fbpx

Bolsonaro alerta para caos na economia: ‘Fadados a ser um país de miseráveis’

 


O presidente Jair Bolsonaro fez mais um alerta sobre a economia brasileira em meio às medidas restritivas de governadores para tentar controlar a pandemia do vírus chinês, como são os lockdowns.

Em entrevista aos jornalistas no Palácio da Alvorada nesta manhã (14), Bolsonaro disse que, diferente do que muitos dizem, a economia não vai se recuperar:

“O Brasil está se tornando um Brasil de pobres. Vai chegar um ponto em que o caos vai se fazer presente aqui. Essa história de lockdown, fechar tudo, não é este o caminho. Este é o caminho do fracasso. Quebrar o Brasil”, declarou o presidente.

O chefe do executivo pediu ainda que os chefes de estados voltem atrás, peçam desculpas e façam a coisa certa.

Bolsonaro também citou levantamento da  OIT (Organização Internacional do Trabalho) que aponta que os informais da América Latina já perderam 80% do poder aquisitivo.

“Quase 10 milhões de brasileiros perderam carteira assinada, os informais já perderam 80% do poder aquisitivo, estão sobrevivendo com parcela R$ 600, que depois de dois meses acaba. E não tem essa de fabricar dinheiro, isso não existe, é inflação, caos e miséria”, afirmou.

Em relação ao aumento salarial dos servidores públicos, Jair Bolsonaro disse que não há recurso suficiente para que seja feito.

“Tem alguns servidores achando que tem possibilidade de ter aumento salarial neste ano e no ano que vem. Não tem cabimento. Não tem dinheiro. O Brasil está quebrando e, depois de quebrar, não é como alguns dizem que a economia recupera. Não recupera. Vamos ser fadados a ser um país de miseráveis, como tem alguns países dá África sub-saariana. Nós temos que ter coragem de enfrentar o vírus. Lamento que está morrendo gente, mas vai morrer muito mais se a economia continuar sendo destroçada por essas medidas”, salientou.

Sobre o Colunista

Bruna de Pieri

Bruna de Pieri

Jornalista e católica.

6 Comentários

Clique aqui para comentar

  • Querem quebrar o país. Para quê? Para o país ter que lançar títulos de dívida para China comprar e, assim, ter a faca no pescoço do governo, independentemente de qual for o governo. Para o país ter que buscar empréstimos ao FMI, o qual irá impor como condição tomar controle de TUDO: energia, rodovia, infra-estrutura completa.
    .

  • Sou empresário, trabalho com barbearia. O PR tem razão. olha só a situação:
    Empresa com 56 dias de faturamento zero. Despesas fixas: R$ 10.000,00 por mês, sobrevivência do empresário: R$ 5.000,00 por mês. Déficit: R$ 28.000,00.
    Previsão de encerramento permanente de atividades e decretação de estado de pobreza e necessidade do empresário: 23 de maio. Motivo: Fim da reserva pessoal. As famílias das 7 pessoas que trabalhavam na empresa estão já a partir de hoje em estado de necessidade. Contágio em barbearias se pudessem trabalhar 2 profissionais por vez com todo o protocolo de segurança: Zero.
    Mas, politicamente, fica bonito desafiar o PR. A quem interessa o caos?

  • Então como presidente deste pais deveria determinar o fim do isolamento horizontal. Votei nele, mas está me parecendo um banana, neste caso do Covid-19: só falando, só falando, só falando. Arre!

  • O presidente vem alertando isso desde março. Vai ver como ele está correr O em sua observação. Os males da economia parada são tão destrutivos quanto qualquer letalidade do vírus

  • O Mais triste é saber que tantos os governadores e prefeitos usam da narrativa mentirosa que estão preocupados com a saúde do povo, por isso essas medidas restritivas. Porém eles podem enganar muitas pessoas, mas não conseguem enganar a DEUS. E cada dor, cada morte, seja de uma criança, seja de um adulto e de tantas outras pessoas por conta da fome, eles irão pagar. E não tem como colocar a culpa da conta de ninguém, muito menos do Presidente. Pois DEUS vai cobrar do verdadeiro culpado. Se eles tivessem realmente preocupados com a saúde do povo, não iriam superfaturar equipamentos e materiais de proteção para o Covid-19. Enfim, mas deixa eles, acharem que estão se beneficiando,não estão. Ninguém, se beneficia fazendo o mal ao outro, só se engana ao achar isso, e pior, perde a própria alma por se permitir a esse engano.

  • Completando o anterior não era a favor do uma nova intervenção militar, porém eu acho que vai ter que acontecer. Prender os que desejam destruir e transformar isso aqui em uma Venezuela

Colunistas

Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...