BrasilNotíciasPolítica

Favreto já assinou até manifesto em defesa de Lula na campanha de 2010

O desembargador do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), Rogério Favreto – que tentou soltar o ex-presidente condenado Luiz Inácio Lula da Silva, o Lula (PT), após o pedido dos deputados petistas, parece ser sempre muito ativo na defesa das causas do partido.

Como já destacado pelo Terça Livre, Favreto teve uma longa vida partidária no PT, participou de governos petistas no âmbito estadual e federal. Em 2010, mais um ato de Favreto em defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Ele foi um dos autores e um manifesto de juristas em defesa do petista condenado por corrupção e lavagem de dinheiro.

A “Carta ao Povo Brasileiro” contou com 63 juristas – dentro os quais o atual ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Edson Fachin – que defendia o presidente Lula de um movimento que o acusou de autoritarismo e de passar por cima da Constituição e das leis.

É que Lula – naquele momento – atacava a cobertura feita pela imprensa sobre a campanha da então ex-presidente Dilma Rousseff (PT). Como sempre, quando Lula foi alvo de crítica, a militância assumiu o papel de defendê-lo. Entre esses, estava Favreto.

O manifesto pró-Lula destacava os “feitos” do governo do ex-presidente.

Por conta da forma como tomou a decisão de domingo para libertar o presidente condenado Lula, Favreto já tem contabilizadas seis representações contra ele no Conselho Nacional de Justiça.

Tags
Ver mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Close