Esquerda derruba campanha publicitária do Pacote Anticrime



Após ação movida pelo deputado federal Marcelo Freixo (PSOL/RJ), o Tribunal de Contas da União determinou a suspensão das peças de publicidade sobre o Pacote Anticrime.

O PSOL disse que “temia” que a propaganda veiculasse opiniões do governo sobre o próprio projeto ao invés de informações sobre o pacote, denominado pelos esquerdistas de “projeto anti-pobre e anti-negro”.

Na representação, o subprocurador-geral do Ministério Público, Lucas Rocha Furtado, diz que se baseia em trechos de reportagem publicada por O Globo no dia em 27 de setembro.

O governo teria inserido as peças na espécie “Publicidade de Utilidade Pública”, e, no entanto, não teria demonstrado a utilidade pública da campanha.

A reportagem diz que a campanha do governo custou RS 10 milhões aos cofres públicos,  valor que não foi confirmado pelo Governo e que no entendimento de Furtado, fere o dever de transparência da gestão.

“Questionada desde segunda-feira sobre o investimento, a Secretaria de Comunicação (Secom) da Presidência, que é responsável pela estratégia de divulgação, não informou o valor empregado nas peças”, diz o subprocurador.

Ele também cita trecho de uma reportagem da Revista Fórum, que diz que “o objetivo da campanha é tentar espalhar a sensação de insegurança no país, promovendo medo, ódio e intolerância”.

Ainda de acordo com Lucas Rocha Furtado, o Estado não é o “dono” da coisa pública, apenas é seu gestor e, portanto, tem o dever de prestar contas não só aos órgãos de controle, mas especialmente à sociedade.

O subprocurador diz que a questão citada acima sugere possível direcionamento de verbas publicitárias movidas por interesses pessoais e ideológicos do governo.

Ele diz que não está fazendo juízo das medidas do Pacote Anticrime, mas que, por mais que o combate à corrupção deva ser prioridade, não justifica que gastos públicos sejam realizados sem observância das leis.

A decisão final do ministro Vital do Rêgo, ressalta que o Projeto de Lei ainda tramita na Câmara dos Deputados e pode ou não ser aprovada. “Isso porque não cabe dizer que se trata de educar a população para algo que será colocado em prática, já que a lei pode ser ou não aprovada e, no caminho, pode ser alterada no Congresso”, atesta.

O ministro entende que o uso de recursos públicos para a divulgação de ‘um projeto de lei’ que poderá sofrer alterações após discussões que serão levadas à Câmara e ao Senado Federal, não atendem aos requisitos de caráter educativo, informativo e de orientação social.

 Esquerda comemora

 

Sobre o Colunista

Bruna de Pieri

Bruna de Pieri

Jornalista e católica.

22 Comentários

Clique aqui para comentar

  • Só gostaria de saber onde estavam o tal subprocurador, o Freixo e cia, quando PT e a esquerdalha toda desviava trilhões de reais do Brasil, para financiarem ditaduras genocidas mundo afora, patrocinar o Foro de SP, as FARC, e encher os próprios bolsos de dinheiro público. Aí não havia “viés ideológico”, seus canalhas cretinos? Comunista é o ser mais maldito e destruidor que já pisou nesta terra.

  • “projeto anti-pobre e anti-negro”.

    Mente demoníaca, ardilosa com a intenção de usar a população de comunidade contra um projeto de lei que busca combater principalmente narcotraficantes e deputados corruptores e corruptos.

  • Pacote anticrime e maravilhoso do Ministro Moro! Eles estão desesperados pq Moro prende toneladas e toneladas de drogas todos os dias e está acabando com a grana que financia grandes Organizações Criminosas e também toda a esquerda!!!! Eles estão em pânico e ódio contra Moro. Simples assim.

  • Chamar o Pacote Anti-Crime de Anti-Pobre ou Anti-Negro é chamar todos os negros e pobres de criminosos, ou seja, a esquerda mais uma vez acusa os outros do que eles são.

  • Na verdade o pacote anti-crime perdeu para a equipe do crime. Freixo, Pimenta, Randolfe e companhia limitada são os despostas da política atual que vivem para propor ou defender projetos pró-crime e jamais contra o crime. Na verdade, tudo que está ocorrendo até o presente momento no governo de Jair Bolsonaro, serve para que todos nós aprendamos o quão importante é a eleição para Senador de Deputados. Eu sempre frizei que essa idéia de focar apenas na eleição do chefe do executivo era uma cortina de fumaça para eleger um monte de pilantra e manter a oligarquia feudal que se tornou o congresso nacional. Para mudar isso, somente com às próximas eleições e obviamente com muito critério na escolha dos deputados e senadores.

  • Ué os milhões que Haddad usou para promover a ideologia de gênero quando Ministro que mesmo após rejeição da opinião pública acabaram indo pro ralo já que nunca foram contestados?

    Malditos Canalhas Esquerdopatas!

  • São as cruzes que devemos carregar. Os partidários do Belzebu estão firmes na campanha da destruição. Com Deus venceremos!

  • Foi um passo importante. Aos poucos, esse governo irá cair. Já é evidente que o “mito” é patético (tal qual seus apoiadores), bem como já restou escancarada que a prisão do ex-presidente Lula foi armada. Este governo regado a suco de laranja não se sustentará por muito tempo.

  • Tiago
    8 de outubro de 2019 às 16:40
    Foi um passo importante. Aos poucos, esse governo irá cair. Já é evidente que o “mito” é patético (tal qual seus apoiadores), bem como já restou escancarada que a prisão do ex-presidente Lula foi armada. Este governo regado a suco de laranja não se sustentará por muito tempo.

    COM CERTEZA COMEDOR DE CAPIM, VOCÊ ACHA QUE MAIS DE 1 TRILHÃO ROUBADO DESSE PAÍS FOI ARMADO TAMBÉM…. VAI PROCURAR O QUE FAZER NA VIDA OU ENTÃO SE MUDE PRA DEMOCRACIA VENEZUELANA CARA !

  • Eu tô vendo que esse governo está proibido de soltar qualquer opinião pela mídia de massa. Liberdade de expressão nas mídias de massa é só pra esquerda no Brasil.

  • Esse Procurador Lucar Rocha Furtado é um petista que está de marcação com o Governo. Está implicando com TUDO. Na época do PT, nem um pio….

  • Após pedido da oposição, ministro do TCU determina suspensão imediata de propaganda do pacote anticrime – (O Antagonista – 08/10/2019)

    https://oantagonista.com/brasil/apos-pedido-da-oposicao-ministro-do-tcu-determina-suspensao-imediata-de-propaganda-do-pacote-anticrime

    Atividade ou ativismo? – (O Antagonista – 08/10/2019)

    https://oantagonista.com/brasil/atividade-ou-ativismo

    Ao invés de gastar dinheiro com tropas federais em intervenções, deixem que os “tribunais do crime”, que são mais eficientes, se matem entre si, para não causarem mais prejuízos aos cofres públicos.

  • A matéria poderia ter o seguinte formato:
    .
    Piçól e Frouxo, bem como o Percurador Petista, censuram peça publicitária do governo para impedir que a PROPOSTA do Pacote anti-crime do ministro Sérgio Moro venha ao conhecimento público antes de sua aprovação porque, se vir, a pressão pela aprovação será insuportável.

  • Por que colocaram integrantes de partidos ligados ao FORO DE SP para a força tarefa de análise do Pacote anti-crime?

  • Eles querem a desordem, querem definitivamente a legalização da corrupção, más as forças do bem não pode se render às forças do mal!

  • Derrubar uma campanha anticrime…não precisa dizer mais nada né? Somente BANDIDO faz isso. Estamos com Sergio Moro e vamos vencer!

Colunistas

Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...