BrasilNotícias

Congresso abortista no Rio promoverá assassinato de bebês até o sexto mês de gestação

Em outubro desse ano, o Congresso Mundial de Obstetrícia e Ginecologia (FIGO) ocorre no Brasil. Em pauta, em um dos painéis, ao invés de uma discussão científica, uma declarada agenda militante pró-aborto.

Sediado Rio de Janeiro, o evento terá uma fase pré-congresso com curso de tecnologias em aborto. Como coloca o site Estudos Nacionais, “o objetivo é preparar médicos para a realização de abortos induzidos, no primeiro e no segundo trimestre de gestação”.

Ao todo, o Congresso terá 48 “colóquios” não sobre o tema do aborto, como diz o material de divulgação, mas sim sobre a defesa do aborto. Incluirá ainda palestras com a militante pró-aborto Débora Diniz, que é presidente do Anis.

Para isso, a militância pró-aborto conta com diversas ONGs que lutam pela legalização do procedimento no Brasil, que é a morte de bebês.

O evento conta com fundações, ONGs, clínicas de aborto etc. Trata-se de uma imensa rede que movimenta muito dinheiro e financia estratégias de associações de obstetras e ginecologistas para que se tornem aliadas da causa da legalização.

Tags
Ver mais

Artigos relacionados

4 Comentários

  1. O Brasil está completamente destruído, a sociedade não precisa de leis diabólicas contra crianças indefesas, mas sim leis contra a impunidade que assola o país.
    As escolas brasileiras não formam intelectuais, mas militantes que só querem um estado totalitário.

  2. “Curso de tecnologias em aborto”… Deus me perdoe mas por que essa galera que odeia tanto crianças não se matam logo?! que negócio diabólico da por**! Bando de canalhas! O povo brasileiro por diversas vezes rechaçou propostas de aborto no país, entretanto esses diabos insistem em querer forçar essa merda por aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Close