Apostila de alunos do ensino fundamental de SP traz conteúdo sobre ideologia de gênero

 


Os alunos do 8º ano da rede estadual de ensino de São Paulo, têm em suas apostilas um vasto material que ensina sobre ideologia de gênero e sexo na adolescência.

Logo no início do caderno de ciências, os estudantes já se deparam com o item “Adolescência e Sexualidade”, que traz depoimentos de adolescentes (de faixas etárias entre 14 e 17 anos), sobre suas primeiras relações sexuais.

As páginas trazem ainda ilustrações sobre como utilizar as camisinhas masculina e feminina, “ensina” quanto “custa” um bebê (a apostilha sugere que professores peçam aos alunos para procurarem o preço das roupinhas dos bebês, além de berço, colchões, entre outros).

Um pouco mais à frente, encontramos o tema “A diversidade de manifestações e expressões da identidade humana”. Os textos ensinam o que são pessoas cisgênero, transgênero, heterossexual, homossexual e bissexual.

E defende:

“A orientação sexual é uma atração espontânea e não influenciável, que só pode ser conhecida plenamente pelo indivíduo que a vivencia. É portanto um equívoco dizer que se trata de uma ‘opção sexua’l, pois não depende de escolhas conscientes”.

O material está nas mãos dos alunos (que têm entre 13 e 14 anos) desde o início do 3º bimestre.

Aos que, mesmo com imagens, sejam fotos ou vídeos, além de depoimentos de pessoas, preferem não acreditar que as escolas estão ensinando ideologia de gênero e sexo para crianças e adolescentes, tenho em mãos a apostila de minha irmã, de 14 anos.

Seguem as fotos que tirei do material dela:

Governo se manifesta

Depois da repercussão do material e de diversas reclamações por parte de pais, o governador João Doria disse, nesta terça-feira (3) ter sido alertado do “erro inaceitável” no material escolar dos alunos do 8º ano e disse que solicitou o imediado recolhimento das apostilas.

“Solicitei ao Secretário de Educação o imediato recolhimento do material e apuração dos responsáveis. Não concordamos e nem aceitamos apologia à ideologia de gênero”, informou.

O presidente Jair Bolsonaro também disse hoje que determinou que o MEC crie um projeto de lei que proíba ideologia de gênero no ensino fundamental.

Infelizmente casos como este têm sido cada vez mais comuns nas escolas brasileiras. Ontem (2) mesmo o Terça Livre repercutiu o caso da Prefeitura de Fortaleza, que criou cartilha que incentiva masturbação infantil, sugere pedofilia e zomba a ministra Damares Alves.

Agora, estamos tentando descobrir em que planeta vivem aquelas pessoas que insistem em negar que isso esteja acontecendo no Brasil.

 

Sobre o Colunista

Bruna de Pieri

Bruna de Pieri

Jornalista e católica.

27 Comentários

Clique aqui para comentar

  • Quero ver a os esquerdalhas, as antas, os burros, os esquerdopatas, pseudo intelectuais, pseudo entendedores do assunto, aqueles Como a Anta da Tal de Maria, Virem aqui dizer que é fake news, Como fizeram na outra reportagem sobre o mesmo assunto. Seus idiotas venham aqui falar alguma coisa, que é cópia, que o material é falso.

    Que Deus acabe com os Demonios da esquerda, que Deus proteja nossas crianças de Jean Willis, David Miranda, Greenwald, e de todos os gays que queiram transformar nossas crianças em gays e lesbicas.

  • Não basta ter o desejo de escrever para ser jornalista. É preciso seguir algumas regrainhas…

    A “materia” não nos informa o nome do colégio nem seu responsavel, fato que por si já depõe contra a “jornalista” kkkkkk

    LULA LIVRE !!!!!

    MARIELLE VIVE !!!

    VIVA MARIGUELA, LAMARCA E CHE GUEVARA !!.

    SALVE LUÍS CARLOS PRESTES !!!

    VIVA O PC DO! !!!

  • Essa raça não toma jeito, querem empurrar o modo de “vida” deles goela abaixo das pessoas que não tem nada a ver com essa conversa mole. Porque eles não param de encher a paciência dos outros e vão trabalhar?..racinha ruim viu. Deus que livre a nós e ao nossos filhos desse mal.

  • Mas porque esta ênfase sobre gênero ? Será que inventaram o homem e a mulher neste fim de semana , e esta novidade está balançando o coreto ?
    Não meus caros . Isto faz parte da tática das esquerdas . Eles dominaram as escolas , tal qual Gramsci pedia , nos seus escritos na prisão.
    Então há uma disputa entre homens e mulheres , pretos e brancos , ricos e pobres , todos crispados e ameaçados , e só os grandes lideres da esquerda tem a “sensibilidade ” de ver isto, e propor uma solução.
    A solução é que todo mundo seja igual . Só que nunca serão. Ou seja : a esquerda promete o que nunca pode cumprir , pois como diz o mineiro da piada : na minha terra , ,metade é homem e a outra metade é mulher , e funciona tudo muito bem.
    Precisamos descobrir quem é o famigerado que está por trás disto tudo e fazer uma sessão terapêutica para que aprenda a não criar problemas aonde não existem problemas.

  • Queria entender qual o problema de se ensinar pra adolescentes coisas como proteção e orientação sexual, ainda mais que nessa idade estão se descobrindo por causa da ação dos hormônios. Queria parabenizar quem teve a iniciativa de colocar isso no material.

  • Não é fake news, vejam a professora Regina villela dando entrevista, suas antas, deixem seus filhos em escolas pra aprender a darem o rabo, suas antas, talvez vocês gostem de ve-los pegando no pintinho do coleguinha, Como diz o Olavo:

    Porra suas antas, vocês tem que se fuder, depois vem chorar.

    Lula está preso nunca mais sai da cadeia, Vai morrer la, apodrecer, vagabundo, logo Vai toda a quadrilha junto:

    Maria do Rosário
    Linderbergh
    Gleise Hoffman
    Haddad

    A era PT acabou, e agora ainda tentam MANOBRAS para tentar pegar alguns gados de Volta, e usam as crianças.

    Deus seja louvado, o satanas está preso mas seus Demonios ainda estão a Solta.

  • Oi, Bruna. Primeiro, o termo ideologia de gênero é totalemente inventado pelos críticos. A palavra certa é IDENTIDADE de gênero, que por si é uma discussão bastante diferente.

    Segundo: o ensino sobre uso de camisinhas e sobre o ‘custo’ de um bebê não têm nada de novo nem de negativo. As aulas sobre isso ocorrem já há muitos anos, nas lições de Ciências (você matou essas aulas?). Outra: o que tem de negativo nesses assuntos? Já que gravidez na adolescência, transmissão de DSTs e falta de planejamento familiar são alguns dos maiores problemas que o nosso país enfrenta no que toca à sexualidade…

    Alunos de 8º Ano do Ensino Fundamental, por estarem com 13-14 anos, já vivem essa realidade de contato com a sexualidade. Alguns já se masturbam e, dependendo do contexto em que vivem, já até mesmo mantêm relações sexuais. Não vai ser o fato de não abordar conhecimentos sobre sexualidade que vai mudar isso.

    Terceiro: o que dizemos ser fake news é a história de mamadeira de piroca etc. Isso que você está mostrando não tem nada de absurdo.

  • Não é fake não acabei de ler a matéria e pedi a apostila da minha filha do 8 ano, e li, vírgula por vírgula idêntica a da reportagem inclusive está fazendo um trabalho de cuidar da casca de um ovo sem quebrar como se fosse um filho, a apostila está livre dentro das escolas do estado e pra quem não quer acreditar a da minha filha é do Colégio Suetônio Bittencourt em Santos, e após ver isto estarei indo amanhã mesmo pedir transferência de escola estadual para municipal

  • Não existe ideologia sim esclarecimentos para os alunos, os pais tem obrigação de ensinar e preparar os filhos, e a escola completa a educação sexual de forma correta, se isto não acontece números de DST e gravidez em adolescentes aumentar .

  • Sou professor , essas ” apostilas ” chegaram não faz um mês …
    Doria fazendo média com aquilo que o próprio governo dele produziu .
    Sem contar que as fontes utilizadas são do próprio governo .
    E a rapaziada gritando contra o PT.

  • Pelo que li do pequeno trecho, são considerações teóricas, conceitos sobre o tema. A diversidade de gênero está presente nas escolas,não foi criada por ela. Tem que ter um lugar para discutir esse tema, melhor seria a familia que nao o faz. Quanto a camisinha nessa idade a maioria já sabe, muitos ja sao pais e maes precoces.

  • E o que tem de errado nisso? O nome disso é educação sexual. Terminei o ensino fundamental em 2003 e infelizmente não havia material falando sobre orientação sexual e identidade de gênero, mas havia sobre preservativos e DSTs. Vocês obscurantistas são completamente loucos. A “jornalista” que escreveu isso nem tem vergonha de se apresentar como “católica”. Já entrega suas más intenções desde o início. Que vergonha, meu Deus!

  • O material é ótimo e esclarecedor. Esse é o papel da escola pública. No primeiro mundo, é isso o que ensinam. Por isso, eles são civilizados e pacíficos. Dificilmente, são enganados por pilantras de igrejas. Parabéns aos envolvidos. Quanto ao hipócrita do Doria, talvez seja hora de reforçar o botox.

  • Quanta imbecilidade…
    Como apenas um parágrafo em um livro, que poucas gente lê, vai incentivar criança a virar homossexual?

    Somente um Bolsominion imbecil.

  • Na minha opinião, tinha que prender, quem colocou isto em uma apostila, e deixar lá por 10 anos em uma cadeia comum, outra na minha opinião, esse negócio de levar pinto postiço pra escola tem que ser proibido tbm, tem muito vídeo educativos que ensinar.
    O problema do povo brasileiro é que uma boa parte dele foi corrompida pela esquerda, a pior coisa que eu vejo nesta geração é pai homem beijando filho homem na boca, mãe beijando filho homem na boca, tanto com menino quanto com menina, isso é a aberração! A alguns dias atrás peguei minha irmãzinha vendo desenho da boneca Frozen onde ela beija outra boneca na boca dando menção a ser lésbica, briguei com ela e expliquei para ela o porquê não queria que ela vice aquele desenho, mas em fim ou muda agora ou não muda nunca mais!

  • Ok, agora me explica o que tem de errado aí?
    Educação sexual é algo extremamente nescessário pois vai concientizar as crianças sobre uma realidade que elas já vivem e talvez até evitar casos de DSTs e gravidez na adolescência. Acho que vocês não veem o que está na sociedade em volta, e só olham para os próprios interesses retrógrados e preconceituosos.

  • OQ ESSA PORRA MUDA ? SOU ALUNO DO 8 ANO E SABE OQ ESSA PAGINA MUDOU NA MINHA VIDA ?
    PORRA NENHUMA VCS Q SAO UNS MIMIZENTOS

  • MANO, eu só consigo rir de tão indignada que eu estou, eu adorei o conteúdo dessa parte da apostila, justamente por falar de sexualidade e prevenção a IST e gravidez, é o momento CERTO de ensinar aos alunos essas coisas. Cada vez estou mais indignada com a merda de governo que temos .

  • Tenho 55 anos e quando estava na 7ª série do ensino fundamenta, foi me ensinado na escola a forma correta de usar camisinha, das doenças sexualmente transmissíveis e outras coisas mais. Não sou frustrada com isso, aprendi a me cuidar desde pequena e o PT ainda nem existia naquela época. Portanto, não culpem a esquerda por isso. Acredito que tudo que aparece nos materiais dos alunos deve ser passado por profissionais competentes que sabem o que é bom e o que não é bom para ser ensinado a eles. Antes de mais nada, quem precisa orientar os pupilos são os pais,porém muitos não tem coragem e nem esclarecimentos para falar dessas coisas. Lembrando que, o que se ensina na escola, antes de mais nada é o RESPEITO. LGBT sempre existiu e sempre existirá, porém precisamos respeitá-los e entendê-los para depois ficarmos fazendo críticas e acusações. Procurem pesquisar sobre o assunto antes de postar asneiras. Grata por terem lido esse comentário.

  • Na minha opinião como estudante,é importante sim,que os estudantes aprendam sobre sexualiadade,porque nenhuma pessoa que não se considera hetero deve ficar se escondendo,e finalmente o governo decidiu abordar esse assunto nas escolas e quanto a materia de sexo na adolescencia,também é muito importante sim,porque muitas crianças entre 14 e 17 anos,não tem nenhum conhecimento sobre isso e não sabem como se proteger!!!!

  • Já devolveram, não tem nada demais na apostila, trabalhei ela toda com minha professora. Nós temos entre 13 a 14 anos, não somos mais crianças, nessa idade onde essas coisas começam a acontecer. A pessoa descobre sua orientação, seu gênero, seu prazer e etc, NÃO TEM NADA DEMAIS NISSO. Vocês tem que deixar nós evoluir, não ficar colocando em uma bolha.

Colunistas

Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...