Estudo internacional conclui: não se nasce gay



Um estudo internacional concluiu que não existe o que é conhecido por “gene gay”. A pesquisa aponta que não existem fatores genéticos suficientes para dizer que a atração por pessoas do mesmo sexo esteja no DNA de um indivíduo. Trocando em miúdos: não se nasce gay.

Encabeçado por 11 cientistas, o estudo foi publicado nesta sexta-feira (30) pela revista Science. Foram ouvidas 477.522 pessoas do Reino Unido e Estados Unidos.

Os autores relatam que estudos anteriores sobre o componente genético do comportamento homossexual ainda não eram suficientes para “detectar sinais genéticos” se uma pessoa nasce homossexual ou não. Já a pesquisa atual, tem essa capacidade.

“Pela primeira vez, os novos conjuntos de dados em larga escala fornecem potencial estatístico suficiente para identificar variantes genéticas associadas ao comportamento sexual com pessoas do mesmo sexo (aquelas que já tiveram um casal do mesmo sexo versus aqueles que nunca o tiveram antes), estimar a proporção de variação na característica de acordo com todas as variáveis ​​como um todo, estimar a correlação genética entre comportamento sexual com pessoas do mesmo sexo e outras características e analisar a biologia e a complexidade da característica”, diz o documento.

Com isso, os pesquisadores viram que a orientação sexual de uma pessoa não depende tão somente do DNA, mas sim vários fatores externos, aspectos socioculturais, localização geográfica e a educação recebida. Fatores genéticos ajudam a explicar apenas um terço das diferenças ligadas ao comportamento sexual.

A análise encontrou cinco posições nos cromossomos humanos, chamadas locus, que podem estar de fato relacionadas à orientação sexual, mas cada uma tem uma influência muito pequena na definição final deste comportamento.

Tema ‘delicado’ 

De acordo com noticiários internacionais, os autores do estudo disseram que estavam conscientes da “delicadeza” do assunto. Dois pesquisadores informaram a repórteres na terça-feira (27) que eles mesmos eram gays. Com medo de serem mal interpretados, eles  chegaram ao ponto de consultar associações LGBT sobre como iriam comunicar os resultados da pesquisa.

 

Sobre o Colunista

Bruna de Pieri

Bruna de Pieri

"Cheguei mesmo à conclusão de que escrever é a coisa que mais desejo no mundo" (C.L.) | Jornalista, Católica, 22 anos,

95 Comentários

Clique aqui para comentar

  • “Parabéns” a todos que divulgam esse tipo de “pesquisa” com viés religioso. É um grande desrespeito aos milhões de homossexuais pelo mundo que desde criança sabem que são gays. Já nasceram assim. Sou heterossexual, mas tenho empatia e convivi com muitas crianças. É impossível que o ambiente favoreça a orientação sexual, pois o comum é que o bebê seja tratado igual aos outros e que seja cuidado por um pai e uma mãe numa casa comum, sem qualquer influência, e mesmo assim certo dia percebe ser homossexual.

  • Alguém já viu uma Leoa sapatão? um jacaré gay? tá, qualquer animal que tenha comportamento homossexual? nem eu. Pesquisa desnecessária!

  • Se essas pesquisas a respeito do gene forem verdadeiras e/ou comprovadas, isso não quer dizer que homossexualismo é “DOENÇA” e/ou que precisa ser “CURADA”, heim!? Tomem cuidado ao abordarem esse tipo de tema. 😉 KKKKKKKKKKKKKKKKK! 😀

  • nossa que descoberta..kkk obvio caralho, que não existe nascer gay, existe problema psicológico originário ao meio, trauma ou desvio de personalidade. tanto faz…que se foda esse assunto..ninguem liga se o homem quer dar o cu ou mulher outra chupar buceta..assunto chato pra caraio. Não é doença, mas não é normal simples assim. senão não havia sistema reprodutor e sim so fudedor..fodasse se alguem se ofendeu, vao toma no cu

  • Que surpresa uma matéria com teor ideológico implícito sendo divulgada por uma “jornalista” hétero e católica. Parabéns pela falta de respeito com seu próprio ofício e com a comunidade LGBTQI+. Continuem assim, a gente adora ser vistos como aberrações. Alguém confisca o diploma dessa acéfala.

  • Disseram aqui que a pesquisa tem viés religioso! Desrespeito a comunidade gay! Sendo que dois pesquisadores reconheceram que são gays. Essa interpretação veio realmente do texto que leu? Impressionante.
    Crianças já sabem que são gays! A partir de que idade elas sabem?
    Cada vez mais duplas de homens ou de mulheres adotam crianças, e em alguns casos como já vimos. matam suas crianças na tentativa de mudar seu gênero a força, e vem dizer que com certeza o ambiente ou modo de criação não tem influência.

  • Estudo mais lógico que já vi.

    É certo que é o meio que faz a pessoa, isso é óbvio!
    Essa conversinha fiada de dizer que nasce gay… gaysismo é balela geral!

  • Se tivessem lido o livro de Gêneses teriam economizados esses recursos e doados para alguma pessoa que foi abusado na sua infância para poder se tratar em um psicólogo.

  • Concordo com esse estudo!

    Sempre afirmei isso também, mesmo sem levado isso tão afundo assim, geneticamente. kkkkkkkkk
    Eis a verdade!

  • (SIC) “Sempre afirmei isso também, mesmo sem ter levado isso tão a fundo assim, geneticamente…”

  • É isso aí!

    Chega de enfiar maluquices nas cabeças das pessoas, a mente humana é capaz de criar as mais sórdidas fantasias!

    A ciência surpreende a mostra a verdade a todos.
    Parabéns!

  • Afora a imbecilidade antirreligiosa, dizer que essa pesquisa teve viés religioso (sem a mínima evidência disso!) mostra o nível de fanatismo que cerca atualmente qualquer assunto envolvendo gays. Forjou-se uma espécie de casta privilegiada e ultrablindada, intocável, que não pode ser de jeito algum contrariada. Mesmo uma pesquisa científica, publicada em revista científica, corroborando conclusões científicas anteriores, é apedrejada por esses patrulheiros gayzistas com a “acusação” de ser religiosa! Tudo porque o resultado não agradou a esses imbecis.
    Em tempo: independentemente desse trabalho atual, a genética é implacável em dirimir qualquer dúvida sobre a inexistência de condição homossexual inata. Todo o genoma humano foi mapeado, revisado, fartamente diivulgado e os genes sexuais continuam os mesmos – XX, mulher; XY, homem. Não foi encontrado um “YY” ou um “WW” ou um “ZZ” …

  • Não vai ser a primeira nem última pesquida tendenciosa, assim como não vai ser nem a primeira nem última vez que esse blog de fundo de quintal tenta propagar raiva contra os gays.

    Quando se estuda genética, nem todas características são encontradas de forma direta. Muitas são resultantes de combinações difíceis de mapear. A diferença genética entre homens e chimpanzés, por exemplo, está na ordem de 2%. Ou seja, em 2% você encontra combinações responsáveis por todas diferenças entre as duas espécies de primatas. Ou seja, a pesquisa pode até ter acontecido, mas a conclusão é falha. Na verdade, isso aí já faz tempo que é de conhecimento de quem estuda genética da sexualidade. Não acharam nada de novo. A novidade é a conclusão tendenciosa.

    E só respondendo ao Mínion que perguntou se não havia gays na natureza. Existe sim, os casos mais conhecidos são entre alguns espécies de primatas. É claro que ele não foi atrás antes de perguntar, tenho certeza.

    Vocês deviam era criar vergonha. Se dizem cristãos e tão mais preocupados em combater e perseguir do que acolher e se aproximar. Se exite um céu e inferno, algo que não acredito, pode ter certeza que a vaga de você não é no andar de cima.

  • Isso requereria muito estudo, mas a militância não deixa. Pode ter fatores psicológicos, como por exempto, abuso na infância. E pode ter fatores biológicos (sabe-se que algumas substâncias diminuem a testosterona e aumentam estrogênio. Plásticos, agrotóxicos, uso de microondas, etc. Pode ter influência? Pode! Mas requereria um estudo mais aprofundado. Mas será que a militância deixaria?

  • Isso é óbvio, mas nessa época falar esse tipo de coisa pode render sérios problemas. Pois vivemos numa época em que o método científico e a realidade não são mais importantes. O importante são os sentimentos de quem escuta esse tipo de coisa. Se ficou ofendido ou não. O coitado do cientista tem que furar os olhos e ter uma mordaça na boca e que se dane a verdade.

  • Tudo é obvio desde que, você saiba, é claro.
    Hoje no Brasil, estamos passando por uma grande bestialidade intelectual.
    É cada vez mais comum se ouvir em programas de TV que a pessoa nasce gay, ou chamando a pessoa que é ele, de ela.
    É óbvio que ninguém nasce gay. Também é claro que ser gay não é uma doença, mas ser gay é claramente ter um comportamento contrário à natureza humana.
    Há pessoas que sentem muito prazer em roubar coisas, e se comportam roubando.
    Agora, mesmo que alguns “psicólogos analfabetos funcionais” decidiram que é errado ajudar as pessoas que querem deixar esse comportamento sexual, esse é um problema comportamental, e cabe a cada pessoa decidir o que quer mudar ou não em sua vida. Imagine se os psicólogos fossem impedidos de ajudar a pessoa que sente prazer roubando coisas, sem ajuda psicológica para se livrar desse comportamento, como a pessoa iria melhorar?
    Acredito que isso vai muito mais além que querer reconhecer direitos além dos que já existem. Essa ideologia de gênero é a maior farsa que vemos hoje em dia, e precisa ser exterminada de nosso país, através da exposição do conhecimento da verdade. Caso contrário, iremos ver cada vez mais pessoas tolas, influenciando à ignorância os nossos jovens.

  • Sua matéria está errada sobre o estudo. Vc esta divulgando Fake News e isso é crime. O estudo diz que existe um gene gay, mas vários. Vou denunciar esse texto pra órgãos competentes.

  • Quem estiver com raiva da matéria reclame com os cientistas da Science, não com o Terça Livre. Que aliás, tem cientistas gays na pesquisa, olha aí!

  • E dai ?
    Quem quer curar gays ou qualquer outro tipo de personalidade que a nossa sociedade não aceita ?
    Existe um tipo de personalidade problema , aqueles que não possuem uma gota sequer de empatia , não conseguem se colocar no lugar de uma pessoa que está sofrendo , e este tipo de pessoa é que originam os serial-killers e os ditadores.
    Que não estava no DNA o fato marcador principal para alguém ser gay , já era muito conhecido , mas uma sociedade , uma cultura , um grupo de oferece múltiplas opções de estilo de vida, isto é estatisticamente comprovado , e querer consertar isto , é agir ditatorialmente contra todos. Sim , o preço da liberdade tem seu custo. Então ver um barrigudo , correndo de saltos altos pela av. Paulista , fantasiado de Priscilla , a rainha do Deserto , com longuíssimos cílios postiços , é ate um preço barato pela nossa liberdade e não existir um governo , uma igreja ou um grupo mandando em você e dizendo como vove deve agir.

  • Ah claro, a pesquisa não tem validade segundo o expert ali acima. Por que? “Por que sim”, “porque ele quer”. Me poupe hahahahaha

  • Vejo com pesar pessoas fazendo comentários agressivos e com ofensas à jornalista pelo simples fato de ela reportar uma pesquisa científica. Pois bem, a meu ver esta é uma postura descabida, intolerante e hipócrita, pois estou seguro de que tais pessoas aplaudiriam qualquer fala lacradora que representasse o oposto do resultado de uma pesquisa que emprega o método científico. Chega a ser leviano o fato de colocarem em cheque o fato da jornalista ser católica e hétero como se isso fosse demérito. Ideologias e filosofias devem se curvar diante da ciência e ponto. Sou conservador e cristão e sua opinião vazia não me interessa nem um pouco.

  • Desde de quando uma pesquisa científica que prova que gay não nasce gay é raiva ou ódio contra gay , lógico que não é só ciência . Querer ir contra a ciência é querer agir feito loucos. Quem é mais confiável em questão científica Wall Street jornal ou science . Lógico que é science. Doença é querer ir contra a ciência achando que a realidade é ódio e raiva. Gay não é doença , porém também não é normal . De acordo com a natureza se fosse normal se reproduzia . Estudo só provou que não se nasce gay . Agora os progressista não vão aceita a ciência era só o que faltava .

  • Divulgando fake News sobre a pesquisa? Que matéria absurda, tudo errado e distorcido neste texto. Ou vc não sabe interpretar um texto de uma pesquisa, ou está divulgando Fake News mesmo, que, é crime. Pois vou denunciar também.

  • Não precisamos de pesquisa científica para ter respeito à dignidade da pessoa humana.
    Não importa a escolha que os outros fazem ou defendam, contudo, é necessário que as ideias divergentes fiquem no campo do debate respeitoso. É necessário respeitar as opiniões divergentes. Mas, não é o que ocorre atualmente.

  • Aqui está algo em inglês a conclusão do estudo. Pelo que podem ver não é exatamente o que vcs dizem no título da matéria. “ CONCLUSION
    Same-sex sexual behavior is influenced by not one or a few genes but many. Overlap with genetic influences on other traits provides insights into the underlying biology of same-sex sexual behavior, and analysis of different aspects of sexual preference underscore its complexity and call into question the validity of bipolar continuum measures such as the Kinsey scale. Nevertheless, many uncertainties remain to be explored, including how sociocultural influences on sexual preference might interact with genetic influences. To help communicate our study to the broader public, we organized workshops in which representatives of the public, activists, and researchers discussed the rationale, results, and implications of our study.”

  • Aqui está a tradução. Não se nasce gay, nem hétero. “O comportamento sexual entre pessoas do mesmo sexo é influenciado por não um ou poucos genes, mas muitos. A sobreposição com influências genéticas em outras características fornece insights sobre a biologia subjacente do comportamento sexual entre pessoas do mesmo sexo, e a análise de diferentes aspectos da preferência sexual enfatiza sua complexidade e questiona a validade de medidas de continuidade bipolar, como a escala de Kinsey. No entanto, muitas incertezas ainda precisam ser exploradas, incluindo como as influências socioculturais na preferência sexual podem interagir com as influências genéticas. Para ajudar a comunicar nosso estudo ao público em geral, organizamos workshops nos quais representantes do público, ativistas e pesquisadores discutiram a lógica, os resultados e as implicações de nosso estudo.”
     

  • @José , BOA! É por isso que eu disse lá no comecinho: “Se essas pesquisas a respeito do gene forem verdadeiras e/ou comprovadas…”. O site Terça Livre é ENVIESADO e é por isso não dá para acreditar em tudo que eles publicam, além de já terem sido PEGOS EM FLAGRANTE criando, espalhando e compartilhando Fake News! 😉 KKKKKKKKKKKKKKK! 😀

  • Esses cretinos gastam tempo valioso com pesquisas inúteis e direcionadas politicamente, ao invés de contribuírem com descobertas científicas que realmente tragam benefícios, cura e esperança para a humanidade. Aliás os verdadeiros estudiosos estão além dessas mediocridades publicadas.

  • Para o pessoal que na seção de comentário, fatos não se importam com seus sentimentos e os fatos da realidade são esses.
    Ainda pelo bem do argumento, mesmo que pessoas nasçam gays, isto não JUSTIFICA tal comportamento, isto pode EXPLICAR a ação, mas isto jamais justificará tal ação, por exemplo:
    Se uma pessoa x nasce com genes que fazem ela ter atração sexual por criancinhas de 5 anos ou se uma pessoa y nasce com genes que fazem ela desejar matar alguém, logo as ações delas serão justificáveis? Isto é a clássica falácia genética, argumentar dessa forma, seria o mesmo que dizer “Porque nasci ignorante aos fatos da realidade, portanto é justificável eu tirar notas ruins na escola”

  • Parabéns ao Terça Livre por publicar essa notícia. Se o estudo científico tivesse concluído o contrário, de que a genética é fator determinante do homossexualismo, teria sido capa de todos os jornais e revistas de “grande” circulação no Brasil, o jornal nacional teria feito uma matéria de 40 minutos sobre isso, e o fantástico teria feito um programa inteiro falando sobre isso. Como não foi essa a conclusão do estudo, então a “grande” (lixo) mídia faz questão de ficar quietinha.

  • @Miguel , se as grandes mídias ficaram “quietinhas” , então não dá para concluir NADA sobre elas ou, então, tudo o que vocês falarem a respeito delas não passarão de meras ESPECULAÇÕES e/ou TEORIAS CONSPIRATÓRIAS. 😉 KKKKKKKKKKKKK! 😀

  • Onde está o viés religioso da pesquisa? É uma pesquisa científica, qualquer um pode refutar com outra pesquisa científica. O que não dá é falar que não vale essa pesquisa porque você ACHA que não é assim que funciona.

  • Matéria sensacionalista e tendenciosa. O título diz “não se nasce gay” quando na verdade a pesquisa é sobre um gene gay. Realmente não existe, como a pesquisa fomentou, mas o caso de nascer gay não depende apenas do gene. Existem outros fatores que influenciam um comportamento homossexual, isso pode acontecer na formação do cérebro da criança. Isso não quer dizer que as pessoas nascem heteros e se tornam gay como uma aprendizado.

  • Estudo? Alguém Aqui ja leí artigo científico? Isso e uma dissertação de texto, sem qualquer dado científico verídico. Qualquer um escreve uma sandice dessa. #fakenews

  • Primeiro, pesquisa com viés religioso é o CU DA MÃE. Em segundo lugar, se a pesquisa demonstra a ínfima percentagem que os genes têm de determinar a orientação sexual do indivíduo, de 5 a 20 e poucos %, significa que os outros 70% são determinados pelo meio (isso quando o sujeito tem genes com as tais tendências gay). OU SEJA, não se nasce gay, TORNA-SE gay. O título da matéria é decorrência lógica da conclusão que o estudo chegou. Agora, alguns inconformados dizem que não é um estudo porque não lhes foi favorável. Se o título da matéria no jornal transmite outra ideia, o que importa é o que está escrito no corpo da matéria — o estudo tal como o é. Não passa de um bocó logicista o sujeito que cita o título da matéria original para alegar que o título na matéria do terça livre é falsa por não transmitir a mesma ideia daquele. A ideia a ser transmitida tem que ser a que se pode concluir do estudo.

  • OBVIO QUE NAO NASCEM GAY.
    DEUS E PERFEITO E NUNCA ERROU E NEM NUNCA ERRARA.
    DEUS criou homem e mulher e cada um tem seu papel na criação. As pessoas que querem inverter a criação de Deus que é perfeita.
    Os cientistas são ateus e ignorantes em insistirem em buscar explicações na ciência ao invés de consultar
    a Biblia. La tem tudo. A comunidade LGBT nao tem culpa disso.
    Deus condena a pratica sexual entre pessoas do mesmo sexo.
    Esta no livro dos Levictios.
    E o que faz as pessoas se tornarem gays é possessão maligna. Na maioria das vezes pela atuação ma mente e no corpo da tal da pomba-gira.
    Eciste caso queiram, libertação para isso onde se prega a verdadeira palavra de Deus.
    Nada vontrs.
    So esclarecendo .
    Somos todos seres humanos.
    Todo meu respeito e amor por todos.
    “…amar ao proximo como a si mesmo…”

    A ciência nao é e nunca será mais importante que Deus.

  • OBVIO QUE NAO NASCEM GAY.
    DEUS E PERFEITO E NUNCA ERROU E NEM NUNCA ERRARA.
    DEUS criou homem e mulher e cada um tem seu papel na criação. As pessoas que querem inverter a criação de Deus que é perfeita.
    Os cientistas são ateus e ignorantes em insistirem em buscar explicações na ciência ao invés de consultar
    a Biblia. La tem tudo. A comunidade LGBT nao tem culpa disso.
    Deus condena a pratica sexual entre pessoas do mesmo sexo.
    Esta no livro dos Levictios.
    E o que faz as pessoas se tornarem gays é possessão maligna. Na maioria das vezes pela atuação ma mente e no corpo da tal da pomba-gira.
    Eciste caso queiram, libertação para isso onde se prega a verdadeira palavra de Deus.
    Nada vontrs.
    So esclarecendo .
    Somos todos seres humanos.
    Todo meu respeito e amor por todos.
    “…amar ao proximo como a si mesmo…”

    A ciência nao é e nunca será mais importante que Deus.cientistas nunca abordam a luz da Biblia.
    A ciencia nunca ter! Explicacoes medmo.

  • Não existe gene gay e nem ideologia de gênero…pesquisem sobre bisfenol sendo liberado do plástico aquecido nos alimentos e vão entender muita coisa…

  • Sabemos que nascer negro não é pecado, eles se reproduzem e está na genética, mas mesmo assim existe muita discriminação. Com gays é pior, nao é porque Deus condenou ou por causa dos genes, é que a raça humana gosta de todo tipo de discriminação e segregação mesmo. Gordos, aleijados, gagos, surdo-mudo, mulher, cornos, crenças religiosas, políticas de direita e esquerda e etc. Somos cheios de “certos e errados” e de coisas “normais”.

  • @Maria, eu já tinha visto o vídeo do Pirula que explica essa pesquisa muito bem e dá uma aula sobre o assunto. Bacana que vc compartilhou o link. Agora outras pessoas neste fórum podem ver.

  • Exatamente Andre chega um certo dia ele começa a querer se relacionar com pessoas do mesmo sexo, ele não nasceu gay ele escolheu ser isso. Não é genético e sim a escolha de cada individuo querer ter relação sexual com pessoas do mesmo sexo. E depois de todo o estudo cientifico você ainda quer defender algo que não tem base na ciência, aqui não está tendo um viés religioso e sim informar algo que a maioria das mídias não fará. Parabéns ao Terça Livre que está sempre trazendo noticias sem distorcer a verdade. A verdade sempre prevalecera.

  • Nada de novidade! Se nasce homem ou mulher, simples assim!
    Cada um tem o direito de fazer o que quiser com sua sexualidade
    quando adulto.
    O respeito deve existir independente disso.

  • Tem um erro fundamental na manchete. A conclusão do estudo não é que ninguém nasce gay.
    O estudo concluiu apenas que o homossexualismo não é determinado por genética…
    Isso não significa que não possa haver outras condições ambientais (até mesmo dentro do útero materno) que influenciem em alguma coisa (distribuição hormonal, etc) no corpo do feto de forma que ele nasça gay sim.

  • SE JÁ NASCE PORQUE QUE ENTÃO TEM QUE SE TROCAR O SEXO DEPOIS ????? PARA SE TORNAR AQUILO QUE JÁ É DA ORIGEM??? DE NASCIMENTO?? VCS JÁ VIRAM??? CACHORRO NASCER CACHORRO E MORRER CACHORRA??? JUMENTO MORRER JUMENTA??? E ÉGUA MORRER CAVALO???? E VICE-VERSA???

  • SE JÁ NASCE!!! É PORQUE TEM QUE SE IDENTIFICAR NO MOMENTO DO NASCIMENTO TÃO LÓGICO!!!! ENTRA NUMA MATERNIDADE E PÕE 20 RECÉM NASCIDOS MENINAS DE UM LADO E 20 MENINOS DO OUTRO!!! E DIGAM QUEM É GAY E LÉSBICA?? SE JÁ NASCE É PORQUE DA PRA SABER NA HORA DO NASCIMENTO!!! ALGUÉM CONSEGUE?????

  • Só fico chateado por não mostrarem os nomes desse 11 invompetentes. Parece pesquisa de intenção de voto pós eleições, aquelas coisas que não dão em nada vezes nada, uma inutilidade só, eu hein.

  • Só fico chateado por não mostrarem os nomes desse 11 incompetentes. Parece pesquisa de intenção de voto pós eleições, aquelas coisas que não dão em nada vezes nada, uma inutilidade só, eu hein.

  • Certíssimo, ninguém nasce gay, a pessoa se torna gay, escolhe se relacionar com pessoas do mesmo sexo, isso é mais que óbvio.

  • Um monte de ignorantes patrulheiros lgbtsjakkkk falando aqui nós comentários que a “matéria tem um viés ideológico e que foi feita por cristãos”, saiam da lacrosfera e aceitem a ciência, aceitem a realidade porra.
    Deixem de ser alienados e burros…
    Até dois dos cientistas são gays e afirmaram isso.
    Aceitem a realidade do jeito que é que dói bem menos.

  • E precisava de um estudo para descobrir isso? Se existisse um “gene” gay, com toda a certeza, o número de indivíduos com tal característica “genética” seria menor a cada ano e, consequentemente, não haveriam mais gays no mundo. Por exemplo, dois gays que decidem viver juntos, não teriam filhos, consequentemente, o gene não seria passado para próxima geração. O curioso é perceber que os mesmos ativistas que pregam a ideologia de gênero, que dizem que menino não nasce menino e menina não nasce menina, ou seja, que a heteronormatividade é uma imposição social, são os mesmos que costumam afirmar que uma criança não se transforma em gay, que já nasce assim. Traduzindo, homem não nasce homem, mulher não nasce mulher, mas gay nasce gay.

  • Olha, cada pessoa tem sua vivência, então é muito difícil cravar se a nossa orientação sexual se desenvolve por genética ou por outras coisas. Eu sou homossexual (e conservador) e posso dizer por mim mesmo que nunca me interessei ou tive desejos sexuais por pessoas do sexo oposto, e tampouco escolhi ser. Mas já vi pessoas que “mudaram a chave” durante a vida adulta. Enfim, acho que isso será um eterno mistério. O ser humano é muito complexo no aspecto comportamental.

  • Psicólogo privado cristão: “viram crianças, vocês não nasceram gay, é apenas comportamental, desordem da cabeça de vocês. Venham já, por apenas R$ 200,00 reais cada consulta, eu irei te fazer normal e querido por Deus”.

    Se esses cientistas forem cristãos (que por incrível que pareça existe), não dá nem para levar a sério.

  • Esses héteros, para amenizarem, disseram ter dois gays na ‘parada’. Eita laie, sem ativismo GLS -> LGBT, nós gays ainda estaríamos sendo lobotomizados, criminalizados, castrados quimicamente (Alan Turing) neste mundo cristão de bost@.

  • Lembrem-se, Alan Turing (gay) não foi castrado quimicamente, pelos nazistas, mas pelos opositores dos nazistas -> Inglaterra (terra de maioria cristã e tinha como religião de Estado o cristianismo), – pelo simples fato de ser gay. Aguentem vi@dos, os psicólogos cristãos, farão de tudo para curar homossexuais. Não dou 10 anos para castração química, lobotomia voltarem a ser utilizados por esses crentes nojentos, ainda mais com o conservadorismo cristão crescente no ocidente. Protejam-se, uniremos nossas forças contra esses não gays.

  • Fico feliz em saber que não se nasce gay, agora essas pragas de sodomitas podem deixar essa pratica pecaminosa, nojenta e criminosa. Levítico 20:13 agradece a vocês cientistas honrados, homens de bem.

  • Levítico 20:13; 1 Coríntios 6:9. Aceitem, vocês são héteros, normais, sadio, homens de Deus. Envergonham os pais, seus nojentos. Deixem essa pratica criminosa-pecaminosa, arrependam-se sodomitas e efeminados. Luto por um mundo mais justo, um mundo livre de pragas.

  • Cadê a informação que se trata de uma pesquisa de Harvard? Pesquisadores das universidades de Harvard e Massachusetts Institute of Technology (MIT)

  • Ninguém nasce GAY, Jesus Cristo REPUDIA relação entre pessoas do mesmo sexo, a criação divina deixou o homem e a mulher, apenas isso, se alguém puder ler olha lá em Levitico, na bíblia também fala que isso iria acontecer e as pessoas sem noção iria achar tudo normal, como por exemplo criança não pode trabalhar mas ler livro LGBT isso é normal, bando de hipócritas, Jesus tinha que voltar logo e acabar de uma vez por todas com essa porcaria toda…

  • É muita ingenuidade e falta de conhecimento pessoas afirmarem sobre “cura gay” como se isso fosse uma doença biológica somente. De certo o fato esta no comportamento, ou seja. psicológico. Já se sabe que o comportamento sexual e baseado em 3 componentes ou mais, sendo eles abuso sexuais, ausência de imagem paterna para diferenciação da materna e do resto do mundo e comportamento de imitação, pois somos seres sociáveis, logo repetimos o que nos é ensinado, inclusive quando nossos pais forem homo sexuais. Abraços.

  • Mensagem apelativa, de cunho sensacionalista e irresponsável. Nenhum estudo chegou a essa conclusão, de que “não se nasce gay”. O que os estudiosos alegam é que a homossexualidade não é determinada por um único gene, e sim, por vários genes, fatores biológicos e externos. Os resultados recentes continuam a afirmar a forte evidência de que a homossexualidade é natural ao ser humano. Os resultados recentes continuam a afirmar a forte evidência de que a homossexualidade é natural ao ser humano.

  • Geral já sabe disso faz tempo. Até os gays sabem! Porém, criam essa lorota pra fortalecer a narrativa Globalista e os troxas engrossam o coro. Óbvio que não existe gene gay kkkkk nem precisava de estudo. É extremamente comportamental, as vezes, até mesmo, no próprio útero, os traumas decorrentes da gravidez em diante. Essa turma colorida não quer aceitar o obvio e pq? Pq cairá por terra toda lorota e irá desmascarar o que estão fazendo com nossas crianças em conjunto com toda mídia, estão afeminado as crianças e ensinando a como ser gay desde cedo pq sabem que influencia sim.

  • Acho essa pesquisa importante, e devemos respeitar os profissionais que pesquisam sempre para que nos tenhamos a compreensão de determinados comportamentos, pois só atraves do conhecimento de determinados comportamento é que podemos respeitar a liberdade de cada individuo.

  • Olá a todos! Sou gay, porém concordo com a pesquisa, já descobri a muito tempo que não nasci gay, ninguém nasce gay e sim, são fatores externos que fazem que a nossa mente se desenvolva de uma maneira homossexual ou heterossexual, não é doença, não é genético é apenas comportamental. Eu fico indignado com os comentários que leio sempre quando o tema é esse, sempre tem uns imbecis que criticam, que falam que é doença, que é aberração ou coisas do tipo, vcs nunca pararam pra pensar o quanto um ser humano sofre ao perceber que sente atração pelo mesmo sexo, quantos já não se suicidaram por causa disso, pois tentaram de todas as formas mudar e não conseguiram, os que sobrevivem a isso a maioria aceitam essa vida de maneira tão intensa, que agem com tamanha cegueira ao ponto de criticar uma pesquisa científica, de dizer que a matéria tem cunho religioso, onde foi que vcs viram isso, eu não vi. O que acontece é que a necessidade de atenção, de carinho, amor de uma pessoa do mesmo sexo na infância, principalmente do pai ou da mãe, acaba gerando um adulto frustrado que busca incessantemente numa pessoa do mesmo sexo aquilo que não encontrou na sua infância, essa necessidade muda quando entramos na adolescência, tudo isso se sexualiza, o contato que desejamos quando crianças se torna sexual quando adultos. Também existem os casos de abusos, isso mexe profundamente com a cabeça de uma criança, que já não sabe mais qual é o seu papel, é homem, mas foi usado como mulher, é mulher mas foi abusada por homens e acabam tendo nojo deles. Hoje em dia faço terapia, pra entender quais foram as causas externas que me levaram a sentir atração pelo mesmo sexo, graças a Deus encontrei um profissional disposto a me ajudar, pois até nisso os psicólogos são impedidos de fazer, ajudar alguém a sair do homossexualismo, o conselho de psicologia não admite isso. À aqueles que não acreditam eu digo com sinceridade, tem funcionado, a cada dia que passa a intensidade do meu desejo homossexual tem diminuído e posso dizer que no geral diminuiu drasticamente, não é fácil, é preciso primeiro entender as raízes desse comportamento para depois trata-las e só assim começar a perceber a mudança acontecer na sua vida. Bom, mas cada um tem o direito de fazer suas próprias escolhas, ninguém escolhe ser gay, mas diante dessas informações você pode escolher se vai querer ao menos tentar uma mudança ou não, mas independente da sua escolha, todos nós merecemos respeito, cada um é dono da sua própria vida. E aos críticos que só querem ofender os homossexuais eu sugiro que vão cuidar da vida de vcs, tomem cuidado, esse tipo de comportamento vai acabar muito provavelmente gerando um filho homossexual, justo aquilo que vcs tanto criticam. Espero não ter ofendido a ninguém aqui, a minha intenção aqui foi apenas a de ajudar. Obrigado!

  • Acredito que a pesquisa é mais pra religião sim…ninguém pede pra ser gay, ser discriminado pela sociedade e até mesmo dentro de casa. A pessoa não vira gay de uma hora pra outra ela já nasce. Hoje em dia estão se descobrindo mais porque já estão amparados por lei e antes tinham receio que algumas pessoas se casavam pra se livrar do problema mas não adiantava….

  • Concordo com a pesquisa. Falo por experiencia própria.
    Tenho certeza que a pessoa se torna gay nos primeiros anos de vida.
    Eu passava o dia com minhas 3 irmas pequenas, o convívio com meninas só me fez virar gay e pra completar aos 5 anos mais ou menos eu tinha uns vizinhos amigos e a turma fazia troca-troca. Só eu dessa turma que fiquei gostando de homem.
    Os pais precisam ter muito cuidado nos primeiros 7 anos de vida dos filhos. Depois dos 7, já era.
    É triste ser gay. Os gays são tudo falsos, e só querem saber de pau grande e beleza.
    Hj já to com 34 anos e ainda no armário

  • Interessante o estudo, apesar de que se fosse comprovado que os homossexuais ja nascem sendo gays, haveria com certeza um menor preconceito, visto q ja é algo genetico e n escolhido, como mts pessoas pensam.

  • Eu nasci gay, crescendo e assistindo banheira do gugu, as moças recatadas dos grupos de pagode segurando o tchan e na boquinha da garrafa, cheguei a ir em pscologos, perdi anos da minha vida numa igreja evangélica pedindo praser curado, que me expulsassem demônios e tudo mais. Mas a verdade é que SOU diferente. Não é nada fácil principalmente numa sociedade hipócrita que acredita numa vida mentirosa de comercial de detergente. Admiro as poucas famílias exemplares que temos, mas infelizmente nem todos estão dispostos a viver uma mentira para agradar conservadores, na maioria das vezes, hipócritas.
    P.S.:Vamos ver se ao menos meu comentário será publicado, visto que há uma massiva manipulação e censura atualmente.

  • Sim, mas as pesquisas que aliam a personalidade a genética não são deterministas, ou seja ela apontam para predisposições. Os genes seriam um fator de interação na construção da personalidade que para a psicologia advém de diversos fatores como os citados pela pesquisa da matéria( a família, as relações sociais, o meio em que ela vive e a cultura da qual faz parte), e eles podem explicar quaisquer predisposições inatas a desenvolver determinados traços de personalidade, inclusive, a tendência a homossexualidade. O termo “Gene Gay” é um tanto sensacionalista, foi utilizado apenas como uma estratégia de divulgação, isso não invalida o fato de a homossexualidade ser algo natural visto que observável em diversas espécies. Agora, a sua matéria extremamente tendenciosa de quem não conhece sobre o assunto é que me impressiona, pois a homofobia é algo que parece ser identificável apenas na espécie humana.

  • Matéria feita por direitistas e para direitistas. A homossexualidade não é causada por um gene específico, mas por uma gama de genes diferentes. Ética e comprometimento com a informação é uma conduta louvável de qualquer pessoa que trabalhe com veículos de informação. Além do mais, a homossexualidade já foi observado em diversas espécies na natureza de diversas maneiras e sob diversos contextos, exemplo: por dominância, por frustração, por engano na distinção entre macho se fêmeas, por prazer, para amenizar conflitos, para evitar problemas entre comunidades distintas. Enfim, mas a homofobia eu só vejo em uma.

  • “Não existe um gene da homossexualidade nem da heterossexualidade nem da inteligência. São comportamentos muito complexos, provavelmente vinculados a centenas ou milhares de variantes genéticas distribuídas por todo o genoma”, diz Ordoñana, um pesquisador da Universidade de Murcia que não participou desse estudo. Os efeitos combinados dessas milhares de variantes genéticas hoje desconhecidas somariam essas influências detectadas de 33% ou de 8%-25%, dependendo do tipo de análise.

  • Foram ouvidas 477.522 pessoas, por 11 cientistas..hahahaha
    São Cientista que fundamentam suas tese através de pesquisas e com embasamento científico, ou são o IBOPE ? Rs
    Acham mesmo que as pessoas escolhem passar por preconceito, e estar sujeito a pessoas como essas que “criam essas estatística” e disseminam uma notícia baseada em preconceito, intolerância de cunho pejorativo, como se fosse verdade, pelo simples fato de não aceitar a natureza de um diferente ?? Rsrs

  • Ser ou não ser, tudo é muito polêmico, é incerto, porq Deus é o Sr.de todas as coisas, esses seres vão acerta com Deus se for o caso, é aí meu amigo,n vai ter choro e nem ranger de dentes q vai ser aliviado, a quente as consequências…

  • Essa pesquisa não reflete uma a realidade. Eles pesquisaram o DNA, a genética, coisa palpável ou visível. Pra resumir, uma pessoa nasce sim homossexual. Esses cientistas são ignorantes no que tange a “psiquê”, ou seja, o corpo é de uma forma mas a “psiquê” é de outra. O corpo é masculino mas a psiquê é feminina ou vice-versa.

  • Generalização equivocada para defender o que a pesquisa não diz. Eles até atribuem um percentual genético, mas declaram que não é possível identificar um gene… Mas isso não quer dizer nem que não seja genético, e muito menos que não se nasça gay. Existem fenótipos que se expressam com base em relações complexas de genes, e esse é um dos casos. Fazer essa generalização bizarra é um desserviço. Triste ver que a pessoa se presta a divulgar a notícia dessa forma.

  • Não se nasce gay, já que atração é algo inerente à personalidade. Casal formado por homem e mulher é uma formatação imposta pela sociedade, do tipo homem não chora e quando dizem ou diziam que mulher é sexo frágil. Não fui e não sou do tipo travestido, mas com quase 13 anos a primeira ejaculação minha fluiu quando fui ao encontro de um colega que me esperava na porta de casa, para irmos para a escola.

  • Eu sempre achei que o fato de mudança de Genero nao tem
    nada a ver com genetica e sim uma forma do ser humano ser ingrato com Deus pelo que é. Como a propria ciencia ja comprovou. A criança durante a gestaçao senti todos os sentimentos da mae.tristeza.dor.alegria.angustia e nesses sentimentos deve sentir tambem a rejeiçao.
    Muitas estao esperando menino mas desejava menina.muitas esperavam meninas e desejavam meninos .a criança com3ça a ser gerada dentro de ambiente infeliz quando a mae deveria apenas ser grata a Deus por essa dadiva divina que nem todas podem ter. Esse meu po to de vista nú e crú.

  • Achei o primeiro parágrafo da matéria sensacionalista. No fim eles chegaram a conclusão de que existem genes que cuidam da sexualidade, mas ela vai se afirmar conforme as experiências externas e necessidades do ambiente. O mesmo vale pra traços de personalidade.

    Quanto aos amigos que dizem que não há relacionamentos homoafetivos na natureza, pesquisem sobre leões gays, pinguins e orcas. É bom lerem um pouco mais sobre biologia antes de comentarem em assuntos que não entendem.

  • “Fatores genéticos ajudam a explicar apenas um terço das diferenças ligadas ao comportamento sexual.”

    Oras, então já encontraram um terço de explicações genéticas para homossexualidade.

    Particularmente eu vejo casos que é evidente que a pessoa nasceu homossexual, pois desde crianças tenras isso era nítido. Mas também creio que alguns casos pode ter tido a influência de traumas e do meio.

    E quando digo que me parece que em alguns casos o homossexualismo é fruto de traumas e do meio, não há nisso nenhum preconceito, mas uma constatação factura, porque do mesmo modo existem “héteros” por conta de traumas e do meio, sendo que sua natureza era de homossexual e foi compelido a agir como hétero, vivendo numa contradição agonizante consigo mesmo ou, como se diz, “trancado no armário” por conta de pressões religiosas, sociais, familiares e até políticas estatais.

  • Que coisa engraçada, minha formação como farmacogeneticista indo por água abaixo por causa de mistura de religião e “opinião alheia”. Pra que faculdade e doutorado, né? Só ler a bíblia que tem tudo lá.
    Você é jornalista, então apenas divulgue dados dos cientistas e não sua opinião vaga baseado em nada.

    Quando falamos de gene falamos do “sou eu”, em um todo, cada DNA ou molécula de X região define algo no corpo humano, uma característica, doenças hereditárias e por ai vai.
    Se existe “gene” gay, coisa que não sei porque querem definir dessa forma estando errado, afinal, se existe gene de orientação sexual, certamente, existe de “ser hétero”. Um estudo vago como esse e a pouca informação que temos de DNA humano pra ficar fazendo essas merda é perda de verba, não se afirma e nem desafirma nada, apenas ressalta a opinião de religiosos pra sair ai defecando pelos dedos, e a suposta cura gay reafirmando preconceitos.

    A ciência não explica características exstadas do ser humano, quem dirá explicar do porque você é hétero ou ele gay.
    Espero ter te ajudado um pouco com uma super aula de genética aqui, um grande abraço.

Blog Authors

Guilherme Galvão VillaniGuilherme Galvão Villani

Mariliense. Gosto pela Administração, Contabilidade e Finanças. Atu...

Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...