Brasil torna-se o maior mercado para Heineken em todo o mundo, mostra relatório



O reinado da Ambev no mercado brasileiro pode estar acabando, sendo dominado pela Heineken. A holandesa vem ganhando tanta preferência por aqui nos últimos tempos, que o Brasil tornou-se o maior mercado do mundo para a marca.

A informação foi divulgada ontem em relatório da Heineken. De acordo com os dados, o Brasil é o maior mercado em todo o mundo e, com a adição do Reino Unido e da Nigéria, atualmente 12 mercados vendem mais de 1 milhão de hectolitros da marca. Um hectolitro corresponde a 100 litros. (clique aqui para acessar o relatório)

O volume consolidado cresceu 3,1% organicamente durante todo o ano de 2019. Já o quarto trimestre foi encerrado com crescimento de 4,1%, impulsionado pelo aumento de “double-digit” (acima de 10%) no Brasil, Vietnã e Camboja.

De acordo com o site Poder360, a fabricante holandesa superou as expectativas e reportou crescimento de 13% no lucro líquido de 2019, o equivalente a € 2,16 bilhões (equivalente a R$ 10,2 bilhões), na comparação com o ano anterior.

“O lucro operacional da empresa cresceu 16,4%, para € 3,63 bilhões (R$ 17,2 bi). É o melhor desempenho da empresa em mais de 10 anos”, diz a reportagem.

Presidente do Conselho Executivo e CEO da empresa, Jean-François van Boxmeer comentou que o crescimento da marca Heineken acelerou para 8,3% em mais de 40 países e agora está disponível em 57 mercados. Um dia antes de os resultados serem divulgados, a empresa anunciou que Boxmeer deixará o posto de presidente após 15 anos.

A Ambev divulgará seu resultado referente ao quarto trimestre do ano passado no dia 27 de fevereiro.

(Com informações, Poder360)

Colunistas

Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...