Especialista fala sobre a agenda da ONU e Corredor Triplo A

Hermes Nery 4


Pronunciamento do Prof. Hermes Rodrigues Nery (Coordenador do Movimento Legislação e Vida), no Simpósio “Amazônia Brasileira para Sempre“, promovido pela Frente Parlamentar em Defesa da Amazônia, Instituto Sagres e Instituto Federalista, na Câmara dos Deputados, em 1º de novembro de 2019.

Confira

Sobre o Colunista

Ricardo Roveran

Ricardo Roveran

Estudante de artes, filosofia e ciências. Jornalista, crítico de arte e escritor. Escrevo por amor e nas horas vagas salvo o mundo.

Twitter: @RicardoRoveran

9 Comentários

Clique aqui para comentar

  • Os cristãos tem que se levantarem e os católicos mais ainda, pois a maior parte dormem na enganação de décadas feita por sacerdotes da Teologia da Libertação e Pastores da Missão Integral.

  • Conheço pessoalmente o Prof. Hermes Nery de São Bento, é uma pessoa séria, honesta e um ótimo católico, mais nesse tema, em relação ao Papa Francisco acho justo e honesto ele informar e citar a Encíclica Laudato Si, item 38, onde o Papa se opõe expressamente à internacionalização da amazônia, ainda que o professor não acredite: “Com efeito, há «propostas de internacionalização da Amazónia que só servem aos interesses económicos das corporações internacionais».[24] É louvável a tarefa de organismos internacionais e organizações da sociedade civil que sensibilizam as populações e colaboram de forma crítica, inclusive utilizando legítimos mecanismos de pressão, para que cada governo cumpra o dever próprio e não-delegável de preservar o meio ambiente e os recursos naturais do seu país, sem se vender a espúrios interesses locais ou internacionais.”

  • O Brasil é o número um em preservação. E ainda tem retardado que acredita que devemos ser conduzido “organismos internacionais”. Quem deseja ser escravo de canalhas internacionais tem que ficar quietinho pois esta luta de soberania e liberdade é para os corajosos. É muita burrice! Leiam o livro O Imperío Ecológico com inúmeros documentos e descubriram que estes organismos internacionais são todos criminosos.

  • Não importa o que esses políticos falem. O Consenso tanto nacional como internacional é um só e a mensagem é claríssima: ‘NÃO TOQUEM NA AMAZÔNIA!”. Qualquer tentativa de desmatá-la e/ou destruí-la, seja “sustentável” ou não, será MUITO MAL VISTO tanto pela maioria dos brasileiros como no mundo. 😉 KKKKKKKKKKKKKK! 😀

  • Esta frase do Prof. Hermes exemplifica bem o que esta acontecendo:
    “Essa agenda gestada pela ONU… na verdade… vejam bem… é uma agenda e um projeto de poder! Prestem atenção, isso é muito importante! É uma agenda e um projeto de poder CONTRA OS POBRES com a retórica de defesa dos pobres.”

    É espantoso a canalhice desse Papa comunista e seus comparsas na igreja católica nessa questão da internacionalização da Amazônia, como se pode ver na declaração do Sínodo: “É urgente superar as fronteiras impostas pela geografia.”

    Como se não soubéssemos que esses cretinos não estão nem aí para o meio ambiente… se não soubéssemos que só querem explorar as riquezas da floresta.

    São o extremo da hipocrisia!

  • Maria

    A analfabeta funcional, paranoica, alienada e MAV paga propagando besteirol novamente.

    Não cansa de mentir não?

    A maioria dos Brasileiros já sabe que toda essa conversa de preservação ambiental não passa de hipocrisia com objetivos espúrios.

    Se bem que… considerando que você é uma alienada… esse seu comentário não poderia ser diferente.

  • Também conheço pessoalmente o Prof. Hermes Nery e sei da sua seriedade e testemunho como defensor da fé católica. O seu questionamento foi em relação à presença do Sr. Martín von Hildebrand no Vaticano, já que Hildebrand é o criador da proposta do Corredor Triplo A. O Prof. Hermes Nery requer explicações da Sala de Imprensa da Santa Sé sobre isso, para justamente garantir que não haja conivência do Vaticano com um projeto que é a antessala da internacionalização da Amazônia. Ele próprio diz que não está acusando, mas indagando, pedindo que haja esclarecimentos completos. A expressão ipsis litteris do Documento Final: “É urgente superar as fronteiras impostas pela geografia” (DF 112) sinaliza uma situação favorável à internacionalização da Amazônia. E o Documento Final tem outros pontos controversos que todos que acompanham a situação sabem que causaram perplexidade aos católicos do mundo inteiro. Esperamos que a exortação pós-sinodal não confirmem essas iniciativas controversas e seja inequívoca no respeito à dignidade da pessoa humana e na defesa das soberanias nacionais que compõe a chamada região pan-amazônica.

Blog Authors

Alexandre PachecoAlexandre Pacheco

Alexandre Pacheco é Professor de Direito na FGV, Advogado, Palestra...

Guilherme Galvão VillaniGuilherme Galvão Villani

Mariliense. Gosto pela Administração, Contabilidade e Finanças. Atu...

Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...