Enquanto família chora a perda, o assassino está dando uma trepadinha na cadeia, afirma Fahur

Sargento Fahur
 


Nesta terça-feira (16/4), o deputado federal sargento Fahur publicou na conta dele no Twitter, um comentário sobre o vídeo do deputado soldado Adriano José falando sobre o projeto de lei que extingue visitas íntimas.

muitas vezes enquanto um filho ou uma esposa choram a dor da perda de um ente querido, morto por bandido, esse mesmo bandido está dando uma trepadinha na cadeia.” afirmou Fahur.

Sobre o Colunista

Redação TL

Redação TL

6 Comentários

Clique aqui para comentar

  • outra noticia que vai contra os interesses dos esquerdopatas, afinal se essa lei passar como o bandido preso na cadeia vai criar mais eleitores e formar o seu curral eleitoral? Afinal a esquerda vive do banditismo, eles precisam de um povo analfabeto, pobre, oprimido por impostos e leis esdrúxulas que não permite o cidadão progredir financeiramente por meios próprios, educação e cultura de escalões do mais baixo nível possível, e assim nasce mais um eleitor de esquerda que muito provavelmente cairá na bandidagem, e terá a proteção de políticos como Marcelo Freixo, maria do rosário e tantos outros que adoram bandidos.

  • Será que um dia o criminoso pagará pela sua hospedagem na cadeia. Tenho convicção de que se terminar a hospedagem gratuita, o cara vai pensar duas vezes antes de cometer qualquer tipo de crime.

  • Alguém certa vez me disse que quem instituiu essa anomalia foi José Carlos Dias, defensor dos “presos políticos” do regime militar. Pelo menos no estado de SP, quando foi Secretário da Justiça de Franco Montouro. Tinha que ser, né? O que chama a atenção não é apenas preso ter “direito à trepadinha”, mas sim, a quantidade de mulheres que saem GRÁVIDAS dessas “trepadinhas”. Se tivesse um pesquisador para fazer um levantamento da quantidade de crianças que nasceram nos presídios nas últimas décadas, o resultado seria estarrecedor. Mas como a maioria dos pesquisadores na área de humanas são de esquerda,então esse assunto não interessa! Foi uma irresponsabilidade tremenda do governo. Um presidiário não tem condições nem de cuidar dele mesmo, de manter-se, imagine se tem condições de botar filhos no mundo!

  • Gosto deste trecho lá de um filme (Tropa de Elite) que mostra os milicianos chegando ao poder, Carluxo (“O seu lugar não é aqui não, 02. Seu lugar é com puta. Seu lugar é com cafetão”).

  • QUANTAS BOCAS DE FUMO HÁ NAS LINHAS FÉRREAS DOS RAMAIS DE PASSAGEIROSDE TREM, DA REGIÃO METROPOLITANA, DO RIO DE JANEIRO? QUAL É O FATURAMENTO DE MERCADORIAS ILEGAIS DENTRO DOS TRENS FEITA POR UMA LEGIÃO DE AMBULANTES QUE SÓ CRESCE? ALÔ PRESIDENTE DO BRASIL E SEUS FILHOS, JÁ PASSOU DE RIDÍCULO A POPULAÇÃO CARIOCA E DA BAIXADA FLUMINENSE ASSISTIREM DIARIAMENTE AO LONGO DAS VIAGENS DE TREM CONCEDIDA À SUPERVIA, SABEMOS QUE ISSO NÃO É DIRETAMENTE SEU PROBLEMA, MAS JÁ QUE MILHARES DE PASSAGEIROS VEEM ISSO DIARIAMENTE E O GOVERNADOR LOCAL NÃO VÊ, OS SENHORES, FAMÍLIA BOLSONARO, PODERIAM COMUNICAR ÀS AUTORIDADES COMPETENTE SOBRE MAIS UM ABSURDO, PORQUE GARANTO: QUEM ASSISTE A ESSE ESPETÁCULO MALÍGNO DIARIAMENTE, NÃO ACREDITA MAIS EM POLÍTICOS E MUITO MENOS EM POLITICAS DE SEGURANÇA, OK.
    NÃO SOU CONTRA OS CAMELÔS, MAS TUDO TEM UMA FORMA DE SER FEITO, PRINCIPALMENTE QUANDO SE ESTÁ PREJUDICANDO A COLETIVIDADE, QUEM ESTÁ PAGANDO UMA FORTUNA DE PASSAGENS DE TRENS, NUM SERVIÇO DEV TRANSPORTE QUE NEM CHEGAM PRÓXIMO AO DE QUALQUER CIDADE MINIMAMENTE ORGANIZADA.

Colunistas

Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...