Hadadd e a mágica da multiplicação de votos



A poucos dias das eleições presidenciais uma nova pesquisa realizada pelo IBOPE/TVGlobo foi divulgada no início da noite desta segunda-feira (24). Segundo os dados, o presidenciável Jair Bolsonaro (PSL) permanece na liderança com 28% das intenções de voto.

A surpresa da nova pesquisa foi o crescimento do candidato de Lula, Fernando Haddad (PT), que aparece agora com 22%, ocupando o segundo lugar. Segundo os dados, Haddad subiu três pontos percentuais desde a última “consulta” à população.

A multiplicação de votos para o candidato do Partido dos Trabalhadores desafia, no entanto, o claro sentimento que vem tomando conta do povo brasileiro desde meados de 2014: a mistura fatal (para a esquerda) do antipetismo e do desejo ardente por ordem, respeito e segurança. Desse liquidificador verde e amarelo saiu Jair Messias Bolsonaro.

O crescimento do PT desafia a realidade das ruas e faz de bobo o eleitor – mais uma vez.

Os 22% do petista, denunciado por lavagem de dinheiro, corrupção e formação de quadrilha só não assustam a decadente classe “intelectual” brasileira, agarrada no velho pensamento socialista e nas tetas do Estado. Nem os “artistas” amantes da lei Rouanet.

Sobre o Colunista

Fernanda Salles

Fernanda Salles

Jornalista/Repórter

14 Comentários

Clique aqui para comentar

  • a maracutaia é simples de entender, estão repassando os índices de brancos e nulos (se é que estava tão alta assim, como mostrava as pesquisas anteriores) para o poste, e a tendência é continuar pra justificar alguma fraude nas urnas eletronicas.

    mas como bem disse a matéria, as manifestações nas ruas e nas redes sociais a favor do Bolsonaro diz totalmente o contrário, dessas pesquisas encomendadas

    meu maior receio é se confirmar alguma fraude nas urnas e o PT voltar ao poder, não acho que o povo irá aceitar a derrota assim numa boa, acredito que irá acontecer muito protestos Brasil afora, e a mídia vai tentar colocar panos quentes e pode até dar morte se extrapolar, pode correr o risco até do exército a intervir no país se sair do controle.

  • Pelo que percebo eles não computam um a cada dois votos em favor de Bolsonaro. Na verdade Jair Bolsonaro tem mais de 40%. E está no mínimo na margem para ser eleito no primeiro turno. Impossível acreditar no resultado dessa pesquisa.

  • Alguem sabe me explicar como é possivel, na mesma pesquisa a 2 semanas atras, o embate ”Bolsonaro x Haddad” mostrava 42% do Bolso contra 36% do Haddad, e agora 2 semanas depois, mostra 43% do Haddad contra 37% do Bolso?

    Porque, acompanhem a logica comigo.
    A diferença percentual é a mesma, 6%, apenas com a diferença de ter 2% a menos de ”Brancos e Nulo”.
    Entao pra esse placar ter invertido, 6% pessoas que a 2 semanas atras VOTAVAM NO BOLSONARO, terem transferido seu voto diretamente PARA O HADDAD.

    Em que Realidade isso é possivel? Como alguem que vota no Bolsonaro pode mudar seu voto para o Haddad?
    Essas pesquisas incoerentes servem como uma ”auditoria informal” das urnas, ja que as mesmas nao possuem nenhuma forma de auditoria. Estao tentando fazer uma aceitação popular pra uma possivel vitoria do Haddad VIA FRAUDE.

  • Isso é só começo. Ainda vai ter aquelas pessoas que estão desempregadas (graças ao PT), achando que votar nele irá trazer de volta os anos 2002-2010 que tinham dinheiro no bolso (graças aos empréstimos e parcelas a perder de vista financiadas pelo governo) e que estavam empregadas, graças ao PT! Infelizmente muitos municípios brasileiros a TV ainda é a principal fonte de informação.

  • Realmente não dá para se confiar em pesquisas eleitorais, mas temos que continuar o trabalho de conquistar votos para o Bolsonaro.
    Vejo muita gente cantando vitória antecipada, mas não é esse o momento. Temos que lutar todos os dias convencer os indecisos. O voto das pessoas que tem religião fará uma grande diferença neste momento.
    Não nos acomodemos,, porque a eleição não terminou.

  • ALESSANDRO TEM RAZAO.
    Meu ponto de vista, eles estao amaciando a dose pra nao dar muito na cara a MARACUTAIA que esta no projeto de poder deles, mais as evidencias das pesquisas feitas sem a influencia da Mafia sao claras, todas as pesquisas mostram Bolsonaro acima dos 65% vejam o caso da JOICE 84%, eu tambem fiz com um numero menor de pessoas 74% e existem outros casos mais sempre acima de 65 so acredita nessas pesquisas eles mesmo, ou seja prega-se a mentira tantas vezes ate que se torne verdade. Nao acreditamos mais. Bolsonaro 17.

  • Eles querem dar a entender que o Bolsonaro não ganha de ninguém no 2 turno pra transferirem o voto útil para o Alkimin.

  • 1Para prefeito de SP 15 dias antes pesquisa Ibope, Dória tinha 17%, 15 dias depois venceu com 52,29% dá pra acreditar nessas pesquisas dessas instituições mentirosas?

Colunistas

Guilherme Galvão VillaniGuilherme Galvão Villani

Mariliense. Gosto pela Administração, Contabilidade e Finanças. Atu...

Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...