Cruzada católica: 40 dias de jejum e oração pelo Sínodo na Amazônia

 


O cardeal Raymond Leo Burke e o Bispo Athanasius Schneider, publicaram na última quinta-feira (12) o documento “A CRUSADE OF PRAYER AND FASTING: TO IMPLORE GOD THAT ERROR AND HERESY DO NOT PERVERT THE COMING SPECIAL ASSEMBLY OF THE SYNOD OF BISHOPS FOR THE PAN-AMAZON” em que pedem aos fieis católicos que façam uma “cruzada” de 40 dias de jejum e oração pelo Sínodo da Amazônia.

A proposta é iniciar a quarentena nesta terça-feira (17) e seguir até 26 de outubro, data que antecede o encerramento do Sínodo.

A orientação é de que todos os dias, os católicos dediquem ao menos uma dezena do rosário e façam jejum uma vez por semana.

As principais intenções pelas quais Burke e Schneider pedem orações são:

  1. Pelo panteísmo implícito no instrumento de trabalho do sínodo. Os dois padres da igreja alertam que o documento promove uma socialização pagã da “Mãe Terra”, expressão baseada na cosmologia das tribos amazônicas, totalmente contrária aos ensinamentos da Igreja;
  2. A concepção das superstições pagãs como sendo fontes de Revelação Divina e “caminhos alternativos” para a salvação, além da ideia de que Deus continua a se comunicar na história através do consciência dos povos e os gritos da natureza;
  3. O Sínodo propõe o diálogo cultural ao invés da evangelização dos povos. O Instrumentum Laboris contém a teoria de que os indígenas já receberam a revelação divina e que a Igreja Católica na Amazônia deveria passar por uma “missão e conversão pastoral ”, em vez de introduzir doutrina e a prática da verdade. O documento diz também que a Igreja deve enriquecer-se com os símbolos e ritos da Igreja.
  4. A ordenação sacramental de homens e mulheres, concedendo direito de que realizem inclusive rituais xamânicos. O Instrumentum Laboris apoia a adaptação dos ministérios católicos aos costumes ancestrais de povos indígenas, concedendo ministérios sacerdotais às mulheres e ordenando homens casados da comunidade, como padres de segunda classe, privados de parte de seus poderes ministeriais, mas capazes de realizarem os rituais xamânicos.
  5. A proposta de uma ecologia integral que rebaixa a dignidade humana, já que o Instrumentum Laboris relativiza a antropologia Cristã (que reconhece a pessoa humana como imagem e semelhança de Deus e, portanto, o pináculo da criação material) e a sintoniza com a visão panteísta, considerando o ser humano um mero elo na ecologia da natureza, colocando o desenvolvimento socioeconômico como uma agressão à “Mãe Terra”;
  6. Um coletivismo tribal que mina a singularidade e a liberdade pessoal de cada um. De acordo com o Instrumentum laboris, existe a proposta de uma “conversão ecológica” integral, que inclui a adoção do modelo social coletivo das tribos indígenas, onde a personalidade e a liberdade individuais são prejudicadas.

O cardeal Burke e Dom Athanasius finalizam o documento com o alerta de que os erros e heresias teológicos que estão implícitos e explícitos no Instrumentum Laboris  são “uma manifestação alarmante da confusão, erro e divisão que assolam a Igreja em nossos dias”.

Eles salientam ainda que NINGUÉM pode se furtar das informações sobre os erros teológicos e às heresias a que a Igreja Católica está sendo exposta com este Sínodo da Amazônico, nem de ajudar a combatê-los por amor à Cristo e à Igreja.

“TODO CATÓLICO, como verdadeiro SOLDADO DE CRISTO, É CHAMADO A SALVAGUARDAR e PROMOVER AS VERDADES DA FÉ e a DISCIPLINA com que essas verdades são HONRADAS NA PRÁTICA, para que a assembléia solene dos Bispos não traía a missão do Sínodo, que é “ajudar o pontífice romano com seus conselhos, para salvaguardar e aumentar a fé e a moral, observando e consolidando a disciplina eclesiástica” (can. 342) […]”, aponta o documento

Sínodo da Amazônia

O encontro foi proposto pelo Papa Francisco. Segundo ele “o objetivo principal é identificar novos caminhos para a evangelização daquela porção do Povo de Deus, especialmente dos indígenas, frequentemente esquecidos e sem perspectivas de um futuro sereno, também por causa da crise da Floresta Amazônica, pulmão de capital importância para nosso planeta”, diz o site da Rede Eclesial Pan-Amazônia, responsável pela elaboração do documento de trabalho.

O Cardeal Walter Brandmüller, historiador da Igreja e co-autor do documento de “dubia”, a famosa carta com questionamentos ao Papa Francisco sobre Amoris Laetitia, também já criticou e o Instrumentum Laboris.

Brandmüller alerta que as as florestas da região amazônica vêm se declarando como um “locus theologicus”, ou seja, uma fonte especial de revelação divina cercada por “religiões naturais” que se dizem cristãs.

Walter Brandmüller alerta que o Sínodo pode violar as verdades reveladas pela fé católica e trazer, como consequência, a autodestruição da Igreja e transformar o Corpo Místico de Cristo “em uma espécie de ONG secular com um papel ecológico-social-psicológico”.

O sínodo será realizado em Roma, entre os dias 6 e 27 de outubro.

Sobre o Colunista

Bruna de Pieri

Bruna de Pieri

Jornalista e católica.

27 Comentários

Clique aqui para comentar

  • Este Sínodo é mais um instrumento da esquerda para minar os valores conservadores na tentativa da instauração da ordem comunista. Fiquemos atentos. Orar, jejuar, e, agir contra este movimento, é nossa obrigação. Juntos somos mais fortes! DEUS acima de todos!

  • Quantos meses, anos serão necessários para o jejum pelos crimes da igreja católica desde a invenção de Adão e Eva até às inúmeras violências contra o mundo, contra as mulheres, contra as crianças, quanto seria necessário? Eu sei, nenhum jejum resolve. Ficam inventando esses “eventos” para que o povo se distancie dos seus crimes. Temos que orar muito pelo nosso Brasil porque quando a parte podre da igreja católica começa a por a mão sempre foi e será muito ruim, nada de bom sai dessa gente.

  • Eva querida, acho q as Sagradas Escrituras q provavelmente vc carrega em baixo do braço veio dessa gente podre a qual vc se refere. Toda família tem gente de quem nos orgulhamos e tantos outros que preferimos deixar de falar pq estaríamos manchando a nossa própria história.
    Cuidado com seu ódio pela igreja católica e lembre-se q ela é a raiz de todo o cristianismo !

  • Até onde sei a igreja católica não fala e responde pelos cristãos, aliás não vi em nenhum momento sequer o papa fazer referência ou alguma oração aos cristão que são massacrados na África e Oriente. Segundo e erroneamente a igreja católica não é a origem de outras igrejas, pode ser de outras religiões, para quem sabe qual a diferença entre igreja e religião, a origem da igreja cristã é Cristo, a igreja Cristã responde a Cristo, ele é o eterno Senhor, a quem a igreja deve se ajoelhar.
    “Que manifestou em Cristo, ressucitando-o dentre os mortos, e pondo-o à sua direita nos céus, Acima de todo principado, e poder, e potestade, e domínio, e de todo o nome que se nomeia, não só neste século, mas também no vindouro; E sujeitou todas as coisas a seus pés, e sobre todas as coisas o instituiu como cabeça da igreja, Que é o seu corpo, a plenitude daquele que cumpre tudo em todos.” Efésios 1: 20-23. Igreja são aqueles que seguem a Cristo.
    “Assim diz o Senhor: Maldito o homem que confia no homem, e faz da carne o seu braço, e aparta o seu coração do Senhor!” Jeremias 17:5

  • AVISO aos ignorantes: o ser humano aguenta, em média, 2 SEMANAS sem comer. Depois disso, corre RISCO DE VIDA, ok? 😉 KKKKKKKKKKKK! 😀

  • Eu moro na Amazônia e conheci muitos grotões e posso afirmar com convicção vwue a igreja católica não ensina nada de religião, só serve para incitar luta de classe, a Amazônia é em sua maioria evangélica, e consideram o catolicismo coisa do diabo, imaginem um padre pregando greve, invasão, ocupação, é o que se vê por aqui!

  • Eles pedem jejum às sextas feiras (podendo ser o chamado “jejum da Igreja – 3 refeições no dia, uma completa e duas mais leves) e ao menos uma dezena do Rosário na intenção pedida. Não é impossível, ninguém vai morrer por isso. Em tempo, para os desavisados, informo que Jesus fundou a Igreja Católica… Ele mesmo é catolico, portanto. A Igreja Católica pertence à Ele. E sim, a Igreja Católica organizou toda a Bíblia e tb foi a Igreja que difundiu as universidades (que trágico, se pensarmos no estado que muitas universidades estão hoje, mas enfim…). É uma história de 2 mil anos linda e luminosa. O que se passa agora já estava previsto e só vai piorar. Mas como eu disse antes… A Igreja é DELE. Tudo está e ficará bem. Quanto à nos: oração, jejum e olhar na eternidade!

  • Porquê os políticos não usam o dinheiro do fundo partidário (fundão da vergonha) para ajudar a apagar os focos de queimada na Amazônia. Será que a campanha eleitoral é mais importante do que salvar a floresta e os animais que estão sendo queimados vivos???

  • Irma Grace Macedo. oce fala como quem recebeu o Espirito Santo. O Nosso Amo e Senhor Jesus ja sabia que viriam quem quisesse atacar, insultar e destruir a Sua Igreja! Mas Ele nos prometeu estar connosco ate os fins do tempo e que a portas do inferno nao prevalerceriam contra nos.

  • Juliana dos Quadros Silva, consegue explicar as suas afirmaçoes” Jesus era católico ” e ” Jesus fundou a igreja catolica”? Fiquei curiosa.

  • Os ignorantes precisam mesmo de catequese, meditem a palavra de Deus, o mundo está essa bagunça medonha por causas dos fariseus atuais. Jesus jejuou 40 dias, 40 noites. Quem não acredita no jejum está chamando o próprio Jesus Cristo de mentiroso. Cuidado meus queridos com as sereias desse mundo! Oração, penitência, sacrifício.

  • Isabel Monteiro:
    “Bem aventurado és tu, Simão, filho de Jonas, porque não foi a carne, e o sangue que te revelaram isso, mas meu Pai que está nos céus. Por isso Eu te digo que tu és Pedro, e sobre essa pedra edificarei a minha Igreja, e as portas do inferno não prevalecerão sobre ela”. (Mt XVI, 17-18).

    Então, Cristo fundou a sua Igreja sobre Pedro, constituindo-o como autoridade fundamental da Igreja.

    Ora quem tem as chaves de alguma coisa, é quem tem a autoridade sobre ela.

    Ocorre que foi Jesus mesmo quem desejou a Igreja como uma instituição hierárquica e “as próprias diferenças que o Senhor quis que existissem entre os membros do seu Corpo servem a sua unidade e missão” (Catecismo da Igreja Católica, n. 873).

    De fato, é somente na Igreja Católica que a Igreja de Cristo existe plenamente e, por isso, não poderão se salvar “aqueles que, não ignorando ter sido a Igreja católica fundada por Deus, por meio de Jesus Cristo, como necessária, contudo, ou não querem entrar nela ou nela não querem perseverar” (Lumen Gentium, II, 14).

    Ao longo do tempo alguns cristãos romperam com a Igreja que Jesus fundou, e assim o nome foi necessário para distinguir esta Igreja desde daquela que eles romperam com ele. Porque todas as rupturas eram particulares, em grupos locais, foi decidido chamar a Igreja que Jesus fundou de “universal” (em grego, kataholos = “de acordo com o todo”), e, portanto, o nome católico foi dado a ela.

    Acho que já ‘tá’ bom!

  • Ailton Júnior, IMPECÁVEL sua explicação. Só não entende quem não quer. Quem tem o espírito de revolta que as seitas derivadas de Lutero tanto alimentam.

  • Caras almas, para aqueles que odeiam a Igreja, entendam que a Igreja Católica é a única verdadeira Igreja de Jesus Cristo. Infelizmente, a fumaça de satanás penetrou na Igreja católica, pois ele a quer destruir, há sim uma parte podre dentro da Igreja e que serão julgados por isso. São sacerdotes e bispos vermelhos infiltrados para justamente dizimá-la por dentro. Mas temos duas promessas, uma é do próprio Cristo – “As portas do inferno não prevalecerão contra Ela”, e segundo, a Mãe de Cristo disse em Fátima, Portugal – ” Por fim, meu Imaculado Coração Triunfará”.

  • Papa herege, comunista e vagabundo! As palavras precisam ser claras! Esse lixo tem que ser tirado de lá! Tem que ser a primeira expulsão de um papa! Tem cristãos morrendo nas mãos de muçulmanos na áfrica e oriente médio e de comunistas na china e coréia do norte e esse desgraçado vem se preocupar com girafas na amazônia? Tudo pra atender a uma narrativa global? Isso é uma canalhice, um escárnio, um nojo! Acabou com qualquer imagem de santidade ou nobreza construídas por Papas anteriores! que saudade de João Paulo II!

Colunistas

Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...