fbpx

Allan dos Santos entra com uma interpelação judicial sobre a fala absurda de Jorge Oliveira

Agência Brasil
 


Como noticiado pela revista Terça Livre em junho deste ano, o governo federal, além de lidar com as decisões monocráticas vindas do Supremo Tribunal Federal (STF) e os entraves do poder legislativo, ainda sofre com a inércia dos integrantes do núcleo jurídico do governo, que deveriam blindar o Planalto e atuar de forma incisiva.

Para muitos, a postura omissa de alguns integrantes como o secretário-geral da presidência, Jorge Oliveira, é criticada até pelos aliados do presidente. Recentemente, o conselheiro se envolveu em mais uma polêmica, na qual afirmou em uma entrevista dada ao jornal Valor que o jornalista Allan dos Santos e a ativista Sara Giromini são o PSOL do Bolsonaro.

Ao jornal, Jorge afirmou que em alguma medida os apoiadores eram sim o PSOL do presidente. “Sem entrar no mérito do que cada um defendeu, há uma linha bem diferente que separa esquerda e direita, mas os dois têm seus extremos. E é natural que tenha. É bom que haja diferenças. Trazer esse rótulo de ‘paz e amor’ guarda alguma relação com o ‘cheguei ao poder legitimamente, vou governar para quem votou em mim, mas tenho que dialogar com quem não votou em mim’. Significa manter posições, mas ter um diálogo mais amplo com a sociedade. E talvez convencer quem não votou nele.”

Em resposta à fala de Jorge, Allan dos Santos disse que comparar dois indivíduos distintos e independentes com um partido político fundado por um terrorista e tendo um ex-candidato à presidência da república que fugia da justiça desde 2013 para evitar condenação por dano contra o patrimônio público é, na melhor das hipóteses possíveis, atestado de estupidez, canalhice e cafajestismo no mais alto grau.

Ainda segundo o jornalista, a analogia imprópria que parece ter sido feita pelo advogado Jorge Oliveira é também desproporcional. “Mas uma analogia desproporcional e imprópria, coisa que qualquer advogadinho de porta de cadeia, um advogado de meia tigela, tem a obrigação de saber, não pode ter sido a intenção de quem, além de advogado, é também secretário-geral da presidência.”

Para Allan dos Santos, a comparação feita por Jorge seria como o uso de arma de fogo de um policial e de um bandido como dentro do mesmo gênero de comportamento agressivo unificando a finalidade dos dois atos, distinguindo-os apenas pela eventualidade das circunstâncias.

A fim de entender as ofensas proferidas pelo conselheiro, Allan faz uma série de questionamentos acerca das afirmações de Jorge.

” Ele acha que eu já matei ou tenho desejo de matar pessoas ateando fogo nelas, especialmente crianças, mas tudo em nome do patriotismo, não do socialismo. Ele acha que depredei patrimônio público ou estou fugindo da justiça, em nome do patriotismo. Ele é incapaz de compreender a estupidez da pergunta do jornal Valor e responde sem saber distinguir os três elementos (PSOL, Sara e eu) utilizados no silogismo falacioso, o que o tornaria a pessoa mais incompetente para o cargo da Secretaria-Geral da Presidência da República do maior país da América Latina.”

Allan finaliza dizendo que dar o benefício da dúvida ao Secretário-Geral da Presidência da República é um dever. “Esse pessoal gosta de ser chamado pelo cargo que ocupa.”

” Não será a mim que ele terá de responder, mas a um juiz, pois já pedi ao meu advogado, – este, tenho certeza que sabe o que é analogia desproporcional imprópria- que ingressasse com uma interpelação judicial para que Jorge Oliveira explique ao juiz o que ele queria dizer. Aguardarei e publicarei aqui para que todos saibam a resposta do Sr. Secretário-Geral da Presidência da República. Não quero sequer imaginar que Jorge Oliveira pensa ser eu um ‘Adélio Bispo’ da direita. Não creio que ele seja tão vil”, disse.

 

Colunistas

Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...