Assassinatos de trans e travestis caem 24% no governo de Bolsonaro



Desmontando toda a balela da esquerda de que, sob o governo de Jair Bolsonaro (chamado até hoje de homofóbico), o número de assassinatos de gays e travestis aumentaria, os casos deste crime CAÍRAM em 24% durante o primeiro ano do presidente.

Os dados são de um dossiê da Antra – Associação Nacional  de Travestis e Transsexuais e mostra a diminuição dos assassinatos de trans e travestis em 24,5% no ano de 2019 em relação a 2018.

Em 2017, foram 179 mortes. Já em 2018, 163 casos foram registrados no país. No ano passado, a quantidade de assassinatos despencou para 123.

A redução no número de assassinatos não ficou  somente em trans e travestis. No total, a queda nos homicídios foi de 22% em 2019. Dos 30 mil registrados no ano de 2018 para 23 mil no ano passado.

Mas o mais curioso é que após a repercussão dos números, a Antra retirou do ar o mapa de assassinatos de 2019, mantendo apenas os relatórios de 2017 e 2018, além do novo mapa de 2020. Porém, o print abaixo, salvo graças ao site Pleno News, confirma o número de 123 mortes no último ano.

Pode tentar: Apesar de haver um link que direciona para baixar o dossiê online, os dados não estão disponíveis. Clique: //antrabrasil.org/mapadosassassinatos/.

Colunistas

Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...