MundoNotícias

Ditador chinês pede aos militares lealdade à nova Constituição

Um dia depois de abrir caminho livre para governar pelo resto da vida, o ditador chinês Xi Jinping pediu às Forças Armadas do país que sejam leais à nova Constituição reformada na qual está inserido agora seu pensamento político.

“Todo o exército deve fortalecer sua consciência constitucional, promover o espírito constitucional e ser um admirador leal, um seguidor escrupuloso e um defensor da Constituição”, disse Xi a oficiais das Forças Armadas nessa segunda-feira (12).

A Assembleia Nacional Popular (ANP) da China aprovou no domingo a iniciativa de Xi, de 64 anos, para abolir o limite de mandatos presidenciais, estabelecido até então em 10 anos no poder.

A reforma também inclui a filosofia política do líder na Constituição: “O pensamento Xi Jinping sobre o comunismo com características chinesas para uma nova era”.

Xi, que também é o chefe das Forças Armadas, fez essas declarações durante uma reunião do Exército de Liberação Popular e da polícia armada.

Diferente da maioria de países, o exército da China está permanentemente sob o controle do Partido Comunista e não do Estado.

No início do ano, o partido comunista tomou também o controle das forças paramilitares em um novo movimento que, segundo analistas, poderia ser consequência da preocupação por um potencial uso da polícia para dar um “golpe de Estado”.

Informações: Agence France-Press

Tags
Ver mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Close