Dono do Twitter admite que a rede social é de esquerda



O CEO do Twitter, Jack Dorsey, admitiu que os funcionários do Twitter compartilham um viés predominantemente de esquerda.

Em entrevista transmitida no último sábado (18) na CNN, Jack Dorsey disse que sua empresa tem a responsabilidade de ser honesta sobre seus pontos de vista políticos, mas deve operar sem preconceitos ao aplicar as políticas de conteúdo aos usuários.

Esta imparcialidade alegada pelo chefe do Twitter não vem sendo identificada pelos usuários. A rede social enfrenta diversas acusações de discriminação contra vozes conservadoras.

Depois da exclusão do direitista Alex Jones de várias plataformas digitais, incluindo uma suspensão no Twitter, até o próprio presidente dos Estados Unidos criticou a perseguição contra direitistas pelas gigantes tecnológicas.

“As mídias sociais estão discriminando totalmente as vozes Republicanas/Conservadoras”, disse Donald Trump. “Eles estão impedindo a opinião de muitas pessoas da DIREITA, enquanto, ao mesmo tempo, não fazem isso com os outros”.

Conforme reportado pelo jornal americano The Hill, durante a entrevista na CNN, o dono do Twitter admitiu o viés esquerdista da rede social:

“Precisamos mostrar constantemente que não estamos agindo com base no nosso próprio viés, que eu admito totalmente ser mais de esquerda.”

Entretanto, ignorando as milhares de denúncias recentes, Jack Dorsey negou que seus funcionários estão agindo para conter a expansão do discurso direitista.

“Mas a questão real por trás desse assunto é: estamos fazendo alguma coisa com base em ideologia política ou pontos de vista? E não estamos. Ponto final.”

O CEO do Twitter também insistiu que sua empresa apenas regula questões comportamentais na plataforma, não analisa o viés do conteúdo.

Fonte: Tarciso Morais – RENOVA Mídia

 

 

 

Sobre o Colunista

Redação TL

Redação TL

5 Comentários

Clique aqui para comentar

  • “Mas a questão real por trás desse assunto é: estamos fazendo alguma coisa com base em ideologia política ou pontos de vista? E não estamos. Ponto final.”

    Qual crime o Alex Jones cometeu para ter sido banido?

  • Percebe-se que os “GLOBALISTAS” estão desesperados haja vista todos os movimentos que estão realizando em todos os seus meios seja eletrônicos e midiáticos. Nunca foi visto algo como esse movimento massivo contra a direita e o conservadorismo.

    Fazem de tudo para desmerecer qualquer um que vá em encontro a sua agenda.
    A mídia, a cada segundo, aplica na íntegra a agenda de vacinação, homossexualismo, feminismo, desinformação e banalização.

    Esse discurso de proteção ao cliente não pega, são partidários sim e fazem de tudo para impor seus planos!

  • Ele fala que o viés ideológico da rede é predominantemente de esquerda( verdade, nada de novo ), mas ele mente quando diz que suas ações não são enviesadas, pois a própria opinião esquerdista quanto a comportamentos costuma a catalogar qualquer opinião que seja contrária ao da esquerda como sendo uma opinião errada e que o sujeito a emitir ela está se comportando mal( não sei como dizer isso de forma melhor, mas deu pra entender… ), tendo suas postagens no Twitter, assim como é em outras redes sociais financiadas por…. Soros… qualificadas como “discurso de ódio”, ou “contrário a nossas diretrizes…”( diretrizes baseadas na cartilha esquerdista eu suponho ).

  • Não entendo porque essas Redes são de Esquerda. Ora, a primeira coisa que o Ditador Socialista faria, seria acabar com as Redes Sociais, pois Ditadura não que o povo se comunicando e ainda mais com tanta facilidade. Tem algo muito misterioso nisso e, obviamente, tem a ver com lucro…

Colunistas

Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...