas, criar um problema estrangeiro para dissuadir seu eleitorado de seus problemas internos….. mas, sem correr o risco perder a guerra como ocorreu com os argentinos, pois não passam de blefes….

  • Aí o mundo não se importa pq vão la explorar toda a riqueza daquele povo, assim como empresas de ouro vêm aqui tirar nosso ouro quietinhos… Ladrão roubando ladrão da o que?

Blog Authors

Guilherme Galvão VillaniGuilherme Galvão Villani

Mariliense. Gosto pela Administração, Contabilidade e Finanças. Atu...

Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...