Chanceler terá de explicar veto a expressões como “ideologia de gênero” em resoluções da ONU

Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil


Ernesto Araújo, ministro das Relações Exteriores do Brasil, terá de explicar na Comissão de Seguridade Social e Família, a “posição conservadora” do Brasil na ONU. 

Um requerimento de autoria das deputadas Fernanda Melchionna (Psol-RS) e Talíria Petrone (Psol-RJ), solicita que o chanceler explique “as recentes instruções dadas ao corpo diplomático no sentido de vetar nos textos e resoluções da ONU expressões relativas a gênero, feminismo e saúde reprodutiva”. A reunião será realizada às 10 horas desta quarta-feira (7) no plenário 7.

Entre os vetos do governo, estão termos como “igualdade de gênero”. O governo pede que sejam substituídos por “igualdade entre homem e mulher”. Questões que pudessem dar brechas a “direito sexual” também foram vetadas.

“O que se observa é que o ministro Ernesto Araújo está à revelia deste Poder Legislativo e mesmo do Judiciário, conduzindo o Brasil a um alinhamento ao conjunto de países mais retrógrados do mundo, no que diz respeito sobretudo aos direitos das mulheres e da população LGBTI, e ainda colocando em risco a liderança e credibilidade internacional de nosso país. Tudo isso sob o pretexto de combater um suposto ‘marxismo cultural’ ou ‘globalismo’”, aponta o texto do requerimento.

 

 

 

Sobre o Colunista

Bruna de Pieri

Bruna de Pieri

"Cheguei mesmo à conclusão de que escrever é a coisa que mais desejo no mundo" (C.L.) | Jornalista, Católica, 22 anos,

21 Comentários

Clique aqui para comentar

  • Tem que ir lá bater o pé e dizer: “é exatamente isso!”. Tem que mostrar ABSOLUTA convicção dos valores os quais se está defendendo, a saber, o valor da Civilização.

  • Cara, esses ministros do Bozo kkkk tinham que bolar uma maneira inteligente de zuar com a cara desses parlamentares nojentos sempre que eles os chamassem para “dar explicações” em plenário. Sem lá… usar 100% do tempo em tom sarcástico, irônico, debochado mesmo, esculachado, até o ponto de tirar os psolistinhas do sério e fazer a Roseira ter uma cria! Só assim, só na base do “hmmmm, é mesmo?!…” no estilo Calvin 🙂 é que a coisa vai começar a andar!

  • Essa turma da lacracao n perde tempo em tentar sabotar o governo do presidente, dando piti para querer manter suas asneiras e suas imundicies.

  • Haja paciência para o Chanceler Ernesto Araújo explicar para esta ONU dominada pelos globalistas e progressistas (comunistas) esta bagunça com os sexos que os globalistas querem fazer.

  • Como assim?
    A ONU e as deputadas do PSOL é quem tem que explicar por querem manter estes termos que só servem a um propósito: A MALIGNA ENGENHARIA SOCIAL

  • A ONU acreduta ser Deus!
    Porém Deus, é Jesus Cristo!
    Façamos o que Ele nos ensinou!! Chega de ” ideologias” nefastas! Basta!

  • Concordo com você, Quixaba Barros: “É triste ter de perder tempo tendo de dar alguma explicação a pessoas como essas deputadas.”

  • Países mais retrógrados do mundo!!!!!!.
    Ainda bem que estamos num dos poucos países do mundo onde se defende ainda o natural, o normal, o Homen e a Mulher.
    Que sejamos retrógrados, que sejamos atrasados, mas que tenhamos firmeza em defender a base de toda sociedade, A FAMÍLIA, composta de homem+mulher=filhos.

  • ONGs usam tráfico humano para alterar soberanias europeias – (Estudos Nacionais – 06/08/2019)

    Os migrantes da África e Oriente Médio são as principais vítimas da atual guerra migratória mantida por ONGs ligadas à ONU e financiadas por milionários europeus, contra as soberanias de países da Europa. A atividade das ONGs visa modificar a legislação de países europeus para fragilizar suas soberanias por meio de intervenções internacionais, seja de ONGs ou da própria ONU. Para isso, elas dizem “salvar” pessoas vulneráveis das mãos de máfias de tráfico humano, enquanto fazem exatamente o mesmo trabalho com navios mais caros e tratamento vip.

    https://estudosnacionais.com/coluna/cristianderosa/ongs-usam-trafico-humano-para-alterar-soberanias-europeias

  • Enquanto formos uma democracia terão que respeitar o direito de todos os brasileiros de uma forma geral, se o governo pensa assim tem que explicar baseado em quê, quanto aos cristãos, pelo visto não leram a bíblia pois Jesus em toda sua trajetória jamais disse uma só palavra sobre homossexualidade, deve ser por que o que importava para ele era o ser humano e não sua intimidade.

  • Impressionante ter que se deparar com essa falta de respeito e ainda observar que a vida alheia diz respeito à tanta gente desocupada. Um país grande , desenvolvido não deveria dar ouvidos “as marocas” e ir de encontro ao respeitos a pessoa independente do gênero e não boicotar ou sabotar o direito de pessoas que são obrigadas pelo preconceito ou insegurança de quem não se “garante” viver as margens da sociedade. Esse governo de merda nada tem feito para o povo e se preocupa somente em manter empregados e bem empregados a família do presidente. É a mais velha política assistida mudaram o partido de ladrões mais o líder da nova quadrilha permanece no poder.

  • O Brasil tem que cagar pra ONU, pois quem mandar no Brasil são os brasileiros… O ONU que vá mandar na Coreia do norte. Venezuela, que é cheio de esquerda igual ela… Pessoal doente…

  • Esse pessoal de esquerda, abusa nessa defesa enlouquecida por termos como” ideologia de gênero”.

    A maioria dos brasileiros é contra e ponto final.

  • Tanta coisa séria importante que está se degradando saúde…segurança….um verdadeiro caos e as pessoas aqui preocupadas com a sexualidade dos outros pouco me importa o sexo dos outros não mexendo com o meu não pedindo o meu emprestado..kkk…estou preocupado é com a saúde e a segurança que caminham juntas para o abismo….o presidente se elegeu com um discurso baseado na melhora da segurança quando saiu do Hospital disse que ia olhar e favorecer a saúde e ai? Nada mudou pra melhor só tem piorado….Vamos discutir o que realmente importa?

  • Sempre o Psol e sua turminha…Nas próximas eleições creio que o povo, que em sua maioria é sim conservador, deverá sim, se unir e lutar para tirar essa essas ratazanas do poder. O Brasil precisa reagir a tanto abuso.