fbpx

Frei é acusado de fazer pregação ideológica durante missa

 


Uma missa realizada na Paróquia Verbo Divino, em Contagem, região metropolitana de Belo Horizonte, no dia 1º de maio, gerou polêmica entre os fiéis católicos da região. Uma fonte procurou a redação do Terça Livre a fim de denunciar conteúdo ideológico no discurso de Frei Adilson, responsável pela condução da celebração.

O áudio de parte da pregação foi disponibilizado no site oficial da Paróquia, nele, é possível encontrar um texto que resume as atividades religiosas na ocasião. “Antes da celebração, a professora universitária Marta de Freitas, assessora de movimentos sociais e sindicalista apresentou uma palestra sobre a Reforma da Previdência”, diz o site.

No áudio da pregação de Frei Adilson, o religioso faz menção à proposta de Jair Bolsonaro de isentar de punição o proprietário rural que atirar em invasor.

O Frei também parece se referir a Bolsonaro em um trecho da pregação: “[…] um falso moralismo de alguém que prega o matrimônio, a família, mas já está na terceira mulher. Estou falando mulher, não estou falando esposa não. Terceira mulher desse falso, essa falácia, desse fascismo”.

Fiz contato por telefone com o responsável pela Paróquia, Padre Alwin Dsouza, que explicou que a missa seguiu o direcionamento da carta da CNBB ( Conferência Nacional dos Bispos do Brasil), que condena a reforma da previdência proposta pelo presidente da República.

CONVERSA COM O PADRE ALWIN DSOUZA

Fernanda Salles: Recebemos uma denúncia de que a missa do dia do trabalho foi carregada de viés ideológico, com referências negativas ao presidente Jair Bolsonaro. Isso procede?

Padre Alwin: A missa foi do dia do trabalhador.

Fernanda Salles: Sim, mas o dia do trabalhador por si só não tem um viés ideológico, né?

Padre Alwin: Não. Não tem nada, nós só falamos sobre a carta da CNBB, né? Reforma da previdência.

Fernanda Salles: Certo, mas no caso a CNBB faz oposição ao governo de forma explícita?

Padre Alwin: Não é que é de forma explícita [..]

Fernanda Salles: Os senhores são contra a reforma da previdência?

Padre Alwin: Eu não. Assim, eu não estou dizendo contra. A posição da igreja é essa, né? Naquela carta baseado nisso [sic].

Fernanda Salles: Nessa missa havia alguma autoridade política?

Padre Alwin: Não. Não teve ninguém.

Fernanda Salles: Foi passado para a gente que o Obelino, ex-vereador do PT, estava presente.

Padre Alwin: O Obelino estava lá na missa como um fiel, como qualquer pessoa. Ele não falou nada.

Fernanda Salles: A última pergunta, Padre: qual é a posição do senhor a respeito de misturar política com religião? O senhor vê algum problema de no meio da missa haver alguma posição ideológica do padre?

[..] Padre Alwin: Não. Não tem isso de religião com política. Tem? O que a carta da CNBB está dizendo é que reforma da previdência não tem muito valor para pobres. Isso [sic] é a posição da CNBB.

Fernanda Salles: É a mesma do PT no caso, né?

Padre Alwin: [silêncio] Isso eu não sei. Não tem nada a ver com o PT.

Religião e política: outros padres se uniram ao ex-presidente Lula antes de sua prisão.

Não conseguimos contato com o Frei Adilson até o fechamento desta matéria.

Tags

Sobre o Colunista

Fernanda Salles

Fernanda Salles

Jornalista/Repórter

26 Comentários

Clique aqui para comentar

  • Como pode um padre, agir contra o povo? Mas tudo por sua ideologia de esquerda, eles são muitos. Afinal não deveriam existir, não era pra ter um se quer! E fala em nome de Jesus?! É um pecador? – Isso é criminoso. É preciso criminalizar o comunismo/socialista que fere o povo de bem.

  • Tem uma matéria na BBC Brasil sobre um padre celebrar nu um casamento de naturalistas; aquelas pessoas q são adeptas do nudismo. Agora tem padres q fazem casamentos misturados com paganismo e coisas exóticas como de paraquedas e no fundo do mar… aff…

  • Ex-vereador do PT e fiel da Igreja Católica? Eis o famoso quadrado redondo. E o sacerdote ainda defende o “fiel”, quando o mais correto seria a forte ofensiva contra o socialismo dentro da Igreja e, em não havendo retificação do “fiel” a sua excomunhão.

  • Tá certo, a assessora de parlamentar do PSL que não faz imprensa independente, tá certa.
    Pergunta: E o caso dos Evangélicos Edir Macedo, Silas Malafaia e outros que usam estruturas religiosas imunes de impostos, colocando obreiros nas ruas para fazer campanha para certo candidato de viés (em tese) conservador, não mereceria uma reportagem bem apurada? Veja que tais receberam até passaportes diplomáticos, bem como um (Malafaia) é até mesmo investigado por “lavagem de capitais” e outros apoiadores amigos (Edir, Valdomiro, RR Soares) dispensam qualquer comentário. O que acha de sermos brindados com tão bem feita reportagem também? Para passarmos a limpo, de verdade, o Brasil?

  • A CNBB como muitos pensam não representa a Igreja Católica… esse viés ideológico vem tudo da teologia da libertação, que eu como muitos católicos somos contra!

  • sou católico e não me sinto representado pela CNBB e suas diretrizes progressistas. Estamos nos desviando do caminho pela esquerda e não acho que a Igreja Católica não deveria se posicionar. Parece o tempo da baixa idade média, onde o clero tinha forte influência sobre o Estado. “A Cesar o que é de Cesar…” Como soa prá vocês?

  • com todo respeito como católico praticante. tem que mandar este FREI toma no cu
    junto toda CNBB. PODE LEVAR FALSO PROFETA IMPOSTOR ANTI PAPA FRANCISCO JUNTO.

  • Graças a Deus até os católicos estão percebendo que a Igreja também foi corrompida durante todos esses anos.
    Um plano “Mundial” realmente, muito bem pensado para destruir tudo: política, sociedade, famílias e até religião.

    Isso é um depoimento pessoal, mas nesses 10/12 últimos anos, percebi claramente que os Padres começaram a andar mais cabisbaixos, os fiéis começaram a se debandarem para outras religiões e etc. Mas eu percebi, mas realmente não tinha “informação suficiente” para entender o que estava acontecendo.

  • Está claro que essa “ideologia destrutiva” foi instalada na surdina em todos os mecanismos sociais, TODOS!

    Mas Graças a Deus, “uma luz” está nos mostrando “as criaturas e seus instrumentos” escondidos às sombras da sociedade.

  • Na Quinta-feira Santa , depois da Cerimonia Lava Pés, tem a Hora Santa…
    Exposição do SS. Sacramento no Altar.
    No livrinho assim intitulado: __politicas públicas__ estava oferecendo a Hora Santa para mariele … em vez de lembrar e meditar sobre o insulto de Cristo, lembranças daquele tempo….
    Continuam insultando a todos, no altar, misturam a leitura do Evangelho com ataques aos políticos…
    Deixamos a Igreja, fomos rezar fora, meditando o Santíssimo Sacramento, exposto, mas com a igreja dos Apóstolos, não do clero, que ainda ultrajando a Realeza de Cristo.
    Heresia , grana e poder.
    O ser humano pode e deve relacionar-se com DEUS pessoalmente, através da oração particular.
    Qualquer trabalho, digno, também é uma oração.
    Agrada a Deus a Oração perseverante, insistente e até importuna. E para não desanimares, medita nas palavras dos Apóstolos:
    ” Esperança e gratidão”!

  • ESSE FREI TA LOUCO, NA PREGAÇÃO ELE FALA QUE A BASE DE ALCÂNTARA É P/OS U.S.A. JOGAR BOMBA NA VENEZUELA, E QUE A BASE FOI ENTREGUE AO GOVERNO U.S.A., ESSE FREI TA PREGANDO OU É UM MELITANTI PTISTA.

  • As trevas não param de trabalhar.

    Ainda bem que estamos nos depurando desse câncer maligno, chamado Comunismo.

    Vamos sofrer mais um pouco, mas, findo esses tempos tenebrosos, acredito que daremos um salto de evolução físico, mental e espiritual.

    É bacana ler os comentários dos amigos do Canal Terça Livre, na sua maioria dando seus pontos de vistas pessoais e enriquecedores, sem viés ideológico ou político partidário

  • Na minha igreja em Uberlândia em frente minha casa foi desse naipe pra pior. Eu questionei o padre sobre toda a estrutura montada na praça com palco, banda, enfeites vermelhos, bandeiras e ônibus com manifestantes de camisetas Lula livre, e ele se esquivou todo tempo, eu gravei minha discussão com padre, cheguei adoecer com o episódio.

  • Minha família Católica e tradicional era meu alicerce, mas também tenho testemunhado que nos últimos 14 anos, venho percebendo uma falta de direção entre os padres e desânimo por parte de muitos.

    Eles não se expressam, não falam, mas conseguimos perceber nos semblantes.

    Algo estranho vem acontecendo sim na igreja católica e pelo jeito é verdade o que vem sendo discutido na internet.

    Muito estranhos os acontecimentos últimos!

  • A CNBB está levando o catolicismo para a extinção no Brasil.

    E o Vaticano está fazendo isso com a religião em várias partes do mundo.

  • Esses caras não podem serem chamados de Sacerdotes Católicos !!
    Como pode um sujeito celebrar uma Missa e defender valores Comunistas ?
    Será que ele sabe que Comunistas são Ateus e que mandaram matar muitos Cristãos, Judeus, Monges Tibetanos (na China) ?
    Esse sujeito está de brincadeira, por isso o êxodo da Igreja Católica, por conta dessa mistura com o nefasto e corrupto PT

  • Pior, cedendo para o tal empoderamento.
    Cidades do interior, as Igrejas (algumas ainda colocam na porta um aviso : respeitar o lugar e favor andar vestido)….
    Na Sexta-Feira Santa, vimos mulheres de short , quase fio dental… indo beijar a Cruz, cerimonia das Três Horas da Sexta Feira.
    Ainda ofendam a Face de Cristo, a Comunhão imperfeita, com trajes sumários… Havia padres na Igreja… observando sem nada comentar ou agir…

    Repudio a cnbb!

  • Hands off Venezuela é uma organização Terrorista financiada pelo Foro de São Paulo e a Cocaína do Chavismo.
    Tome cuidado desses bandidos.

  • Comunistas entraram na Igreja Católica e está destruindo ela por dentro. Este Frei de araque, na verdade um comunista disfarçado, aliás, nem disfarçado é. Faltou com respeito ao Bolsonaro e com sua esposa, e também com várias esposas do Brasil, dizendo que ele não tinha esposa, mas mulher, ou seja, pela visão deste sujeito, se a mulher for casar com alguém que já foi casado, ela não é digna, ela é uma qualquer. Veja a ignorância e intolerância deste sujeito. O criminoso Lula (que este padre deve adorar) estava com a Marisa, sua segunda esposa. E ainda pode ter a terceira. Mas, o sujeito não fala sobre isso, aliás, vários padres foram aos comícios do Lula. Este Frei tem que ser excomungado, porque o comunismo não tolera a religião. E este sujeito é um comunista.

  • Comunistas entraram na Igreja Católica e estão destruindo ela por dentro. Este Frei de araque, na verdade um comunista disfarçado, aliás, nem disfarçado é. Faltou com respeito ao Bolsonaro e com sua esposa, e também com várias esposas do Brasil, dizendo que ele não tinha esposa, mas mulher, ou seja, pela visão deste sujeito, se a mulher for casar com alguém que já foi casado, ela não é digna, ela é uma qualquer. Veja a ignorância e intolerância deste sujeito. O criminoso Lula (que este padre deve adorar) estava com a Marisa, sua segunda esposa. E ainda pode ter a terceira. Mas, o sujeito não fala sobre isso, aliás, vários padres foram aos comícios do Lula. Este Frei tem que ser excomungado, porque o comunismo não tolera a religião. E este sujeito é um comunista.

  • Por isso o Brasil está essa porcaria! As crianças vão para a escola para aprender e professor ao invés de ensinar, fica falando de política. Os católicos vão à missa buscar conforto espiritual e ao invés dos padres falarem de Cristo, falam de política.A esquerda é uma erva daninha que destrói tudo!

  • MENSAGEM DA CNBB AO POVO BRASILEIRO

    “Eis que faço novas todas as coisas” (Ap 21,5)

    Suplicando a assistência do Espírito Santo, na comunhão e na unidade, nós, Bispos do Brasil, reunidos na 57ª Assembleia Geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil-CNBB, no Santuário Nacional, em Aparecida-SP, de 1 a 10 de maio de 2019, dirigimos nossa mensagem ao povo brasileiro, tomados pela ternura de pastores que amam e cuidam do rebanho. Desejamos que as alegrias pascais, vividas tão intensamente neste tempo, renovem, no coração e na mente de todos, a fé em Jesus Cristo Crucificado-Ressuscitado, razão de nossa esperança e certeza de nossa vitória sobre tudo que nos aflige.

    “Eis que estou convosco todos os dias, até o fim dos tempos” (Mt 28,20)

    Enche-nos de esperançosa alegria constatar o esforço de nossas comunidades e inúmeras pessoas de boa vontade em testemunhar o Evangelho de Jesus Cristo, comprometidas com a vivência do amor, a prática da justiça e o serviço aos que mais necessitam. São incontáveis os sinais do Reino de Deus entre nós a partir da ação solidária e fraterna, muitas vezes anônima, dos que consomem sua vida na transformação da sociedade e na construção da civilização do amor. Por essa razão, a esperança e a alegria, frutos da ressurreição de Cristo, hão de ser a identidade de todos os cristãos. Afinal, quando deixamos que o Senhor nos tire de nossa comodidade e mude a nossa vida, podemos cumprir o que ordena São Paulo: ‘Alegrai-vos sempre no Senhor! De novo o digo: alegrai-vos!’ (Fl 4,4) (cf. Papa Francisco, Exortação Apostólica Gaudete et Exultate, 122).

    “No mundo tereis aflições, mas tende coragem! Eu venci o mundo” (Jo 16,33).

    Longe de nos alienar, a alegria e a esperança pascais abrem nossos olhos para enxergarmos, com o olhar do Ressuscitado, os sinais de morte que ameaçam os filhos e filhas de Deus, especialmente, os mais vulneráveis. Estas situações são um apelo a que não nos conformemos com este mundo, mas o transformemos (cf. Rm 12,2), empenhando nossas forças na superação do que se opõe ao Reino de justiça e de paz inaugurado por Jesus.

    A crise ética, política, econômica e cultural tem se aprofundado cada vez mais no Brasil. A opção por um liberalismo exacerbado e perverso, que desidrata o Estado quase ao ponto de eliminá-lo, ignorando as políticas sociais de vital importância para a maioria da população, favorece o aumento das desigualdades e a concentração de renda em níveis intoleráveis, tornando os ricos mais ricos à custa dos pobres cada vez mais pobres, conforme já lembrava o Papa João Paulo II na Conferência de Puebla (1979). Nesse contexto e inspirados na Campanha da Fraternidade deste ano, urge reafirmar a necessidade de políticas públicas que assegurem a participação, a cidadania e o bem comum. Cuidado especial merece a educação, gravemente ameaçada com corte de verbas, retirada de disciplinas necessárias à formação humana e desconsideração da importância das pesquisas.

    A corrupção, classificada pelo Papa Francisco como um “câncer social” profundamente radicada em inúmeras estruturas do país, é uma das causas da pobreza e da exclusão social na medida em que desvia recursos que poderiam se destinar ao investimento na educação, na saúde e na assistência social, caminho de superação da atual crise. A eficácia do combate à corrupção passa também por uma mudança de mentalidade que leve a pessoa compreender que seu valor não está no ter, mas no ser e que sua vida se mede não por sua capacidade de consumir, mas de partilhar.

    O crescente desemprego, outra chaga social, ao ultrapassar o patamar de 13 milhões de brasileiros, somados aos 28 milhões de subutilizados, segundo dados do IBGE, mostra que as medidas tomadas para combatê-lo, até agora, foram ineficazes. Além disto, é necessário preservar os direitos dos trabalhadores e trabalhadoras. O desenvolvimento que se busca tem, no trabalho digno, um caminho seguro desde que se respeite a primazia da pessoa sobre o mercado e do trabalho sobre o capital, como ensina a Doutrina Social da Igreja. Assim, “a dignidade de cada pessoa humana e o bem comum são questões que deveriam estruturar toda a política econômica, mas às vezes parecem somente apêndices adicionados de fora para completar um discurso político sem perspectivas nem programas de verdadeiro desenvolvimento integral” (Papa Francisco, Evangelii Gaudium, 203).

    A violência também atinge níveis insuportáveis. Aos nossos ouvidos de pastores chega o choro das mães que enterram seus filhos jovens assassinados, das famílias que perdem seus entes queridos e de todas as vítimas de um sistema que instrumentaliza e desumaniza as pessoas, dominadas pela indiferença. O feminicídio, o submundo das prisões e a criminalização daqueles que defendem os direitos humanos reclamam vigorosas ações em favor da vida e da dignidade humana. O verdadeiro discípulo de Jesus terá sempre no amor, no diálogo e na reconciliação a via eficaz para responder à violência e à falta de segurança, inspirado no mandamento “Não matarás” e não em projetos que flexibilizem a posse e o porte de armas.

    Precisamos ser uma nação de irmãos e irmãs, eliminando qualquer tipo de discriminação, preconceito e ódio. Somos responsáveis uns pelos outros. Assim, quando os povos originários não são respeitados em seus direitos e costumes, neles o Cristo é desrespeitado: “Todas as vezes que deixastes de fazer isso a um destes mais pequeninos, foi a mim que o deixastes de fazer” (Mt 25,45). É grave a ameaça aos direitos dos povos indígenas assegurados na Constituição de 1988. O poder político e econômico não pode se sobrepor a esses direitos sob o risco de violação da Constituição.

    A mercantilização das terras indígenas e quilombolas nasce do desejo desenfreado de quem ambiciona acumular riquezas. Nesse contexto, tanto as atividades mineradoras e madeireiras quanto o agronegócio precisam rever seus conceitos de progresso, crescimento e desenvolvimento. Uma economia que coloca o lucro acima da pessoa, que produz exclusão e desigualdade social, é uma economia que mata, como nos alerta o Papa Francisco (EG 53). São emblemático exemplo disso os crimes ocorridos em Mariana e Brumadinho com o rompimento das barragens de rejeitos de minérios.

    As necessárias reformas política, tributária e da previdência só se legitimam se feitas em vista do bem comum e com participação popular de forma a atender, em primeiro lugar, os pobres, “juízes da vida democrática de uma nação” (Exigências éticas da ordem democrática, CNBB – n. 72). Nenhuma reforma será eticamente aceitável se lesar os mais pobres. Daí a importância de se constituírem em autênticas sentinelas do povo as Igrejas, os movimentos sociais, as organizações populares e demais instituições e grupos comprometidos com a defesa dos direitos humanos e do Estado Democrático de Direito. Instâncias que possibilitam o exercício da democracia participativa como os Conselhos paritários devem ser incentivadas e valorizadas e não extintas como estabelece o decreto 9.759/2019.

    “Buscai em primeiro lugar o Reino de Deus e sua justiça” (Mt 6,33)

    O Brasil que queremos emergirá do comprometimento de todos os brasileiros com os valores que têm o Evangelho como fonte da vida, da justiça e do amor. Queremos uma sociedade cujo desenvolvimento promova a democracia, preze conjuntamente a liberdade e a igualdade, respeite as diferenças, incentive a participação dos jovens, valorize os idosos, ame e sirva os pobres e excluídos, acolha os migrantes, promova e defenda a vida em todas as suas formas e expressões, incluído o respeito à natureza, na perspectiva de uma ecologia humana e integral.

    As novas Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora da Igreja no Brasil, que aprovamos nesta 57ª Assembleia da CNBB, e o Sínodo para a Pan-Amazônia, a se realizar em Roma, em outubro deste ano, ajudem no compromisso que todos temos com a construção de uma sociedade desenvolvida, justa e fraterna. Lembramos que “o desenvolvimento tem necessidade de cristãos com os braços levantados para Deus em atitude de oração, cristãos movidos pela consciência de que o amor cheio de verdade – caritas in veritate -, do qual procede o desenvolvimento autêntico, não o produzimos nós, mas nos é dado” (Bento XVI, Caritas in veritate, 79). O caminho é longo e exigente, contudo, não nos esqueçamos de que “Deus nos dá a força de lutar e sofrer por amor do bem comum, porque Ele é o nosso Tudo, a nossa esperança maior” (Bento XVI, Caritas in veritate, 78).

    A Virgem Maria, mãe do Ressuscitado, nos alcance a perseverança no caminho do amor, da justiça e da paz.

    Aparecida-SP,  7 de maio de 2019.

  • Bem, não posso falar do Frei Adilson, pois não conheço pessoalmente, mas sobre o Padre Alwin, não vejo ele com uma conduta ideológica socialista ou comunista. Eu estava presente na preparação da celebração, e em momento algum não vi ele participando de nenhuma militância política. Ele é um cara super do bem, em nenhuma homilia que eu tenha presenciado ele se posicionou a favor destes tipos de ideologia (olha que ele deve ter mais de dois anos em nossa paróquia).
    Podemos perceber até pelas respostas dele que não há um argumento que prova que ele tem conduta capitalista, socialista ou comunista.
    Sou completamente contra tipos de manipulações, para mim o correto é apresentar as duas ou mais visões e deixar que a pessoa decida a respeito do que ela acha melhor.

  • Ridículo este artigo que não busca em nada entender o contexto.
    Não havia nenhum discurso de esquerda.
    Tome cuidado com sua fala porque os padres são eleitos da virgem Mãe e se caso encontramos faltas neles o que nos cabe é rezar pela conversão verdadeira.
    Infelizmente vejo que alguns católicos se tornaram defensores de um partido e não de sua doutrina.
    O Padre Alvim é um excelente pároco e se preocupar em estar em comunhão com a igreja.
    Para apontar é preciso conhecer.

  • Comunismo/Socialismo = concentração de poder e riquezas no Governo enquanto o povo vive de migalhas (bolsas) na miséria sendo totalmente dependente do Governo, com o objetivo do fim do patrimônio individual, propriedade privada, família, direitos. Exemplos: Cuba, Nicarágua, Venezuela, etc. Influenciando a tudo e a todos inclusive nas religiões.

  • A Ditadura entrando na Igreja de Jesus Cristo????Como cristã eu repúdio a atitude desse infiel, vai ver que nem são católicos, que sabendo que o Papa Francisco defende uma igreja inclusiva e amorosa, entram lá pra tripudiar com o Clérigo por motivação política??? Esses sim merecem a excomunhão! Desde quando esse presidente de milícias, mal caráter, sonegador, misógino,assassino e ditador manda na Igreja Católica??? Quem não estiver satisfeito que vire evangélico e siga Malafaias, Macedos, Genaros ,e fique por lá com os mercenários da Fé! Na nossa Igreja Católica queremos discípulos de Jesus, o bom Pastor!!!!

Colunistas

Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...