Aras repudia atitudes de Rodrigo Janot e declarações de Gilmar Mendes

Augusto Aras


Agência Brasil

Erros de ex-procurador não vão macular imagem do MP, diz nota da PGR

A Procuradoria-Geral da República (PGR) divulgou no início da tarde deste sábado (28/9) uma nota repudiando as atitudes do ex-procurador-geral Rodrigo Janot e as afirmações do Ministro do Supremo Tribunal Federal (Gilmar Mendes). Segundo a nota, o atual procurador Augusto Aras diz que as atitudes de Janot não devem prejudicar a imagem do Ministério Público e seus membros.

Na nota, o atual PGR destaca que ”O Ministério Público Federal é uma instituição que está acima dos eventuais desvios praticados por qualquer um de seus ex-integrantes. O procurador-geral da República, Augusto Aras, considera inaceitáveis as atitudes divulgadas no noticiário a respeito de um de seus antecessores. E afirma confiar no conjunto de seus colegas, homens e mulheres dotados de qualificação técnica e denodo no exercício de sua atividade funcional. Os erros de um único ex-procurador não têm o condão de macular o MP e seus membros. O Ministério Público continuará a cumprir com rigor o seu dever constitucional de guardião da ordem jurídica.

O ex-PGR Rodrigo Janot afirmou em um livro autobiográfico que em uma ocasião foi armado com um revólver ao STF com a intenção de matar um ministro. O episódio é contado por Janot no livro de memórias que lança nesta semana, porém na obra ele não especificou qual ministro esteve prestes de assassinar. Na última quinta-feira (26), entretanto, Janot revelou a veículos de comunicação que seu alvo era Gilmar Mendes. O fato teria ocorrido 2017.

Na sexta-feira (27), o ministro Gilmar Mendes disse que o ex-procurador é “um potencial facínora” e questionou a forma como é feita a escolha do ocupante do cargo.

Não imaginava que nós tivéssemos um potencial facínora comandando a Procuradoria-Geral da República”, disse Mendes na saída de um seminário no Tribunal Superior Eleitoral. Mendes aproveitou para criticar o modo de escolha do procurador-geral, pois no modelo atual, segundo sua avaliação, passou-se a escolher pessoas sem qualificação jurídica, moral e psicológica para o cargo.

Acho que o sistema político terá que descobrir novos critérios e terá que debater isto. Inclusive talvez abrir para a nomeação entre todos os juristas do Brasil. Mas, em suma, o modelo deu errado”, disse Gilmar Mendes.

Apreensão

A Polícia Federal (PF) realizou na tarde de ontem (27) uma ação de busca e apreensão na casa e no escritório do ex-procurador-geral. As buscas foram autorizadas pelo ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF).

Na decisão na qual determinou as buscas, Moraes também suspendeu o porte de arma de Janot, proibiu o ex-procurador de se aproximar de integrantes da Corte, de entrar nas dependências do tribunal, além da apreensão da arma citada nas entrevistas.

Rodrigo Janot foi procurador-geral da República por dois mandatos de dois anos, de 2013 a 2017. As duas indicações dele foram feitas pela presidente Dilma Rousseff, após ele ter ficado em primeiro na lista tríplice elaborada por membros do Ministério Público. Nas duas ocasiões, ele foi sabatinado e aprovado pelo Senado.

Pelas normas constitucionais, cabe exclusivamente ao presidente da República a nomeação do PGR, sendo que o único critério para a escolha é de que o ocupante do cargo tenha mais de 35 anos e seja membro do Ministério Público. Não há previsão constitucional de lista tríplice.

Sobre o Colunista

Ricardo Roveran

Ricardo Roveran

Estudante de artes, filosofia e ciências. Jornalista, crítico de arte e escritor. Escrevo por amor e nas horas vagas salvo o mundo.

Twitter: @RicardoRoveran

28 Comentários

Clique aqui para comentar

  • Concordo com o Ministro Gilmar Mendes, inclusive para Ministros do STF o critério teria que ser muito mais rigoroso, pois os que estão no PODER, tipo esse Gilmar Mendes, é um completo despreparado para estar nesta função. Não respeita ninguém e se acha no direito de destratar a todos com a impáfia de que é um ser SUPREMO.

  • Vejo falhas nos critérios de escolhas certamente e isso deu moral ao Bozo em ignorar a tal lista que parece ter vindo de um hospital psiquiátrico. Mas entendo também que cargo vitalício no STF é aberração, deveriam ser eleitos por tempo determinado como qualquer outro mesmo que com mandatos mais longos.

  • Patético o cangaceiro do planalto, paladino de bandidos, pretender traçar normas de conduta ao MP.
    Não passa de uma escória criada por FHC…

  • O Genot é um oportunista, falastrão e quer aparecer. Ele tinha como não dar sossego para o seu adversário com argumento no plenário assim como fez e faz o Ministro Barroso.

  • ESSE ARAS FOI COLOCADO AI PRA SER O NOVO ENGAVETADOR GERAL DA REPÚBLICA. O BRASIL ESTA RETROAGINDO NO COMBATE À CORRUPÇÃO,E BOLSONARO TEM SUA PARTICIPAÇÃO.

  • O que mais me intriga é saber que esse Gilmar Mendes quer soltar bandidos que deixou o Brasil na miséria de tanto roubar

  • Concordo plenamente com José Maria Trindade, jornalista da rádio Jovem Pan e comentarista do Os Pingos Nos Is, quando o mesmo opina em relação a escolha do PGR, bem como dos ministros do STF, ou seja, para evitar corporativismo a melhor opção é a existente, mas se algum critério deve mudar, certamente deveria ser o hoje utilizado na escolha dos ministros da nossa suprema corte, critério esse que parece favorecer os bandidos e corruptos na nação.

  • Atas, não repudiou a Declaração de Gilmar. Título mente. Aras pode até discordar de Gilmar no sentido de afirmar que o MF foi afetado, mas ele não criticou Gilmar e nem ao menos citou o nome do referido ministro do STF

  • Quem é Gilmar Mendes? Para dizer algo sobre a PGU, pq não fala sobre esse clube da luluzinha q é STF. precisamos d uma reforma urgente nos poderes . O povo não aguenta mais estes políticos.

  • Gilmar Mendes vs Rodrigo Janot = Bandido no poder vs Bandido fora do poder.

    #STFVergonhaNacional
    #CongressoVergonhaNacional

  • Só lamento no futuro do que será escrito na história do Brasil em nome da democracia. O que dirão os jovens da época quando ler. Irão dizer os mais coerentes que foi uma época de fanfarrões, cada um queria aparecer mais que o outro, como um monte de adolescentes, sem nenhuma responsabilidade. Usam redes sociais sem nenhum critério de termos, nem parecem ser autoridades constituídas do auto escalão dos três poderes. Não existe no Brasil, nenhuma instituição que possamos ver com extrema seriedade, seja federal,estadual ou municipal. Estão todas contaminadas por vícios públicos de interesses individualizados, para garantir aos seus descendentes uma vida melhor. Alguém consegue apontar uma instituição, vacinada contra esse vírus?

  • Gilmar Mendes esculachou o PGR Augusto Aras e este ouviu as críticas tal qual um subordinado subserviente. Tudo igual. Todos sem qualificação que o cargo exige.. se não fossem nomeados não disputaram a vaga sequer com um acadêmico de direito do terceiro período do curso.

  • O Gilmar Mendes tem agido na contramão do que os brasileiros mais pé no chão esperavam , mas daí a pretender eliminar o indivíduo e ainda expor publicamente sua intenção por questões pessoais ou ideológicas, aí já estará agindo como o esquerdista que cometeu atentado contra Bolsonaro felizmente e graças a Deus, frustado em sua intenção, e que agora mesmo não sendo doido, apenas burro e mau informado, vai ter que morar num hospicio até a lobotomia…

  • Esse GM não têm o respeito da nação. Esse sujeito é um tremendo rato de esgoto , corrupto e defensor de bandidos.
    O cara mais cínico que já vi nos meus 45 anos de vida.
    Esse tipo envergonha o STF é o Brasil. Deveria sair algemado de camburão na Praça dos Três Poderes .

  • Que tal rever o modelo de nomeação de ministros doSTF de forma a garantir que venha a ser pessoas despreparadas e miitos até corruptos e desonestos

  • Que ótimo que o “Deus” Gilmar acha sobre isso, assim deveremos nós debruçar TB sobre as indicações para ministros do supremo, pois pelo que sabemos atualmente são compadrios e não concursados (sobre quais a escolha deveria ocorrer), e não amigos do “Rei”, que no final acabam de usurpar foi funções alheias ao seu ofício, pisoteiam na carta magna, etc..

  • Quando ele comenta que teve intenção de matar o dito cujo, o negócio é sério, mas quando comenta que tiveram a intenção de convida-lo para vice é pura mentira. Assim são nossos homens públicos e a midia deita e rola.

  • Boa noite!
    Para início de conversa, planejar matar uma pessoa não e crime, e promover busca e apreensão em residência de uma pessoa por que ele planejou uma coisa e não o fez, hoje isso já e crime de abuso de poder!!!!!
    Acredito que a maioria das pessoas já pensaram nisso e não fizeram!
    E agora vai fazer busca em quantas casas mais!

    Infelizmente o STF, senado e Câmara, está controladas por bandidos, pura formação de quadrilha!!!

  • Não entendo. Janot teve a intenção de matar GM e depois se suicidar. Como pode sofrer busca apreensão e restrições se os fatos não ocorreram??? É se houvesse ocorrido ele estaria morto…Ministro Alexandre como se pune um morto???? Enquanto isso, as reformas ficam para as calengas…

Blog Authors

Guilherme Galvão VillaniGuilherme Galvão Villani

Mariliense. Gosto pela Administração, Contabilidade e Finanças. Atu...

Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...