fbpx

Bolsonaro acredita no arquivamento natural de inquérito sobre ‘interferência’

 


O presidente Jair Bolsonaro disse em nota emitida nesta segunda-feira (25), que acredita no arquivamento natural do inquérito que trata sobre a sua suposta interferência na Polícia Federal (PF).

Bolsonaro ainda diz esperar responsabilidade e serenidade no trato do assunto e reafirma que não interferiu nos trabalhos da Polícia Federal.

O inquérito está sob os cuidados da PGR apura as “acusações” feitas pelo ex-ministro da Justiça Sérgio Moro de que o presidente supostamente interferiu indevidamente na PF para proteger aliados e filhos.

O Procurador-geral da República, Augusto Aras, é quem vai decidir se arquiva ou se dá andamento ao inquérito, solicitando mais provas e até depoimentos.

Nesta segunda-feira, Bolsonaro foi até a PGR onde encontrou-se com Aras. A visita foi logo depois da solenidade de posse online do subprocurador-geral da República, Carlos Alberto Vilhena, no cargo de procurador federal dos Direitos do Cidadão.

“Reitero minha lealdade e compromisso com os valores e ideais democráticos que me conduziram à Presidência da República”, disse o presidente. Confira a íntegra:

NOTA

Diante da recente divulgação do vídeo da reunião ministerial do dia 22 de abril do corrente ano, pontuo o seguinte:

1.Mantenho-me fiel à proteção e à defesa irrestritas do povo brasileiro, especialmente os mais humildes e aos que mais precisam. Sinto-me bem ao seu lado e jamais abrirei mão disso.

2.Nunca interferi nos trabalhos da Polícia Federal. São levianas todas as afirmações em sentido contrário. Os depoimentos de inúmeros delegados federais ouvidos confirmam que nunca solicitei informações a qualquer um deles.

3.Espero responsabilidade e serenidade no trato do assunto.

4.Por questão de Justiça, acredito no arquivamento natural do Inquérito que motivou a divulgação do vídeo.

5.Reafirmo meu compromisso e respeito com a Democracia e membros dos Poderes Legislativo e Judiciário.

6.É momento de todos se unirem. Para tanto, devemos atuar para termos uma verdadeira independência e harmonia entre as instituições da República, com respeito mútuo.

7.Por fim, ao povo brasileiro, reitero minha lealdade e compromisso com os valores e ideais democráticos que me conduziram à Presidência da República. Sempre estarei ao seu lado e jamais desistirei de lutar pela liberdade e pela democracia.

Brasília, 25 de maio de 2020.

Jair Messias Bolsonaro

Presidente da República

Sobre o Colunista

Bruna de Pieri

Bruna de Pieri

Jornalista e católica.

3 Comentários

Clique aqui para comentar

  • Na minha opinião. Sei que o presidente fala em “o não fechamento do supremo”, mas… acho que uma hora ele vai mudar e perder a paciência, mandando prender muitos ministros. Os ministros estão brincando com fogo.

  • Arquivar?
    Moro tem que ser responsabilizado pelo que fez!
    Absurdo demais se deixar passar.

    Hora de atacar.

  • Excelente mensagem do presidente. Nem precisava mais este comunicado mas ele sintetiza o que todo mundo já percebeu: a grande coerência de Bolsonaro demonstrado em seu amor à pátria e sua sinceridade.

Colunistas

Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...