fbpx

Falta de autonomia dos estados para gerir suas próprias leis, prejudicou o Ceará, afirma governador

stf ministros
 


Na sexta-feira (11/1), em entrevista à rádio de Fortaleza, o governador do Ceará, Camilo Santana, criticou a falta de autonomia dos estados para gerir suas próprias leis.

Ele lembrou ter criado uma lei para bloquear celulares nos presídios que foi questionada pelo Supremo Tribunal Federal (STF) numa Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI).

[Para] tudo nós dependemos da União. Se tudo depende da União, há uma responsabilidade da União sobre esse tema. Eu lembro do caso dos bloqueadores dos celulares nos presídios. Aprovamos uma lei na assembleia. Fizeram até uma ameaça a carro-bomba na porta da assembleia. Tivemos a coragem e a assembleia votou eu sancionei e o STF não aprovou a lei alegando que nós não tínhamos autonomia para legislar sobre o tema. Eu não tenho autonomia para legislar”, criticou o governador.

Camilo também criticou as leis penais do país, que segundo ele são “frouxas“.

Se você coloca uma bomba em um viaduto era para ser considerado no Código Penal Brasileiro crime de terrorismo, mas não é. Porque nossa legislação está falha. Então, é preciso uma pactuação nacional. Primeiro, é preciso rever as leis deste País. São leis frouxas. Você tem que enquadrar uns criminosos desses danos ao Estado. Se for enquadrar em terrorismo, a pena é muito maior”, disse.

 * Com informações de Diário do Nordeste

Sobre o Colunista

Ricardo Roveran

Ricardo Roveran

Estudante de artes, filosofia e ciências. Jornalista, crítico de arte e escritor. Escrevo por amor e nas horas vagas salvo o mundo.

Twitter: @RicardoRoveran

7 Comentários

Clique aqui para comentar

  • Engraçado ver o petista acordando para a realidade. Será que ele caiu na real ou está dissimulando?

    Bom dia e bom trabalho a todos do Terça! Abraço!

  • Sério que nosso federalismo é uma fraude? Não só as leis penais devem e precisam ser independentes, mas também os códigos civis e principalmente tributários. Cada cidade, região, que produza e colete seus próprios tributos e nada desse bolo imoral, de planejamento central aos moldes comunistas que é Brasília.

  • Não se separa sujeito do predicado com vírgula. (Se tivesse botão de “sugerir correção” eu usaria).

  • Eu ainda não sei ao certo a posição do governador do Ceará. O discurso está correto, mas qual a intenção real dele? Com políticos do PT, sempre o pé atrás.

  • E APENAS NARRATIVA PARA LIVRAR O PT, VAMOS OBSERVAR O QUE DISSE STALIN, NÃO SE PREOCUPE COM O QUE A PESSOA FALE, MAS O QUE ELE FAZ E O GOVERNO DO CEARA FAVORECEU A CRIMINALIDADE CONFORME JA VIMOS EM DIVERSAS ENTREVISTAS DE POLICIAIS DO ESTADO NO PROPRIO TERÇA LIVRE ENTRE OUTRAS CONSTATAÇÕES.

  • Respondendo à 2 comentários: seria estranho o Roveran não cometer um erro gramático já que em quase todo artigo ele mata o pobre Português. No entanto, esse erro que ele cometeu nem nossos estudantes com as notas mais baixas do mundo cometem. Básico do básico. Falando agora do Camilo Santana: é um canalha. Não tem outra palavra.

  • O SISTEMA FEDERATIVO FALIDO PODRE PERDULÁRIO COLONIZADOR E ESCRAVAGISTA DE ESTADOS. O Império Romano resiste na figura do criminoso imperialismo brasileiro, o imoral imperialismo do sistema federativo ditatorial semeado pelo golpe de 1889. Os malandros federalistas na boquinha e mamata federal a escravizar e colonizar a terra dos estados, o território dos 27 estados explorados. Na realidade a figura da união que não possui terra, renda, receita e riqueza, forjou-se como um representante dos estados na figura da palavra união, que ao final se tornou o imperador dono e interventor de tudo através da malandragem do federalismo na figura dos federalistas golpeando dia a dia criando normas, regras, leis fortalecendo lentamente o seu sistema criminoso através de golpes e ditadura sucessivos pelas baioneta, para manter a colonização das províncias / estados. Todas as entidades, instituições e órgãos federativos, estão na ótica de subjugar os Estados, nas figurar de tribunais superiores e congresso que não produzem um centavo, uma riqueza ou uma receita, vivem as custas do que os estado produzem e impedem suas liberdades. Esses organismos estão aí para intervir e sugar os 27 estados e confiscar suas independências e autonomias.

    QUE VENHA A LIBERDADE DOS 27 ESTADOS. QUE VENHA A INDEPENDÊNCIA DOS ESTADOS OU AS SUAS AUTONOMIAS.

Colunistas

Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...