fbpx

Brasil e Estados Unidos pretendem formar aliança mundial contra o aborto

 


Os governos do Brasil e dos Estados Unidos pretendem liderar uma aliança internacional que tem como princípios básicos a questão da saúde da mulher. A iniciativa é pautada pela decisão dos dois governos de reafirmar a rejeição ao aborto e a promoção da defesa da família.

Em discurso na Fundação Getúlio Vargas na última terça-feira (25/08), o embaixador dos Estados Unidos no Brasil, Todd Chaman, fez referência ao projeto. O embaixador afirmou que Brasil e Estados Unidos estão patrocinando a Declaração do Consenso de Genebra, que trata de temas de saúde da mulher e defesa da família.

Diante do anúncio, a esquerda abortista reagiu imediatamente. Nesta quarta-feira (2), a entidade esquerdista Conectas Direitos Humanos apresentou um requerimento à Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional e à Comissão de Direitos Humanos do Senado solicitando esclarecimentos do chanceler Ernesto Araújo sobre o tema.

Com informaçoes, Crítica Nacional

Colunistas

Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...