MundoNotícias

Filho de Fidel morre. Primeiras informações: suicídio

Morreu, no dia 1º de fevereiro, Fidel Castro Díaz-Balart, 68 anos. Ele é o filho mais velho do ditador cubano Fidel Castro.

Impressionante como ao dar esta notícia, a grande mídia – em especial o G1 da Globo – ainda trate Fidel Castro como “ex-presidente” de Cuba. Era um ditador comunista e ponto final.

Voltando ao fato: a imprensa estatal cubana afirma que o filho de Castro cometeu suicídio. Fidelito, ainda segundo essa mesma fonte, estava em depressão profunda há vários meses. Detalhe: tudo que é publicado pelo Granma não é confiável.

A família Castro sempre fez questão de esconder a “intimidade” numa associação ao culto ao líder. Fato comum a outros ditadores comunistas como Stalin.

Fidelito nasceu em 1949, em Havana. É o primogênito do ditador cubano e foi o encarregado da política nuclear do país.

Após o divórcio dos pais, Fidelito viveu até os 10 anos com a mãe. Vale salientar que na década de 1990, ele foi demitido de suas funções na Secretaria de Assuntos Nucleares. O papai Fidel disse que o rebento foi retirado do cargo por “ineficiência”.

Ver mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close