BrasilEleições 2018Notícias

Denúncia contra Aécio Neves julgada hoje (17) pelo STF

A sessão de hoje (17) no STF julgará denúncia apresentada pela Procuradoria Geral da República em 02/06/2017 contra Aécio Neves. Também foram denunciados, na mesma ocasião, Andréa Neves (irmã do senador), Frederico Pacheco de Medeiros (primo do senador) e Mendherson de Souza Lima (ex-assessor do senador Zezé Perrella, PMDB-MG). A PGR pede, contra Aécio Neves, a condenação por corrupção passiva e obstrução de justiça, e pede que tanto o senador quanto sua irmã paguem multa de R$ 6 milhões, dos quais R$ 2 milhões são relativos à propina recebida e R$ 4 milhões relativos a danos morais. O MPF diz que Aécio usou seu posto de senador para tentar desmantelar a Operação Lava Jato: em uma reunião com Joesley Batista, o senador diz articular no Congresso a anistia de caixa dois (doações de campanha feitas sem comunicação à Justiça Eleitoral) e a aprovação do projeto de lei que aumenta a punição por abuso de autoridade.

Se Aécio Neves for derrotado neste julgamento, ele se tornará réu no escândalo da JBS, sendo ainda alvo de outros oito inquéritos no STF. Caso o senador seja tornado réu, ele poderá participar das eleições de 2018, pois a lei da Ficha Limpa não impede a participação de réus, apenas de pessoas condenadas por um tribunal colegiado.

Tags
Ver mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close