Associação dos Oficiais Militares de São Paulo declara apoio ao manifesto de domingo

policia militar sao paulo


O coronel Ricardo Jacob, presidente do conselho deliberativo da Associação dos Oficiais Militares do Estado de São Paulo, em contato com o Terça Livre na tarde desta quarta-feira (22/5), declarou apoio ao manifesto de domingo.

Além das pautas já conhecidas, como reforma da Previdência, pacote anticrime e apoio à Lava Jato, o coronel acrescenta o problema dos salários que a Polícia Militar enfrenta hoje.

Nós somos a polícia nota dez e salário nota zero“, ressalta Jacob.

Em vídeo, que circula nas redes sociais, ele já havia se manifestado a respeito do assunto.

Sobre o Colunista

Ricardo Roveran

Ricardo Roveran

Estudante de artes, filosofia e ciências. Jornalista, crítico de arte e escritor. Escrevo por amor e nas horas vagas salvo o mundo.

Twitter: @RicardoRoveran

7 Comentários

Clique aqui para comentar

  • Carlixo, cala a boca seu BUUUUURRRROOOO!!!
    .
    Um cara inteligente usa pedaços de verdade para passar uma pequena, mas decisiva, mentira; um sujeito burro, faz igual ao Carlixo…

  • TIRAR PACOTE ANTI-CRIME DA AGENDA DE PAUTAS DA CÂMARA É SER CÚMPLICE DE CRIMINOSOS.

    APOIO MM JUIZ SERGIO MORO. LAVA JATO
    PRESIDENTE JAIR BOLSONARO.

    BRASIL LIVRE! lula na masmorra.

  • SIDNEY se liga Bolsonaro não apoiou MORO na questão do COAF o presidente é diversionista e enganador, se liga…. ele busca queimar Moro que é um dos queridinhos da GLOBO para 2022…concorrente do capitão…aliás, Bolsonaro se reuniu com o executivo da GLOBO que gerou o conflito com Bebiano (estão juntos para aprovar a reforma da previdência que é o sonho dos bancos) SE LIGA CARA

  • O Bolsonaro não foi veementemente incisivo na questão do COAF pois não muda nada o órgão estar na Economia ou Justiça, o Brasileiro precisa ser um pouco mais estratégico e entender as posturas do governo. Qual narrativa acham que acarretaria o Presidente da Republica na véspera de uma manifestação popular para pressionar o congresso a respeito das reformas que lá estão para serem votaram? só atrapalharia, não só o governo mas tiraria a pressão sobre os parlamentares, pois, soaria como um ataque, Portanto seria imprudente uma atitude assim tanto do Capitão quanto das pessoas que o rodeiam exigirem algo tão pífio perto das conquistas que teremos ao nos manifestar dia 26, seria apenas para dar munição a grande mídia e a esquerda, que somos autoritários e consequentemente tirar todo o mérito das mobilizações.
    Devemos nos ater aos fatos diários tanto no Palácio quanto na câmara para que possamos opinar de forma inteligente sobre as estrategias do Presidente e seus aliados, que mesmo sendo poucos estão se mostrando estrategistas natos, a manifestação de domingo não é apenas por pautas especificas, mas implicitamente estará dando o grito que a população brasileira não aceitará mais essas falcatruas e a falta de vontade para com o país por parte dos parlamentares.
    Politica é um jogo xadrez, é como se fosse a arte da guerra fria, que os combatentes não estão munidos com armas, mas com ótimas oratórias e bons planejamentos estratégicos para intimidar e coagir o inimigo, não pode-se atacar os inimigos com hostilidade, pois assim eles irão reagir, se você correr atrás uma pessoa que tem o mesmo poder que você e coloca-la contra a parede sem que ela possa sair, ela reagirá forma agressiva e pela paridade de forças será uma briga sangrenta e brutal, agora se você for inteligente o suficiente para insuflar alguém mais forte que seu adversário, seja em poderio ou em quantidade, apenas pela ameaça ele retroagirá.
    DIA 26 É PELO BRASIL, É PELA NAÇÃO.

  • Cesare Batistti__PRISÃO PERPÉTUA, na Itália.

    O luladrão poderia também ficar perpétuo na MASMORRA, conivente com terroristas.
    O p/t___ Partido de Transações perigosas

    BRASIL LIVRE!

  • É isso ai Coronel, tem todo apoio nosso. Que a nossa Associação continue firme e forte em defesa da Polícia Militar, a Instituição mais eficaz dentro do seguimento do Governo. Vi no processos dos precatórios que o governo alega que tem despesas prioritárias, por isso retarda os pagamentos, isto como não fosse prioritário os nossos serviços junto a população, segurança, educação e saúde são assuntos prioritários, e este governo nos disconsidera. Vamos juntos continuar nas manifestações. Abraços.