Estadão irá definir o que é “fake news” no Facebook



O Facebook fechou parceria com o Estadão para “verificar informações falsas” na plataforma. Desde a última terça-feira (8), os funcionários do jornal estão analisando o conteúdo da rede social em busca de notícias que eles considerem falsas. Segundo o próprio Estadão, a iniciativa faz parte do programa global do Facebook. No Brasil, o projeto foi lançado em maio de 2018 e conta com os parceiros com a controversa Agência Lupa. Desde então, já foram censurados no país mais de 700 conteúdos.

As publicações definidas como falsas pelo Estadão podem sofrer censura como circulação reduzida e baixa exposição.

David Friedlander, editor executivo do veículo de comunicação, comentou a nova função do jornal: “A desinformação distorce a realidade, envenena a sociedade e nos afasta dos debates que realmente interessam. Por isso, para nós o combate à circulação de conteúdo falso nas redes é uma questão de interesse público”, disse David Friedlander, editor executivo da empresa.

A queda de credibilidade do jornal não foi determinante para a escolha do Facebook. No dia 11 de Março, internautas subiram a tag #EstadãoMentiu para o primeiro lugar no trending topics do Twitter em resposta ao caso da repórter Constança Rezende.

EX-FUNCIONÁRIO DO FACEBOOK ADMITIU QUE NOTÍCIAS DE VIÉS CONSERVADOR ERAM CENSURADAS

Em 2016, um ex-funcionário do Facebook abriu um debate na vida política norte-americana ao acusar a rede social de suprimir de forma sistemática as notícias de interesse dos leitores conservadores dos EUA. O site de tecnologia Gizmodo publicou a denúncia do jornalista, que elaborou uma lista das informações que ficaram de fora, enquanto trabalhava no módulo de tendências informativas, e o jornal The New York Times fez eco, abrindo assim uma discussão na qual o Facebook nega categoricamente qualquer tipo de censura. “Levamos muito a sério as acusações de viés”, afirmou o Facebook em um comunicado. “O Facebook é uma plataforma para as pessoas e as perspectivas de todo o espectro político.”
O ex-funcionário, de direita, conta que quando começava a trabalhar ficava assombrado ao ver que determinadas informações de grande difusão não estavam entre as tendências informativas, ou porque a equipe não havia reconhecido as notícias ou porque tinham sido deixadas de lado.
JORNALISTA DO ESTADÃO OFENDEU JAIR BOLSONARO 
O jornalista Dener Giovanni, do Estado de São Paulo, publicou ofensas ao presidente Jair Bolsonaro nesta segunda-feira (8), em suas redes sociais. Em seu twitter oficial, o blogueiro escreveu: “sua mãe jogou o bebê fora e criou a placenta. Você é um ser desprezível”.

Bolsonaro reagiu com ironia à ofensa:  “kkkk, mais amor, jornalista do Estadão”. 

No twitter de Giovanni é possível encontrar diversas matérias contrárias ao governo e ao presidente, muitas do próprio Estadão. 

ESTADÃO DIVULGOU “LISTA NEGRA” DE INFLUENCIADORES DE DIREITA

Após a repercussão da denúncia sobre a jornalista Constança Rezende, no dia 16 de Março deste ano, o Estadão inseriu vários portais, jornalistas independentes e perfis de viés conservador em uma ‘lista negra’ do jornal. O texto foi escrito por José Fucs, que classifica o grupo como “máquina de assassinato de reputação”. Estão na lista: o portal Terça Livre TV, Allan dos Santos, Fernanda Salles (esta que vos fala) e Italo Lorenzon.

Lista negra do Estadão.

Sobre o Colunista

Fernanda Salles

Fernanda Salles

Jornalista/Repórter

27 Comentários

Clique aqui para comentar

  • Essa é a gota d’água, e depois ainda tem coragem de dizer que não existe Conspiração Mundial….Iluminatis…. controle social….Comunismo… só falta cuspir na nossa cara.

    Eles distribuem um produto “Free”, faz com que todo mundo use e necessite e depois controlam de todos os jeitos.

  • Isso é só uma forma de formalizar/publicizar uma prática que eles já estavam fazendo amplamente no Facebook e também no Youtube.

    Antes faziam escondido dizendo que eram problemas desconhecidos no sistema, agora, só utilizam um “outro meio” deles que já está falindo para justificar o causador dos problemas que acontecem nesses instrumentos eletrônicos há muito tempo.

    Já faz tempo que temos facebook e Youtube dando pau…escondendo vídeos e likes.

    Estão usando o Estadão para justificar a prática.

  • Faltou meu perfil no Twitter, facebook e youtube, me senti ofendido por ter sido excluído, logo eu um conservador de berço.

  • Eu sempre me perguntei:”Poxa, o que faz uma revista como a Veja, com uma parcela de clientes fidedignos, sendo uma revista de referência há tanto tempo, de uma hora pra outra, se transformar, e abraçar uma loucura ideológica desenfreada, e afundar, afundar a cada publicação até chegar ao ponto de estocar nas bancas, farmácias e ser odiada por todos?”

    A única explicação plausível que acho possível, infelizmente, eu só vejo se todos os meios de comunicação forem controlados por um grupo. E esse grupo para se manter tenha que sacrificar um ou outro para continuar no “esquema”.

    Só isso justifica TODOS OS MEIOS ANTIGOS DE COMUNICAÇÃO abraçarem a mesma causa….fazerem as mesmas coisas…..

    A raiz deles é uma só e, detalhe, tem muito dinheiro e poder e não importa nem um pouco de sacrificarem alguns.

  • WHAT???? o estadão vai ser moderador do Facebook?kkkkkk
    qual será a nova plataforma social que vai surgir no Brasil,pq o facebook está fadado a ser mais um orkut..não sei como reagira a galera tendo seus dados controlados pelo estadão comunista..Adiós facebook!!!

  • Cancelei, orgulhosamente, minha conta no FB há 5 anos atrás. Depois fiz o mesmo com o Twitter e, quem diria, com o Instagram também. Sinto mais falta da barata que morava debaixo da minha pia e que eu via toda noita quando ia beber água do que dessa tralha. T U D O L I X O. Por enquanto, só estou no gab.com

  • kkkkkkkk esse Facebook e uma piada completa, agora me aparece com essa, ainda temos o Gab pra manter nossa liberdade de opinião, o estadão não põe mais medo em ninguém, se todo esse pessoal incomodou essa mídia corrompida, então não resta dúvidas que estão no caminho certo, ´para levar a verdade a todos.

  • Só existe uma saída, é o povo ir em massa ao escritório do Facebook no Brasil e no Estadão e manifestar contra a censura. Não tem outro jeito de ir contra esse sistema além da manifestação.

  • Vamos ler e assistir apenas aos conteúdos dessa lista q eles publicaram e querem censurar. E ignorar as mídias convencionais.

  • Afasta o debate que realmente interessa, kkkkkkkkk, interessa a quem? Porque meu interesse não está em discutir com esses loucos que acham que ditam os rumos do mundo.

  • Pois a primeira coisa que deve desaparecer do facebook é o próprio estadão, pois não existe nada mais cheio de “fake news” do que lá.

  • QUE MERDA DE ESCOLHA QUE O FACEBOOK FEZ HEN ?? LOGO O JORNAL “” O ESTADÃO”” É RESPONSÁVEL PELA INVESTIGAÇÃO DE FAKE NEWS !!!!!! ISSO É PIADA ???? OU O FACE BOOK TAMBÉM É UMA FRAUDE ???

  • O foicebuqui escolheu o Estadão BECAUSE isso “arruineted” a liberdade de expressão. Piada pronta, mas de mau gosto.

  • a DITADURA da esquerda está sendo instalada aos poucos silenciosamente na internet, como vem alertando o Olavo de Carvalho há anos

Blog Authors

Guilherme Galvão VillaniGuilherme Galvão Villani

Mariliense. Gosto pela Administração, Contabilidade e Finanças. Atu...

Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...