Comissão que analisa programa Médicos pelo Brasil ouve Weintraub e cubanos

O senador Confúcio Moura, o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandeta, e o deputado Ruy Carneiro na instalação da comissão que vai analisar o novo programa de saúde do governo federal


A comissão que analisa a MP que cria o programa Médicos pelo Brasil, substituto do Mais Médicos, realiza audiências na terça (3) e quarta-feira (4).

Nesta terça, devem ser ouvidos o ministro da Educação, Abraham Weintraub e representantes do Ministério da Saúde e da secretaria de Educação Superior do Ministério da Educação.

Na quarta, são aguardados representantes da Associação dos Médicos Cubanos, da Associação dos Médicos Formados no Exterior, da Rede de Médicas e Médicos Populares, da Associação Médica Nacional Maíra Fachini e do Ministério da Saúde.

Ambas as reuniões são previstas para começarem a partir das 14h30 e podem contar com comentários e perguntas de internautas no portal e-Cidadania, segundo informa a Agência Senado.

Criado pelo governo atual, o Médicos pelo Brasil tem o objetivo de suprir a demanda de médicos no país, além de formar especialistas em Medicina de Família e Comunidade.

Ao todo, serão oferecidas 18 mil vagas, sendo 13 mil em municípios de difícil acesso. 55% das oportunidades serão abertas em municípios do Norte e Nordeste, em áreas mais pobres. O edital com as primeiras vagas deve ser publicado em outubro.

O novo programa vai mudar a forma de seleção dos profissionais. Antes, bastava fazer a inscrição pela internet. Agora o candidato vai ter que fazer uma prova escrita e, quem for aprovado, já vai poder trabalhar. Porém, o candidato selecionado deverá passar por um curso de especialização em Medicina da Família nos primeiros dois anos.

Sobre o Colunista

Bruna de Pieri

Bruna de Pieri

"Cheguei mesmo à conclusão de que escrever é a coisa que mais desejo no mundo" (C.L.) | Jornalista, Católica, 22 anos,

3 Comentários

Clique aqui para comentar

  • Os grotões do Brasil sempre tiveram falta de médicos .
    Mas é natural . Quem é que depois de muitos anos de escola de medicina quer se embrenhar numa selva que ninguém jamais ouviu falar e tem peso político igual a zero ?
    Como foi que nasceu o Mais Médicos ? Não foi nenhum brasileiro que veio com esta , e sim os cubanos que já faziam isto antes , e se a coisa pegasse no Brasil, o faturamento seria na casa dos bilhões. Para dar andamento ao Foro de São Paulo , aquela reunião de bandidos esquerdistas que querem dominar a América Latrina , os médicos cubanos vieram para cá , mas recebiam só uma parte do pagamento , ficando a cúpula comunista cubana com a maior parte da grana , e isto porque o comunismo não explora os trabalhadores . Ficou claro que isto era só discurso.
    A insensatez e hipocrisia deste programa cubano era tanta , que nem precisou o Bolsonaro tomar posse e manda-los embora . Foram embora sozinhos. E ficou o dilema : como repor estes médicos ? Facil . É só pagar bem.

Blog Authors

Guilherme Galvão VillaniGuilherme Galvão Villani

Mariliense. Gosto pela Administração, Contabilidade e Finanças. Atu...

Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...