Associação de saúde une-se ao manifesto de domingo

mais medicos


Coronel Américo, presidente da Associação Pró-Saúde da Polícia Militar, em contato com o Terça Livre na manhã desta quinta-feira (23/5), confirmou a participação da entidade no manifesto de domingo.

As pautas da PRÓ-PM são, a vida dos policiais, a reforma da Previdência, o pacote anticrime e o repúdio ao Centrão.

Segundo ele, as pautas apresentadas são uma necessidade urgente e a velha política não pode vencer.

Sobre o Colunista

Ricardo Roveran

Ricardo Roveran

Estudante de artes, filosofia e ciências. Jornalista, crítico de arte e escritor. Escrevo por amor e nas horas vagas salvo o mundo.

Twitter: @RicardoRoveran

5 Comentários

Clique aqui para comentar

  • A campanha na TV a favor da Reforma da Previdência é inconstitucional, pois, apenas pode ser gasto em publicidade estatal quando campanha é oficial, não para induzir ideias na população, depois de aprovada a Reforma, se for, aí sim pode fazer campanha educativa e de informação social. Exemplo: campanha de dengue, vacinação, adesão a um plano social etc. Repito, aprovada a reforma o governo pode fazer publicidade, antes é uso indevido da máquina pública. Bolsonaro e Guedes podem ter que devolver do Bolso esse dinheiro da campanha, mas pode ser um troco na rachadinha né? Quer dizer, a campanha não pode representar as ideias de um grupo partidário, unilaterais do governo, ainda não aprovados pelo congresso e se a Reforma não for aprovada pelo congresso que foi eleito pelo povo? Terá sido jogado dinheiro fora, e então, caberá responsabilizar Bolsonaro e o Guedes. Leia abaixo:

    Vide artigo 37 da CF/88
    Art. 37. A administração pública direta e indireta de qualquer dos Poderes da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios obedecerá aos princípios de legalidade, impessoalidade, moralidade, publicidade e eficiência e, também, ao seguinte: (Redação dada pela Emenda Constitucional nº 19, de 1998).
    (…)
    § 1º A publicidade dos atos, programas, obras, serviços e campanhas dos órgãos públicos deverá ter caráter educativo, informativo ou de orientação social, dela não podendo constar nomes, símbolos ou imagens que caracterizem promoção pessoal de autoridades ou servidores públicos.

  • SE LIGA,INCONSTITUCIONAL É A ROUBALHEIRA QUE FOI IMPLANTADA POR GOVERNOS CORRUPTOS E LADRÕES QUE AINDA HOJE SÃO DEFENDIDOS POR GENTE SEM NOÇÃO.

  • Não nunca vi nada mais informativo ou de orientação social que a campanha na TV a favor da Reforma da Previdência.

Blog Authors

Guilherme Galvão VillaniGuilherme Galvão Villani

Mariliense. Gosto pela Administração, Contabilidade e Finanças. Atu...

Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...