fbpx

Colômbia endurece política repressiva contra drogas

colombia
 


A Colômbia endureceu sua política contra as drogas mediante um decreto que permite à polícia apreender até pequenas quantidades de entorpecentes de uso pessoal.

O maior produtor mundial de cocaína endureceu sua política repressiva contra as drogas mediante um decreto do governo que permite à polícia da Colômbia apreender até pequenas quantidades de entorpecentes de uso pessoal.

O presidente Iván Duque firmou nesta segunda-feira (01) a polêmica ordem que dá as “ferramentas à polícia” para “destruir” qualquer quantidade de entorpecentes nas ruas, incluindo maconha e cocaína de uso pessoal, o que estava descriminado desde 1994.

As força pública poderá “destruir as drogas nas ruas das nossas cidades; destruir qualquer quantidade”, declarou o presidente, justificando a medida pelo “alarmante incremento” do consumo interno.

Mas quem for interpelado com a quantidade mínima tolerada da substância proibida será apenas multado, sem incorrer em detenção. Caso a pessoa interpelada comprove que é dependente químico, a droga apreendida lhe será devolvida.

Fonte: Tarciso Morais – Renova Mídia

Sobre o Colunista

Ricardo Roveran

Ricardo Roveran

Estudante de artes, filosofia e ciências. Jornalista, crítico de arte e escritor. Escrevo por amor e nas horas vagas salvo o mundo.

Twitter: @RicardoRoveran

2 Comentários

Clique aqui para comentar

  • Toda essa história envolvendo drogas é um absurdo para a lógica.
    Se o indivíduo é dependente químico recebe a droga de volta?
    Como pode ser legal algo que é fruto da ilegalidade? A origem criminosa é conhecida.

Colunistas

Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...