MundoNotícias

FARC decidem não entregar corpos de jornalistas

Equipe foi sequestrada e morta pelos guerrilheiros

Guerrilheiros das Farc decidiram suspender a entrega dos três corpos da equipe de imprensa que eles assassinaram. Os jornalistas haviam sido sequestrados no dia 26 de março. O aviso foi enviado nesta segunda-feira ao Comitê Internacional da Cruz Vermelha.

“O CICV tomou conhecimento da posição da Frente Oliver Sinisterra expressa em comunicado publicado hoje, segunda-feira, mas permanece atento a uma possível evolução da situação”, informou o organismo internacional em comunicado divulgado em Bogotá.

O governo do presidente do Equador, Lenín Moreno, confirmou na sexta-feira o assassinato, após o que pôs em andamento uma operação sigilosa para recuperar os corpos através do CICV com o aval da Colômbia.

Ao mesmo tempo, os dois governos lançaram uma caça ao grupo dirigido por Walter Artízala, alias Guacho.

No comunicado citado pela organização, a frente Oliver Sinisterra justificou sua decisão de não entregar os corpos diante da falta de garantias de segurança.

“Tomamos a decisão unânime de suspender qualquer tipo de atividade humanitária com relação à entrega dos corpos dos jornalistas”, reforça.

A equipe do jornal El Comercio de Quito foi executada em cativeiro após ter sido feita refém em uma zona fronteiriça onde fazia uma reportagem.

Informações: AFP

Ver mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close