Candidato do PSOL se esquiva de condenação criminal há 5 anos



Guilherme Boulos, o candidato à presidência pelo PSOL, foge há mais de 5 anos anos da justiça criminal para evitar condenação por dano qualificado contra o patrimônio público por protestos ocorridos na cidade de São José dos Campos-SP. À época, ele liderava a reação contra a desocupação de um terreno invadido na cidade. Em resposta à reintegração posse da propriedade ordenada pela justiça, ele liderou a reação de um grupo de pessoas que levou a atos de terrorismo que provocaram a destruição de um ginásio de esportes.

O candidato do PSOL já foi procurado pela justiça em mais de 10 endereços, ao baterem na porta dos locais onde provavelmente deveria ser encontrado, como em uma oportunidade a própria sede do MTST, movimento que preside desde sua fundação, os oficiais de justiça recebiam sempre a mesma resposta, a de que ninguém conhecia Guilherme Boulos por ali.

A ação penal é a de número 0002395-63.2012.8.26.0577, em trâmite na 1ª Vara Criminal de São José dos Campos.

Sobre o Colunista

Redação Terça Livre

Redação Terça Livre

7 Comentários

Clique aqui para comentar

Colunistas

Guilherme Galvão VillaniGuilherme Galvão Villani

Mariliense. Gosto pela Administração, Contabilidade e Finanças. Atu...

Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...