MundoNotícias

Hugo Chávez e Néstor Kirchner lucraram com câmbio paralelo

Dois ex-membros do Foro de São Paulo ganharam pelo menos US$ 50 milhões com esquema de corrupção

Delator diz que os dois ex-membros do Foro de São Paulo ganharam pelo menos US$ 50 milhões com esquema de corrupção que incluía venda de títulos públicos.

Os ex-presidentes da Argentina, Néstor Kirchner, e da Venezuela, Hugo Chávez, lucraram US$ 50 milhões com um esquema de corrupção envolvendo títulos públicos argentinos e compra e venda de dólares no mercado paralelo.

A revelação foi feita por Claudio Uberti, ex-chefe de uma autarquia que controla licitações públicas na Argentina que foi representante do ex-ministro do Planejamento, Julio De Vido, na Venezuela.

Uberti fez um acordo de delação premiada com o juiz Claudio Bonadio, que investiga corrupção envolvendo os Kirchners.

Segundo revelaram os jornais Clarín e La Nación, Uberti afirmou que entre 2005 e 2006, Kirchner pediu dinheiro a Chávez.

Na época, a Venezuela vivia o auge de sua produção de petróleo e patrocinava regimes amigos na América do Sul.

Fonte: Tarciso Morais – Renova Mídia

Ver mais

Ricardo Roveran

Estudante de artes, filosofia e ciências. Jornalista, crítico de arte e escritor. Escrevo por amor e nas horas vagas salvo o mundo.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Close