BrasilNotícias

Caroline Pletsch, presente

Um casal da Polícia Militar de Santa Catarina sofreu uma tentativa de assalto e foi baleado em uma pizzaria da Zona Norte de Natal. O crime aconteceu na noite desta segunda-feira (26) no conjunto Parque das Dunas. Segundo a PM, os dois foram socorridos, mas a policial não resistiu. Ninguém foi preso.

Os bandidos reconheceram os militares e atiraram duas vezes no sargento Marcos Paulo da Cruz, de 43 anos, e uma vez no peito da mulher dele, a soldado Caroline Pletsch, de 32, que morreu na hora. Vizinhos da pizzaria prestaram os primeiros socorros. O casal residia na cidade de Chapecó.

Ainda de acordo com a polícia, os assassinos chegaram em um carro e pararam o veículo próximo da pizzaria. Depois de levarem o dinheiro do caixa, os criminosos abordaram os clientes. Testemunhas contaram à PM que os bandidos perceberam que o policial estava armado e começaram uma briga.

Após atirarem no casal, os criminosos fugiram levando a arma do sargento. Os policiais catarinenses foram  levados ao pronto-socorro do Hospital Santa Catarina, também na Zona Norte da cidade. Ela, em estado grave, foi em uma ambulância. Ele, socorrido pouco depois por um dos funcionários da pizzaria, foi levado no carro alugado pelo próprio casal.

Policiais militares de vários batalhões de Natal se mobilizaram no socorro às vítimas e na tentativa de localizar os criminosos. Uma hora depois de dar entrada, eles receberam a notícia que a policial Caroline Pletsch havia morrido. O marido dela, foi encaminhado para o Hospital Walfredo Gurgel, na Zona Leste da capital potiguar.

Informações ainda não confirmadas que circulam nas redes sociais afirmam que o Sargento Marcos também teria falecido na noite dessa quarta-feira.

Nenhum movimento feminista ou ONG de direitos humanos se pronunciou sobre a tragédia.

Ver mais

Artigos relacionados

4 Comentários

  1. Eu tenho vergonha de viver nesse país de idiotas, que idolatram comunistas como se fossem heróis e ignoram os heróis como se fossem bandidos… Uma geração de inúteis foi formada nos últimos 33 anos. A moral, os bons costumes e o patriotismo foram trocados por indecência, desordem e alienação. Deus salve o Brasil das mãos desses crápulas vermelhos!

  2. É uma verdadeira tristeza o que nós vivemos…

    Se esse silêncio não confirma toda a hipocrisia do movimento marxista-gramsciniano, muitas outras coisas confirmarão!

    Que Deus abençoe a alma da policial, que com toda a certeza, será recebida por Ele com a mais justa e absoluta misericórdia no tempo da Quaresma.

  3. O que os direitos humanos diriam nesse caso: E eles não tivessem uma arma, será que ela não estaria viva? Pois fardados eles não estavam.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close