NotíciasPolítica

Ciro Gomes: “Eu não quero é fazer campanha com o PT nunca mais”

Na manhã de hoje, ao votar, o ex-ministro Ciro Gomes (PDT) deixou transparecer a “mágoa” com o PT que já havia sido externada por seu irmão Cid Gomes (PDT), em um evento que era favorável ao candidato à presidência Fernando Haddad (PT).

Ciro, que na pré-candidatura à presidência, acreditou que poderia ser um nome com o apoio do PT diante da crise que o partido vivia, levou uma rasteira dos petistas. Em entrevista à imprensa, após o voto, destacou que não era “neutro” no segundo turo, mas que “desde a primeira hora” tomou posição: “Eu não quero é fazer campanha com o PT, nunca mais”.

Gomes já tenta construir uma via de oposição independente do presidente eleito para fortalecer um grupo político mirando em futuras eleições, capitaneando as esquerdas. “Minha posição é a mesma de antes. Se que quisesse aderir a alguma das duas forças eu teria feito antes”.

Ciro Gomes tenta se distanciar ao máximo do PT, mesmo tendo uma biografia intimamente ligada ao partido e já tendo defendido o ex-presidente condenado Luiz Inácio Lula da Silva (PT) com duras críticas ao juiz Sérgio Moro. Ciro já está de olho no espólio. Nada além disso.

Tags
Ver mais

Artigos relacionados

2 Comentários

  1. Esse ae é outro FDP de extrema esquerda que infelizmente engana alguns alienados, o governo Bolsonaro precisa desaparelhar as instituições, e começar a investigar esse safado, deve ter muito podre dele escondido lá no Ceará para se apurar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Close