fbpx

Embaixadora dos EUA dá sua opinião sobre a ONU

 


O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, tomou posse afrontando a Organização das Nações Unidas (ONU) e encontrou em Nikki Haley a figura certa para colocar em prática sua agenda.

Em uma entrevista à Reuters, Nikki Haley disse que, durante uma conversa com Trump, apontou um ponto positivo sobre a ONU:

“Não estaríamos na situação em que estamos com a Coreia do Norte sem a ONU porque essa era a única maneira de envolver a comunidade internacional.”

Os Estados Unidos e outros países acreditam que as sanções ajudaram a convencer o ditador norte-coreano, Kim Jong Un, a se reunir com Trump na cúpula histórica em Cingapura no mês de junho.

Haley disse que Donald Trump lhe perguntou o que ela pensava da ONU depois de 17 meses na organização e depois de seu país ter se tornado o primeiro a deixar o Conselho de Direitos Humanos das Nações Unidas. Ela disse que listou uma série de queixas:

“Inacreditavelmente burocrática, desperdiça muito dinheiro, tem alguns preconceitos contra Israel, contra nós às vezes, ignora muito do que está acontecendo que necessita atenção”, afirmou a embaixadora.

Fonte: Tarciso Morais – RENOVA Mídia

 

Sobre o Colunista

Redação TL

Redação TL

3 Comentários

Clique aqui para comentar

  • Qualquer nação que queira deixar os quadros da ONU será hostilizada e sofrerá sanções por parte de todos os países membros. Isto sim, é que é preocupante: escravidão política!

Colunistas

Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...