fbpx

Cidadãos da Bolívia pedem renúncia do TSE no país

manifesto Bolívia 2
 


Manifestantes de movimentos, políticos de oposição ao governo de Evo Morales e membros do Comitê para Defesa da Democracia (Conade), marcharam nesta segunda-feira (10/6) em La Paz, na Bolívia, para exigir a renúncia do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e o respeito ao referendo popular conhecido como 21F, que negou ao atual presidente uma nova participação no pleito eleitoral que acontece este ano.

O Comitê Cívico de Santa Cruz entregou uma carta na sede do Corpo Eleitoral exigindo que as autoridades abandonem os cargos.

Declaramos que, para o exercício da tentativa de continuar administrando uma eleição tendo perdido toda a credibilidade no exercício das suas funções, com a autorização da dupla decisão atropelando as pessoas e vontade, vamos ser forçados a aumentar as mobilizações e medições de pressão a nível nacional“, consta no texto da carta.

O manifesto foi cercado de um forte aparato policial que impediu que todos os cidadãos chegassem à Corte.

Hoje o povo boliviano em uma segunda-feira, um dia da semana, veio para fazer suas vozes ouvidas e que o respeito do pedido para a democracia, para que se reflete na exigência de que os membros a demitir-se porque eles não deram as garantias, ter atropelado a vontade do povo.“, disse Luis Fernando Camacho, presidente da cívida de Santa Cruz, à imprensa em La Paz no final da marcha.

manifesto Bolívia

Sobre o Colunista

Ricardo Roveran

Ricardo Roveran

Estudante de artes, filosofia e ciências. Jornalista, crítico de arte e escritor. Escrevo por amor e nas horas vagas salvo o mundo.

Twitter: @RicardoRoveran

6 Comentários

Clique aqui para comentar

  • Como está a questão de emprego e segurança na Bolivia? Qual cidade voce recomendaria positivamente pra alguem que deseja viver aí?

  • Luis Ernesto, um acordo bi lateral entre Brasil e Bolívia, trabalhar na Bolívia não é algo difícil. A “depender da atividade você paga 2000 bolivianos (1250 reais) e compra um visto de trabalho por 1ano. Emprego não está fácil lá também, por com a barreira do idioma. Mas no geral as instituições funcionam, as cidades são infinitamente mais seguras que as nossas. De forma empírica e pela minha percepção, a cidade de 300 mil habitantes mas tranquila no Brasil, está longe de ser comparada com a mesma população na Bolívia. Nos sentimos muito mais seguros na Bolivia.

  • O gosto do poder sobe a cabeça de alguns poucos, achando que problemas só podem ser resolvido por eles, sendo estes mesmos que criaram estes problemas. É fato que muitos são bitolados em partidos que só atendem os pedidos da população quando estes atendem a sua ambição.

Colunistas

Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...