“Centrão” tornará oficial apoio a Geraldo Alckmin 

SP - ALCKMIN/FAPESP - POLÍTICA - O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, durante cerimônia que marca o início das comemorações dos 50 anos da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP), no auditório da FAPESP, na região oeste da capital paulista, nesta segunda-feira. 23/05/2011 - Foto: EDSON LOPES JR/NEWS FREE/AE


Democratas, PP, PR, PRB e Solidariedade vão oficializar o apoio ao tucano Geraldo Alckmin, na disputa pela presidência da República, nessa quinta-feira, 26.

Com isso, Alckmin terá mais de 14 minutos de tempo de televisão por dia durante a campanha presidencial. Essa era uma das preocupações dos tucanos, já que Geraldo Alckmin não consegue avançar nas pesquisas de intenção de votos.

Com a liderança do presidenciável Jair Bolsonaro (PSL) consolidada, conforme as principais pesquisas já divulgadas, os demais candidatos tentam chegar ao segundo turno com duas estratégias: artilharia pesada para cima de Bolsonaro e o agrupamento de alianças políticas.

O Centrão já demonstrou a ausência de conteúdo programático e o foco apenas na matemática eleitoral. Afinal, já chegou a negociar com o PDT de Ciro Gomes e até mesmo com o Partido dos Trabalhadores (PT), que insiste na narrativa da candidatura do ex-presidente condenado Luiz Inácio Lula da Silva, o Lula (PT).

A reunião que levou o “Centrão” para Alckmin ocorreu no dia de ontem, em Brasília, na cada do senador Ciro Nogueira (PP). O tucano conseguiu ainda o apoio do PTB, que será confirmado na convenção tucana. Agora, o PSDB discute quem será o vice de Alckmin, que deverá ser um nome indicado por um desses partidos, já que o empresário Josué Gomes (PR) negou o convite.

Se confirma a aliança com o PTB, Alckmin pode ultrapassar os 20 minutos de guia de televisão. Resta saber se – diante dos escândalos envolvendo muitos dos líderes do Centrão – isto será o suficiente para os planos tucanos.

Sobre o Colunista

Redação TL

Redação TL

1 Comentário

Clique aqui para comentar

  • Tem um erro de digitação no texto, ao invés de “na casa de Ciro Nogueira” está “na cada de Ciro Nogueira”.

Colunistas

Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...