Dr. Roberto Kalil revela que tomou cloroquina: ‘Médico tem que dar ao paciente tudo que for de conhecimento para o bem’ 

 


O médico cardiologista Dr. Roberto Kalil afirmou que fez uso da hidroxicloroquina no tratamento contra a covid-19.

No início da semana, dr. Kalil foi questionado, durante entrevista ao Jornal da Manhã da Jovem Pan, se fez o uso do medicamento, mas não respondeu diretamente à pergunta, conforme noticiou o Terça Livre.

Hoje, no mesmo programa, ele voltou a falar sobre o assunto e confirmou que o medicamento fez parte de seu tratamento.

Kalil afirmou não querer influenciar outros tipos de tratamento, seguindo a ética médica. “Se eu estou falando para milhares de pessoas sobre cloroquina, todo mundo vai querer utilizar inadvertidamente a cloroquina. Isso é uma responsabilidade muito grande”.

“Meu estado geral era péssimo, foi discutido com a equipe vários tipos de tratamentos, dentre eles a hidroxicloroquina e obviamente aceitei. Porque independente de portaria do Ministério da Saúde, medicina é feita da relação entre médico e paciente”, contou, ao dizer que o médico tem que dar ao paciente tudo que for de conhecimento para o bem do doente.

“Aceitei sim tomar a hidroxicloroquina. Embora todos saibam que não tem grandes estudos comprovando os benefícios, numa situação de pacientes mais graves, eu acho que tem que ser ponderado sim o uso”, declarou.

Kalil também frisou que indicaria a cloroquina para seus pacientes em casos mais graves, combinando  o medicamento com outros tipos de drogas que pudem ajudar no tratamento da covid-19.

Colunistas

Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...