fbpx

Bolsonaro aparece de surpresa em última sessão de Toffoli como presidente do STF

 


O presidente Jair Bolsonaro fez uma visita surpresa ao Supremo Tribunal Federal (STF), na última quarta-feira (9), a fim de prestigiar a última sessão de Dias Toffoli como presidente da Suprema Corte. O ministro Luiz Fux é o próximo a assumir o cargo.

Bolsonaro chegou ao plenário do STF acompanhado dos ministros da Defesa, Fernando Azevedo e Silva (general que já foi assessor no gabinete de Toffoli), e da AGU (Advocacia-Geral da União), José Levi, e da Secretaria-Geral da Presidência, Jorge Oliveira, por volta das 17h.

Toffoli convidou Bolsonaro para sentar-se ao seu lado no plenário do STF, posição ocupada por autoridades em sessões solenes do tribunal.

Ao se pronunciar, Bolsonaro elogiou os momentos em que Toffoli manteve diálogo com o governo. “O diálogo, o entendimento em momentos difíceis, apesar de ser bem mais novo do que eu, isso foi muito importante para o destino do nosso Brasil”, afirmou o presidente.

O presidente também enfatizou que chegou ao poder por meio do povo. “Cheguei aqui pelo voto, o senhores chegaram por indicação de um Presidente da República”, disse.

Em maio, Bolsonaro também fez uma aparição à Corte fora da agenda. À época, ele liderou a ida de um grupo de empresários ao tribunal, acompanhado do ministro Paulo Guedes (Economia) e também do general Azevedo.

Colunistas

Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...