Delegado Cavalcante para o Terça Livre: material sexualizado para crianças no Ceará NÃO É fake news

delegado Cavalcante 2


Em entrevista exclusiva concedida ao Terça Livre na tarde desta quarta-feira (4/9), o deputado estadual, Francisco de Assis Cavalcante Nogueira, conhecido como Delegado Cavalcante (PSL-CE), afirmou que as denúncias feitas pela jornalista Regina Villela, são verídicas.

A jornalista havia denunciado dias atrás nas redes sociais dela um material escolar com conteúdo sexual que seria distribuído para escolas do Ceará.

A prefeitura do Ceará emitiu uma nota afirmando que a denúncia não procedia.

O deputado se manifestou nas redes sociais dele hoje atestando que se trata de uma denúncia real e não de uma mentira.

O Terça Livre entrou em contato com ele e ele confirmou a história. Segundo o deputado existem seis testemunhas oculares, pessoas que participaram da reunião para distribuição do material, além de outras provas.

Confira a entrevista completa abaixo:

Sobre o Colunista

Ricardo Roveran

Ricardo Roveran

Estudante de artes, filosofia e ciências. Jornalista, crítico de arte e escritor. Escrevo por amor e nas horas vagas salvo o mundo.

Twitter: @RicardoRoveran

42 Comentários

Clique aqui para comentar

  • Prender o mono maníaco fanático, insultando e intimidando famílias, usando crianças nas escolas.

    Também os programas de tvs.

  • TARADOS DENTRO DAS ESCOLAS!
    Incentivo da globolixo.
    Art. 142 contra PÁRIAS! Prende, apreende… fuzila.
    Um basta né?

  • Cheio de esquerdinhas contestando.
    As nossas crianças precisam ser protegidas.
    Parabéns Delegado!!!!

  • @Maria
    Um delegado, uma pessoa acostumada a seguir um código de conduta e tem uma reputação a zelar confirmou a notícia.

    O mesmo já afirmou que: “existem seis testemunhas oculares, pessoas que participaram da reunião para distribuição do material, além de outras provas”

    Entende-se que EXISTEM provas!

    A investigação já é a segunda parte do processo, mas pelo que temos aqui, pelas pessoas envolvidas, já podemos fazer um juízo de valor de acordo com o que nos possa parecer mais lógico.

    O resto é paranoia sua.

    Outra, risadinhas no final de cada conversa não lhe trarão a razão.

  • #Maria
    Pelos seus comentários posso constatar que você além de paranoica, é uma analfabeta funcional, ou seja, lê e não entende o que lê.

    Mais uma vez, a investigação é uma outra etapa onde as provas e evidências serão analisadas e só então um julgamento será proferido.

    Mesmo que o delegado esteja mentido e não existam provas, o que acho muito pouco provável pois ele tem muito a perder, isso NÃO torna o Terça Livre um portal de fake news, pois a DENÚNCIA existiu, isso é FATO. Mas como analfabeta funcional você não consegue diferenciar uma coisa da outra e nem entende que jornalista NÃO tem que levantar provas, quem tem que fazer isso é a parte acusadora.

    E de novo, risadinhas no final de cada resposta não lhe trarão a razão.

  • @Luciano , se jornalistas não precisassem levantar provas, então eles poderiam publicar qualquer porcaria e saírem impunes, olha a BESTEIRA que você está falando! E quem foi o primeiro a levantar a acusação foi a Regina Villela, oras. 😉 KKKKKKKKKKKKKKKKKK! 😀

  • @Maria
    Além de paranoica e analfabeta funcional, você é uma alienada.

    Já pensou se o jornalismo funcionasse do jeito que você fala?

    Nós só saberíamos do mensalão depois das condenações na justiça, depois de todas provas analisadas e sentença de condenação proferida. A manchete seria sempre no passado, tipo “Ocorreu um mensalão”. O Petrolão só recentemente saberíamos que ocorreu, devido a lentidão do processo judicial.

    Em que mundo você vive? Nem a extrema imprensa faz levantamento de provas para divulgar as notícias. Todo jornalista age assim, ocorre um fato, ele decide se tem relevância para a população e o relata se assim decidir. O Terça Livre fez exatamente isso, relatou uma denúncia relevante, não definiu culpados.

    Olha, você já está passando vergonha.

    Mais uma vez, risadinhas no final de cada conversa não lhe trarão a razão.

  • @Maria

    Sobre seus links anteriores, o primeiro não diz me nada e o segundo tem um parágrafo mal colocado afirmando que EXISTE uma cartilha imprópria para crianças. Contudo nos parágrafos seguintes é explicado que se trata de uma denúncia do deputado André Fernandes.

    Sugestão para você: Crie vergonha na cara

    Risadinhas no final de cada conversa não lhe trarão a razão.

  • Os pais têm q conversar seriamente com seus filhos sobre isso, MESMO PEQUENOS!! olhem o material de seus filhos, conversem! Não deixem sexualizarem as crianças, isso é gravíssimo a longo prazo…tudo tem seu tempo.

  • Precisa ter muito ódio do PT pra acreditar nessa história. É tanto ódio que a pessoa perde a capacidade de julgamento e análise. Obs: o PT é uma quadrilha que deveria ser desbaratada, mas não podemos perder a razão. Cadê a gráfica responsável pela impressão? Qual é o nome dos redatores do material? Vocês não sabem.

    O André Fernandes já acusou o colega Nezinho Farias de envolvimento com facção criminosa. Pediu desculpas e não sabia onde enfiar a cara. Não aprendeu a lição e agora acreditou nessa outra historinha absurda. Aguardem. Daqui a pouco , se ele tiver coragem, vai se desculpar novamente.

  • @Luciano , diga isso para aqueles “jornalistas” IRRESPONSÁVEIS que condenaram injustamente pessoas inocentes da ESCOLA BASE (1994), lembra-se? Um caso daquele JAMAIS deverá se repetir! Aqui na Internet pessoas SENSATAS exigem PROVAS ROBUSTAS e/ou FONTES FIDEDIGNAS de suas acusações/acusações, principalmente quando gera POLÊMICA, caso contrário, no mínimo será QUESTIONADO ou POSTO EM DÚVIDA. Aliás, essa é uma das reclamações recorrentes de alguns internautas que vi aqui no Terça Livre: “CADÊ A FONTE/PROVA?” 😐 KKKKKKKKKKKKK! 😀

  • @Maria

    Você traz mais do mesmo.

    Já quebrei todos os seus argumentos nas respostas anteriores.

    Mas não espero que você entenda, afinal seria esperar muito de uma paranoica, analfabeta funcional e alienada.

    Risadinhas no final de cada conversa não lhe trarão a razão.

  • @Ricardo Roveran , eu reparei que vocês do Terça Livre deletaram vários dos meus comentários. Isso é MAU SINAL, heim!? 😐 Não pensem vocês que poderão fazer o mesmo caso as Agências Anti Fake News ou Fact-Checking peguem vocês soltando “notícias” duvidosas ou Fake News. Já falei e repito: vocês são FAMOSOS em postar Fake News (conhecimento público e geral) aqui na Internet, além da mania de não postarem FONTES FIDEDIGNAS e/ou PROVAS ROBUSTAS em suas matérias, ok? 😐 KKKKKKKKKKKK! 😀

  • @Maria

    Já não cansou de passar vergonha aqui?

    Acha que alguém aqui te dá credibilidade?

    Risadinhas no final de cada conversa não lhe trarão a razão.

  • @Maria

    Quebrei sim, mas como analfabeta funcional você não tem essa percepção.

    Risadinhas no final de cada conversa não lhe trarão a razão.

  • @Luciano , se alguém aqui me dá credibilidade? Eu acho que sim, heim!? 🙂 Já vi vários internautas que costumam acessar o Terça Livre reclamarem depois de questionar “CADÊ A FONTE!?”. Aliás, nem precisa não é mesmo? Virou a pergunta padrão dos usuários SENSATOS na Internet e Redes Sociais: “CADÊ A FONTE!?”, “CADÊ A FONTE!?”, “CADÊ A FONTE!?”, “CADÊ A FONTE!?”, “CADÊ A FONTE!?”, “CADÊ A FONTE!?”, “CADÊ A FONTE!?” ,”CADÊ A FONTE!?” ,”CADÊ A FONTE!?”, “CADÊ A FONTE!?”, “CADÊ A FONTE!?”, …, “CADÊ A FONTE!?” 😉 KKKKKKKKKK! 😀

  • @Maria

    Os que te apoiam são a ínfima minoria. É provável que exista até gente paga para entrar aqui e falar mal das reportagens.

    Eu acompanho o site há muito tempo, a grande maioria segue uma linha de pensamento semelhante ou parecida com a minha.

    Veja todo o histórico de reportagens do Terça Livre, leia os comentários e vai constatar que estou falando a verdade.

    Risadinhas no final de cada conversa não lhe trarão a razão.

  • @Luciano , não importa. Depois do advento das Fake News Digitais, ficou costumeiro na Internet e Redes Sociais as perguntas: “CADÊ A FONTE?” , “PROVAS?” etc pois, afinal, ninguém sensato quer ser chamado ou ser suspeito de ser MENTIROSO ou MAU CARÁTER quando alguém posta na sua timeline: “É FAKE!”, “CAIU NA FAKE NEWS!” etc…, não é mesmo? 😉 KKKKKKKKKKKKKK! 😀

  • @Maria

    A fonte é a entrevista, disponível em vídeo e relatada no texto da reportagem.

    A questão das provas já expliquei, mas como você é analfabeta funcional, não tem como você entender.

    Risadinhas no final de cada conversa não lhe trarão a razão.

  • @Luciano , quem? Esse deputado do PSL, baseando-se em fontes/testemunhas “anônimas” e na suposta “Cartilha”? 😐 Lamento, não serve! Acho que vocês não entendem o significado de FONTE PRIMÁRIAS FIDEDIGNAS e PROVAS ROBUSTAS.

  • @Luciano , pelo menos, poderiam ter escolhido um delegado ou advogado NEUTRO ou APARTIDÁRIO, não é mesmo? 😉 É por isso que eu me pergunto se o Terça Livre tem jornalistas de fato, pois vocês não sabem nem ao menos o que significam IMPARCIALIDADE, NEUTRALIDADE, ISENÇÃO, INCORRUPTIBILIDADE etc… 😉 KKKKKKKKKKKK! 😀

  • @Maria

    Nossa, agora você caprichou no besteirol. Se foi o próprio deputado quem fez a denúncia, é lógico que quem deve ser entrevistado é ele, pois ele é a fonte.

    A cada resposta sua, percebo mais que inteligência definitivamente não é uma de suas qualidades.

    Sua argumentação é pura e simplesmente paranoia, nada além disso.

    Risadinhas no final de cada conversa não lhe trarão a razão.

  • @Luciano , interprete e faça o jogo de palavras que você quiser. A verdade é a seguinte: vocês só tem no máximo 2 SEMANAS para apresentarem PROVAS ROBUSTAS e IRREFUTÁVEIS pois é o tempo que a “VIBE” (sensação, agito, vibração etc) de uma notícia POLÊMICA dura. Se vocês não trouxerem nada de concreto DENTRO DESTE PERÍODO, então JÁ ERA, o pessoal fica de saco cheio, nem vai mais dar bola e fica como Conspiratória e/ou Fake News mesmo. O ABACAXI é todo de vocês! 😉 KKKKKKKKKKKK! 😀 Fui! 😉

  • @Maria

    Se você acha que tem credibilidade para dizer a verdade, então tem ainda menos inteligência do que eu pensava.

    Não é jogo de palavras, só jogo o óbvio na sua cara numa esperança frustrada que você se desperte dessa paranoia.

    Nem o Terça Livre nem seus leitores precisam provar coisa alguma, nessa discussão a única prova que temos é a sua paranoia.

  • @Maria
    Segue um trecho da notícia:
    “O material exibido contém apenas referências a estudos sobre educação sexual para crianças e não incentiva a pedofilia ou a masturbação, como sites e postagens em redes sociais afirmam.
    Em contato com Aos Fatos, a pedagoga e formadora de professores da rede pública Elisabete Cabral, apontada por Villela como autora dos slides, confirmou a autenticidade de parte do material, mas afirmou que ele foi tirado de contexto. Ela afirma que se trata de um estudo preliminar sobre educação sexual apresentado em uma reunião no dia 3 de agosto com outros formadores que, como ela, atuam na rede pública.”

    Por essas declarações, nota-se que o material EXISTE e eles montaram uma narrativa totalmente hipócrita negando as acusações. E é assim que a esquerda sempre agiu, mostra uma coisa que eles querem, porém essa coisa tem repulsa da sociedade, então apresentam ela como sendo outra coisa. Nesse caso, pedofilia e masturbação infantil são apresentadas como “educação sexual” para se ter a aceitação da sociedade. Do mesmo modo como a “justiça social” é o socialismo que o PT impôs ao longo dos anos em seu governo.

    Me desculpe mas esse site aosfatos.org é tão hipócrita quanto a tal da Elisabete Cabral que afirma ter produzido o material.

    Risadinhas no final de cada conversa não lhe trarão a razão.

  • @Luciano , não importa. Já a 3ª Agência (acho que vai aparecer mais) que avaliou vocês NEGATIBAMENTE, com exceção do E-Farsas que foi a mais “boazinha” e classificou apenas como “não há provas…”. Daqui a pouco esse caso será JUDICIALIZADO e vocês só poderão se pronunciar depois que acabar o processo, ou seja, daqui a alguns ANOS e, como disse antes, É TARDE DEMAIS PARA VOCÊS! 😉 KKKKKKKKKKKKKKK! 😀

  • @Luciano , NOTA: se você quiser saber quais são as Agências Anti Fake News ou Fact-Checking aqui vai uma pequena lista (vocês aparecem em 3 delas até agora): 1) Aos fatos; 2) Boatos.org; 3) Comprova; 4) E-farsas; 5) Estadão Verifica; 6) Fake Check; 7) Fato ou Boato; 8) Fato ou Fake; 9) Holofote; 10) Lampião; 11) Lupa; 12) Truco; 13) UOL Confere e 14) Valongo 😉

  • @Maria

    Qualquer agência de checagem de fatos que negue o óbvio, ou é despreparada, ou é descredibilizada, ou ainda, está a serviço da esquerda!

    Não sou inocente ou ingênuo para acreditar em tudo o que vejo, já sei como a esquerda opera e não duvido nada que essa classificação de fake tenha sido feita por gente da esquerda. Até porque a notícia é interpretativa e, dependendo da interpretação, dá margem a um outro entendimento.

    Try harder

    Risadinhas no final de cada conversa não lhe trarão a razão.

  • @Luciano , boa sorte para vocês lá no Judiciário. Depois de alguns ANOS vocês nos contam sobre o resultado. Por enquanto a notícia SENSACIONALISTA de vocês foi DESMENTIDA e está sendo tratada como Fake News ou Teoria Conspiratória. 😉 KKKKKKKKKKKKKKKKKKK! 😀

  • @Maria

    A denúncia EXISTIU, está aí o vídeo para provar.

    Quem desmentiu não tem credibilidade.

    Quem tem que provar a veracidade da denúncia, é o denunciante.

    Por favor, nos poupe de sua paranoia e desinformação, faça uma boa ação e fique muda.

  • Até onde eu vi a cartilha é para professores, não para as crianças. E ela não está incentivando nada, então apenas apresentando um dado histórico, uma prática que era comum (graças a Deus deixou de ser). Não falar sobre o assunto não vai fazer com que não exista. Vão entrar em negação disso agora, também?

  • @Josiane , nem “Cartilha” é. Segundo o Fato ou Fake, divisão Anti Fake News ou Fact-Checking da G1-Globo são “slides de uma apresentação feita pela educadora Elisabete Cabral a formadores da prefeitura. Coordenadores, professores e funcionários de creches não participaram da palestra”. 😉 KKKKKKKKKKKKKKKKK! 😀

Blog Authors

Alexandre PachecoAlexandre Pacheco

Alexandre Pacheco é Professor de Direito na FGV, Advogado, Palestra...

Guilherme Galvão VillaniGuilherme Galvão Villani

Mariliense. Gosto pela Administração, Contabilidade e Finanças. Atu...

Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...