China aciona reator nuclear



O reator nuclear EPR de Taishan 2, no sul da China, entrou em funcionamento ontem, anunciou nesta quarta-feira o presidente da empresa francesa EDF, Jean-Bernard Lévy.

“A reação nuclear foi autorizada e ontem, dia 28, o reator chinês foi acionado pela primeira vez”, disse Lévy à rádio Europe 1, antes de afirmar que o reator Taishan 1, que até agora era o único de nova geração no mundo, “funciona muito bem”.

O combustível nuclear foi colocado no início de maio no reator EPR Taishan 2, localizado na costa de mesmo nome, na província chinesa de Guangdong.

A EDF possui 30% da empresa conjunta responsável pela construção e exploração dos dois reatores. Os grupos chineses CGN e Yuedian possuem, respectivamente, 51% e 19%.

A EDF está construindo outro reator EPR em Flamanville (França), enquanto o grupo francês Areva SA está envolvido em uma obra similar na Finlândia, mas os dois projetos que estão atrasados.

Fonte: AFP

Tags

Sobre o Colunista

Fernanda Salles

Fernanda Salles

Jornalista/Repórter

2 Comentários

Clique aqui para comentar

  • Preferiríamos que a China continuasse a desenvolver a fusão nuclear com plasma ao invés da fissão que continua sendo uma opção arriscada.

  • China esta investindo muito na tecnologia nuclear.

    O ultimo fórum de energia nuclear no brasil contava com uma verba de 500 mil reais do governo brasileiro, a verba foi cortada devido a contenção de gastos públicos meses antes do congresso. Adivinha quem bancou o congresso? Sim, os chineses!

Colunistas

Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...