fbpx

Diretor da OMS diz que nações adotaram medidas para suprimir a Covid-19, mas essas ações não detêm o vírus

 


O diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom, disse que a pandemia da Covid-19 “está longe de acabar e que o pior ainda está por vir”.

Tedros, no entanto, faz afirmações paradoxas: Ao mesmo tempo em que acusa a “falta de unidade nacional”, de “solidariedade global” e a “divisão do mundo” de contribuir para que a situação continue crítica, ele admite que apesar de muitas nações adotaram medidas para suprimir a transmissão da Covid-19, essas ações não detêm o vírus.

A afirmação de Tedros ocorre em concomitância com a descoberta (pela China) de um novo vírus com “potencial pandêmico”.

Pesquisadores chineses identificaram uma nova cepa do vírus da gripe, com potencial de causar mais uma pandemia. De acordo com os autores do estudo, essa linhagem de influenza surgiu recentemente, tem o porco como hospedeiro e pode ser transmitida aos seres humanos.

O processo de controle comportamental está apenas começando, como adiantou o deputado federal Daniel Silveira em publicação no Twitter, divulgada também pelo Portal Terça Livre.

“Estamos na Bio-era e sofreremos novos ataques em pouco tempo. O COVID-19 foi apenas o começo junto com uma análise comportamental”, escreveu.

Leia: Daniel Silveira: Brasil pode estar no meio de uma guerra biológica

O assunto foi discutido no Boletim da Manhã desta terça-feira (30):

Colunistas

Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...