Ex-goleiro Bruno sai da prisão e vai para regime semiaberto

bruno goleiro


Agência Brasil

Ele foi condenado a 20 anos pelo homicídio de Elisa Samudio

A Justiça de Minas Gerais decidiu conceder regime semiaberto domiciliar ao ex-goleiro Bruno Fernandes, condenado pelo homicídio de Elisa Samudio em 2010. A decisão foi proferida pelo juiz Tarciso Moreira de Souza, da Vara de Execuções Penais de Varginha (MG). Bruno deixou a prisão na tarde de sexta-feira (19/7).

Em 2013, Bruno foi condenado a 20 anos e nove meses pelos crimes de homicídio triplamente qualificado, sequestro e ocultação de cadáver. Conforme a sentença, Bruno foi apontado como autor do assassinato de Eliza, com quem teve um relacionamento e um filho. Ela desapareceu em 2010, aos 25 anos, e foi considerada morta pela Justiça. Na época, o goleiro jogava no Flamengo.

Bruno ganhou direito ao benefício após ter cumprido o tempo necessário para progressão da pena, conforme está previsto na Lei de Execuções Penais (LEP). Ele estava preso desde 2010.

Pela decisão do juiz, o ex-goleiro deverá trabalhar durante o dia e retornar para casa à noite. Ele também está proibido de sair de casa entre as 20h e as 6h, além de frequentar bares e boates.

A decisão do juiz foi viabilizada após a segunda instância da Justiça de Minas ter retirado da ficha prisional de Bruno uma falta grave por uso de celular dentro da prisão. Com a suspensão dos efeitos da punição, o ex-goleiro passou a ter direito ao benefício.

Sobre o Colunista

Ricardo Roveran

Ricardo Roveran

Estudante de artes, filosofia e ciências. Jornalista, crítico de arte e escritor. Escrevo por amor e nas horas vagas salvo o mundo.

Twitter: @RicardoRoveran

11 Comentários

Clique aqui para comentar

  • Quem sabe volte a jogar e fazer baladas em casa… não poderia haver este tipo de moleza para criminosos… Brazil-zil-zil

  • “A decisão do juiz foi viabilizada após a segunda instância da Justiça de Minas ter retirado da ficha prisional de Bruno uma falta grave por uso de celular dentro da prisão”

    Mais um caso da série: “Paraíso de Impunidades”

  • era hora da justiça com as proprias mãos fazer se valer, mas povo brasileiro é frouxo e covarde, merece tudo de ruim que acontece….povo idiota e mediocre

  • Pois é…todo mundo tem direito de assassinar um no Brasil e ficar pouco tempo preso. E enquanto isso o pacote anticrime do Moro continua parado no Congresso.

  • Tem que pensar em quem votar estás leis é dê políticos que às vezes votamos neles muitas pessoas não vê isto

  • Vejo um monte de pessoas falando sobre o casa do bruno, e que o mesmo deveria ficar preso por resta da vida… faço aqui uma pergunta, “e se fosse um dos seus filhos, pai, mãe, neto? vocês iriam falar pra ficar lá também?” tenho certeza que não, então eu penso que jugar os outro é sempre mais fácil, mas é se fosse vc…. pense nisso antes de tecer comentários. não estou dizendo que ele fez certo, mas estou com certeza dizendo que todos tem que ter uma oportunidade e o direito de recomeçar e fazer o certo… falo de experiencia própria vivido em família.

  • O imbemcil enche o bucho com a bosta que come e edita com papel que limpou a boca suja de merda, a Elisa perdeu a vida o Bruno também todos perdemos.

  • Concordo plenamente que um bandido cumpra sua pena em regime fechado… especialmente
    Cangaceiro Lula e sua protegida Dilma.

Blog Authors

Guilherme Galvão VillaniGuilherme Galvão Villani

Mariliense. Gosto pela Administração, Contabilidade e Finanças. Atu...

Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...