Grupos de caminhoneiros pedem intervenção militar

 


Em vídeo veiculado em grupos de caminhoneiros no Whatsapp, um homem declara ser caminhoneiro e favorável a uma intervenção militar. No vídeo, ele diz: “Oi, galera. Sou caminhoneiro, estamos juntos aí na greve e estamos fazendo adesivos para colar nos nossos carros, nos dos colegas e nos de todo mundo que apoiar essa greve. Intervenção militar já. Se a gente não tirar esses corruptos do poder, a gente não vai para frente, não”. Em outro vídeo, entre caminhões que bloqueiam uma rodovia paulista, outro caminhoneiro diz: “Representando o caminhoneiro brasileiro, o transportador de carga. Aqui tem brio, aqui tem sangue. (Estamos) parando São Paulo, parando o Brasil e indo para Brasilia destituir os três poderes corruptos. Intervenção militar já. O povo está cansado de sustentar estes corruptos. Aqui é patriota”. No quarto dia de greve geral, os caminhoneiros já não pleiteiam apenas a redução nos preços de combustíveis, mas também outras pautas, como o discurso anti-corrupção e em apoio a uma intervenção militar.

Fonte: BBC Brasil

Sobre o Colunista

Redação TL

Redação TL

2 Comentários

Clique aqui para comentar

  • Os pescadores estão bloqueando o canal de acesso ao porto de Santos em apoio a greve dos caminhoneiros

  • Tenho gasolina até segunda, depois disso vou me juntar aos caminhoneiros em greve e aconselho a todos que parem de ficar correndo atrás de postos com gasolina e e façam o mesmo.

Colunistas

Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...