fbpx

Ernesto Araújo: “Brasil defenderá a liberdade na Internet”

Ernesto Araújo - Davos
 


O ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, afirmou hoje (25/1) na conta dele no Twitter, que o Brasil defenderá a liberdade na internet.

O chanceler brasileiro participou nesta sexta-feira da última reunião em Davos sobre comércio eletrônico na OMC.

[O] Brasil defenderá a liberdade na Internet e o potencial do comércio eletrônico para gerar empregos, garantindo a proteção do consumidor, a privacidade e a cibersegurança”, twittou o ministro.

Sobre o Colunista

Ricardo Roveran

Ricardo Roveran

Estudante de artes, filosofia e ciências. Jornalista, crítico de arte e escritor. Escrevo por amor e nas horas vagas salvo o mundo.

Twitter: @RicardoRoveran

7 Comentários

Clique aqui para comentar

  • Imagina se aquela fala do Cirão da Massa, dizendo que quer acabar a moral católica tivesse sido apagada por algum juizinho ou os lacradores do facebosta. É capaz que eu não acreditaria na notícia, do absurdo que é, do tamanho da contradição alguém militar pelo diálogo ao mesmo tempo que quer dizimar com a crença religiosa de praticamente sua população inteira! Quando alguém lhe ofende por dizer algo contra ti existe algo chamado crime contra a honra e é necessário um trâmite na Justiça para receber indenização. Não é calando a boca e apagando posts que se resolvem as coisas, ainda mais que você exclui o hipotético causador de dano da sociedade. Novamente, como eu poderia saber com certeza que o Ciro é o ditadorzinho ao moldes leninistas/stalinistas se a fala dele de acabar com a moral católica tivesse sido excluída? Por mais discurso de ódio que a fala contém contra uma religião inteira, deixe a fala lá. Registrada para todos conhecerem, não é?!

  • .
    Toda desgraça da humanidade se deve à vaídade e cobiça.

    A vaidade faz despertar a inveja, pois a percepção das qualidades alheias é como uma mal para o vaidoso que ambiciona ser valorizado por todos, admirado e até bajulado.

    Esse desejo imoderado por obter conceito alheio favorável é a origem da INVEJA.
    Para o vaidoso doentio, tomado pela inveja, o mérito alheio exposto é como que um ataque a seus interesses e a si mesmo. Vai daí que o invejoso ODEIA quem lhe é superior, sobretudo se visivelmente superior em qualidade.

    Esse ódio que o invejoso sente o faz preocupar-se mais com o SUCESSO ALHEIO do que com o PRÓPRIO FRACASSO.
    Assim o invejoso torna-se OBSCURANTISTA e anseia DESTRUIR TUDO QUE, EXPOSTO, PERMITA aos DEMAIS fazer COMPARAÇÕES que a si serão desvantajosas.

    EXATAMENTE POR ISSO o INVEJOSO NÃO SE IMPORTA COM O SUCESSO dos CRÁPULAS e BANDIDOS, pois SABE QUE TODOS PERCEBERÃO que o sucesso destes não se deve ao mérito.

    Por isso o invejoso não se importa com a riqueza e luxo dos facínoras:
    – PARA SOCIALISTAS a RIQUEZA de FIDEL CASTRO, de LULA, da familia CHAVES, MADURO ou dos políticos CHINESES e etc.. Eles sabem que NÃO HÁ MÉRITO na boa vida que FACÍNORAS desfrutam.
    Tão pouco se importam com as fortunas de artistas e celebridades INÚTEIS, que EXERCEM ATIVIDADE BANAL.

    O que dói nos invejosos é o SUCESSO do MÉRITO, pois sente-se inferiorizado diante destes e ambiciona destruir toda NOÇÃO de MÉRITO e todos que julga superiores a si.

    Exatamente por isso em toda a história o que ARREBQANHOU as MASSAS POPULARES foram os GALANTEIOS e as AFIRMAÇÕES de “SUPERIORIDADE”

    As ideologias SEMPRE alardeiam a “superioridade” de seus fiéis e assim corrompe-os.
    Na politica há sempre os APELOS à “SUPERIORIDADES”:

    – Da MERITÓRIA SUPERIORIDADE MORAL dos fiéis; dos vencedores das batalhas que “representam” o povo; dos proletários; dos arianos ou alemães; dos trabalhadores; dos nacionais; dos pobres; dos artistas; dos intelectuais; dos professores; dos negros e simpatizantes; das mulheres; dos gays e simpatizantes e ETC. ETC.. Tantas “SUPERIORIDADES MERITÓRIAS” contra os “MALVADOS” quantas puderem inventar para o JOGO do PODER.

    Sobre a cobiça não o que esclarecer, todos sabem do que se trata.

    Sempre o JOGO POLÍTICO atuará exaltando SUPREMACISMOS para SEDUZIR os INSEGUROS, RECALCADOS e oportunistas. também SEMPRE com ofertas de PRIVILÉGIOS a estes “MERITÓRIOS” por sua “superioridade.

    Assim nacionalidades, raças, classes e até atividades laborais são SEDUZIDAS e ALICIADAS por galanteios que lhes “reconhecem” a alegada “SUPERIORIDADE” que FAZ JUS a PRIVILÉGIOS.
    Professores, artistas e jornalistas são, não menos, seduzidos e aliciados pelas “JURAS de AMOR” a “suprerioridade social” que lhes devia atribuir MAIS PRIVILÉGIOS de PODER e PECUNIÁRIOS.

    PENSEM BEM e PERCEBAM se NÃO É EXATAMENTE ASSIM a POLÍTICA.

    Deixo um trecho de NIETZSCHE em sua percepção extraordinária:

    Ao falar do desprezo dos “Senhores” por seus submissos e adoradores:

    -“o indivíduo é nesse caso posto de lado como um inseto desagradável: está baixo demais para poder despertar por mais tempo sentimentos torturantes em um dominador do mundo. (…)

    Assim também se passa com o juiz injusto, com o jornalista que com pequenas deslealdades induz em erro a opinião pública.”

    Viu só?
    Nietzsche ainda no sec XIX já tinha percebido a CANALHICE de muitos juizes e dos manipuladores de opinião, que induzem populações ao erro. Certamente que em troca os beneficiários dessa canalhice sabem retribuir, sobretudo à essa MIDIA PODRE, corrupta.

  • Baruch Spinoza ( 24-11-1632 – 1677 ) – Filosofo

    Algumas características comuns a todos os homens e suas emoções passionais:

    -Que cada homem se esforça para conseguir que todos amem o que ele ama e que todos odeiem o que ele odeia.

    -Que cada um tem por natureza o “apetite” de querer ver os demais vivendo segundo ele mesmo é: e como todos têm este mesmo apetite, todos impedem-se uns aos outros de viverem. Todos querem ser queridos, amados e admirados e justamente por isto acabam se odiando mutuamente.

    -Se presumimos que um homem desfruta o prazer e a felicidade de uma coisa tal, que não podemos, ou não conseguimos fazer e alcançar, passamos a nos empenhar esforçados para destruir a posse daquele prazer e felicidade que o tal homem tem.

    -Vimos desse modo que em virtude da natureza dos Homens, estes geralmente são dispostos a sentir “comiseração” e dó pelos desgraçados e a invejar, proibir, coibir e censurar os que são felizes: e que seus ódios e repulsas em relação aos que desfrutam a felicidade são enormes e sem limites.

  • Sempre Mais do MESMO,

    Vc falou, falou, falou, falou e não falou absolutamente nada. “Todos nessa ‘sala’ ficaram mais burros depois ter lido td essa asneira”.

  • André Chagas,
    é possivel que quase todos tenham ficado mais burros, porém você não ficou. Isso é algo impossível. …rsrs

    Certamente se você não entende, imediatamente imagina que ninguém mais entende. Faz sentido.
    Seria exigir demais de você alguém querer que você suspeitasse que fosse possível outros entenderem aquilo que você não consegue. Aliás, seria uma paradoxal …rsrs

  • A Neutralidade da rede é uma liberdade na internet, pois as operadoras estão loucas para iniciar seu plano de franquias na internet fixa; com um serviço ruim e caro quem tem a perder são os que querem intervir na “internet das coisas” que aqui no Brasil não tem incentivo para tal…

Colunistas

Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...