Fernanda SallesMundoNotícias

Guerra entre “coletes amarelos” e policiais continua em Paris

65 pessoas ficaram feridas neste sábado

Manifestantes tomaram as ruas de Paris, pelo terceiro final de semana consecutivo, neste sábado (1º). Os “coletes amarelos” entraram em confronto com a polícia na Avenida Champs-Elysées, deixando 65 pessoas feridas e pelo menos 205 detidas, de acordoa agência Reuters.

O Ministério do Interior informou que mais de 75 mil pessoas estão nas ruas em várias cidades francesas. Houve também confrontos em Toulouse.

Manifestante mascarado. Foto: AFP

“Esta manhã, indivíduos equipados e “determinados” (…) mostraram grande violência. As forças de segurança têm sido alvo de ataques que elas próprias descrevem como de uma violência raramente vista”, disse o primeiro-ministro.

Segundo a imprensa de Portugal, a maioria dos detidos em Paris tentou quebrar o cordão de segurança montado para impedir a repetição das imagens de sábado de confrontos nos Campos Elísios. O presidente socialista Emmanuel Macron, afirmou, na semana passada, que os protestos estão “manchando a imagem internacional da França”.

Protestos violentos deixaram 65 feridos neste sábado.
Foto: AFP

A onda de protestos começou após o anúncio do aumento de impostos no país, incluindo aumento da gasolina.

Na semana passada, um manifestante morreu depois de ser atropelado por uma motorista em pânico, que se viu cercada pelos manifestantes que começaram a atacar o seu carro, em  Pont-de-Beauvoisin, em Saboya (leste da França). a mulher foi presa em estado de choque.

Os manifestantes afirmam que só sairão das ruas após a renúncia de Macron.

Informações: Jornal Publico.pt (Portugal), AFP

Tags
Ver mais

Fernanda Salles

Jornalista/Repórter

Artigos relacionados

10 Comentários

  1. Força França! Acordem! Coloquem pra correr esse sem vergonha e aproveitem e lembrem que vocês são um país, com uma história, com soberania nacional, parem de abrir as pernas para o mundo, ACORDEM!!!!!!

  2. Quando os muçulmanos fizeram bagunça nas ruas, os policiais nem armados estavam, já com o próprio povo francês…

  3. Parabéms aos franceses, estão acordando. Antes tarde do que nunca. Tenho uma amiga brasileira que mora na França há um bom tempo e ela falou das catastróficas políticas que vêm sido implementadas desde François Hollande, de como ele fudeu com os trabalhadores(supostos beneficiários das políticas socialistas) mediante tributação. No entanto, o inimigo dos franceses e dos europeus de maneira geral, é maior: é a imposta e impostora União, que agora quer cercear a liberdade de acesso e geração de informação na internet. A Europa tá no olho do furacão com as políticas migratórias, com os regulamentos cerceadores de liberdades da União Europeia e com uma eminente crise econômica, à medida que o Deutsche Bank e a Itália prenunciam essa tragédia.

  4. vai ser muito difícil reverter esse quadro na França. Muitos anos de socialismo, globalismo e politica migratória livre destruíram o país. espero que não seja tarde

  5. E vem Macron cagar regra no Brasil. Não passa de um globalista que está recebendo o tratamento que merece.
    Quando diz que os protestos estão manchando a imagem da França internacionalmente, está cinicamente apelando pro politicamente correto.
    O que Alemanha não conseguiu com duas guerras a Merkel conseguiu com Socialismo: Tomar o poder n Europa. O continente nunca esteve pior em mais de hum século.

  6. O presidente socialista Emmanuel Macron, afirmou, na semana passada, que os protestos estão “manchando a imagem internacional da França”.
    Adorei o rotulo de “O presidente socialista Emmanuel Macron” Paraben´s temos que deixar bem claro quem são eles.
    Uma população que reage a inflexibilidade de um Presidente Socialista que não para ouvir a voz do povo, tem a coragem de dizer que o povo é quem esta sujando a imagem do pais? Aumento de impostos sempre foi opressão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Close