Igreja transformada em ONG secular: Cardeal critica documento do Sínodo da Amazônia



O Cardeal Walter Brandmüller, historiador da Igreja e co-autor do documento de “dubia”, a famosa carta com questionamentos ao papa Francisco sobre Amoris Laetitia, criticou e pontuou o documento de trabalho lançado pelo Vaticano – Instrumentum Laboris, para o Sínodo da Amazônia. 

Na publicação escrita na língua alemã, o cardeal questiona a necessidade de haver um sínodo na região amazônica:

“Há que se perguntar: o que a ecologia, a economia e a política têm a ver com o mandato e a missão da Igreja? E acima de tudo: que competência profissional e autoridade tem um sínodo eclesial de bispos para emitir declarações nesses campos?”

Brandmüller alerta que as as florestas da região amazônica vêm se declarando como um “locus theologicus”, ou seja, uma fonte especial de revelação divina cercada por “religiões naturais” que se dizem cristãs.  

“Há outro elemento a se levar em conta, que é encontrado em todo o “Instrumentum laboris”: vale dizer, a avaliação muito positiva das religiões naturais, incluindo práticas curativas indígenas e similares, bem como práticas e formas de cultos mítico-religiosos. No contexto do chamado à harmonia com a natureza, fala-se até de diálogo com os espíritos (nº 75)”.

Abolição do celibato e sacerdócio feminino

O cardeal também enfatiza algo que muitos ainda insistem em não ver: a tentativa do Sínodo de implantar a ordenação de homens casados e o sacerdócio feminino, por haver “necessidade de atender às áreas mais remotas” das comunidades amazônicas”, segundo o instrumentum laboris:

“É impossível esconder o fato de que esse “sínodo” visa particularmente implementar dois dos projetos mais ambicionados e que nunca foram implementados até agora: a abolição do celibato e a introdução de um sacerdócio feminino, a começar por mulheres diáconas”.

A Igreja transformada em uma ONG secular

Walter Brandmüller conclui seu documento afirmando que o Sínodo pode violar as verdades reveladas pela fé católica e trazer, como consequência, a autodestruição da Igreja e transformar  o Corpo Místico de Cristo “em uma espécie de ONG secular com um papel ecológico-social-psicológico”.

“Portanto, deve ser dito hoje com força que o “Instrumentum laboris” contradiz o ensinamento vinculante da Igreja em pontos decisivos e, portanto, deve ser qualificado como um documento herético. Dado que mesmo o fato da revelação divina é aqui questionado, ou mal entendido, deve-se também falar, que além disso, é apóstata.”

O documento do cardeal Walter Brandmüller pode ser acessado na íntegra, traduzido pelo Fratres in Unum, clicando aqui. 

Sobre o Colunista

Bruna de Pieri

Bruna de Pieri

Jornalista e católica.

33 Comentários

Clique aqui para comentar

  • Nossos antepassados indígenas tinham respeito e sua própria religião.
    TUPÃ, o Grande Espírito, o Deus chamado, assim meditavam nas vozes do vento, no murmurinho das cascatas descendo nas montanhas, o som da chuva, o farfalhar das folhas no sopro do vento, o gorjeio dos pássaros saudando o amanhecer, crepúsculo, entardecer… O Sol, a Lua… São preces. Louvores.
    Aprender como deter o julgamento. Aprender a escutar. Entre em contato com seu próprio interior. Olhe para a vida com alegria e jamais chore por algo que não pode chorar por você.
    Não aceite o ilícito.
    O petê. XÔ.

  • A igreja de Cristo sendo destruída de dentro para fora. Esse Papa Francisco não é nada confiável. Deus tenha piedade de nós.

  • O choro é livre. A verdade é que o papa Francisco vem renovando o carisma eclesial original, das primeiras comunidades cristãs. O fato é que este cardeal representa o retrocesso da Igreja de Jesus ao status da igreja do império, pomposa, distante da realidade e do seu povo. A igreja com ânsia de poder deve ser ultrapassada, esta é a missão de Francisco. Salve o papa!

  • Não existe nenhuma autoridade na Terra para mudar a substancialidade da Igreja, a fé Católica é uma só independente de tempo e espaço, é o conjunto de crenças que sempre foram acreditadas nos ensinamentos dos Santos padres e doutores.

  • Não existe nenhuma autoridade na Terra para mudar a substancialidade da Igreja, a fé Católica é uma só independente de tempo e espaço, é o conjunto de crenças que sempre foram acreditadas nos ensinamentos dos Santos padres e doutores!

  • Tirando a parte em que o cardeal esqueceu-se da DSI, no resto está certo. Mas, rezemos, as portas do Inferno jamais prevalecerão.

  • Só digo uma coisa nessa crise da Igreja, não vão atrás das novidades, leiam Santo Tomás diretamente da Suma teológica, leiam a encíclica Mortalium Animos do papa Pio XI, e as encíclicas Acerbo Nimis e Pascendi de São Pio X. Além disso é importante saber que a história Católica está sendo mentida descaradamente, para isso leiam As 7 Mentiras Sobre a Igreja Católica.

    Mas o mais importante é a encíclica Mortalium Animos. Lembrem-se, na Igreja Católica os papas sempre devem agir em continuidade com todos os outros papas, eles não podem criar novas doutrinas, nenhuma autoridade na Terra pode fazer isso. O magistério da Igreja está acima de qualquer autoridade.

  • Deturpação e politização da fé. Basta notar os padres e bispos que politizam através da teologia da libertação. Uma das coisas mais cafonas e patéticas é padre esquerdista, petista ou psolista.

  • Manda esse cardeal vir pisar o solo do nosso chão amazônico e sair do seu principado, despir-se das suas mordomias e descer o chão da história como fez Nosso Senhor. Destruíram a fé na Europa e agora não querem deixar nós mantermos a fé aqui na Amazônia? Heréticos são esses que “tomando a chave do Reino não entram e nem deixam os outros entrarem”.

  • Esse Sínodo da Amazônia é recheado do progressismo que está presente na CNBB, que apoiou o berço do MST, através da pastoral da terra, movimentos eclesiais de base ( meramente eclesiológico, progressista comunista, de forte viés ideológico Lulopetista). Infelizmente aqui no Brasil, assim como em toda America Latina, os influenciadores da teologia da teologia da libertação está infiltrada no sei da igreja católica latina e em especial no Brasil, e seus estragos são sentidos na comunidade católica, na nossa sociedade, e no sei da igreja, em dissonância com a pregação da Igreja Católica Apostólica Romana, realizando no sei da igreja com participação de religiosos, clericos e leigos verdadeiras heresias, não é atoa que Leonardo Bofe, ativista do comunismo Russo, foi excomungado e expulso da igreja. Não é diferente o que está acontecendo com o SÍNODO DA AMAZÔNIA que cada vez mais, com aval da CNBB se afasta cada vez mais da doutrina da Santa Sé, recheada de doutrinas progressistas do plano Globalista Soviético do comunismo, que teve seu desabrochar mais intenso na Revolução Francesa de Napoleão Bonaparte, em contradição com varias insiclicas papais, e da teologia conservadora que condena veemente o Comunismo. O SÍNODO DA AMAZÔNIA travestido de Ecologismos, lutas de classes, teorias psicológicas Freudianas, sócio construtivismos, defendidos pelo hipócrita do Paulo Freire, um naturismo que desfigura a identidade sexual e moral, e o pior pratica uma HERESIA DE VERDADE no próprio seio da Igreja Católica no Brasil e o pio tudo avalizado pela CNBB- Conferencia Nacional dos Bispos do Brasil !!!

  • Maycon, nunca na história da Igreja se ouve em ecumenismo com religiões falsas, leia os Santos padres e doutores antes de comentar coisas que não sabe.

  • Nunca se ouve do verbo ouvir. Nunca foi ouvido na história esses absurdos que estão sendo feitos hoje, a Igreja sempre foi caridosa com a população, você está caindo na pegadinha dos marxistas, acorda.

  • A Igreja sempre teve caridade com os mais pobres, mas nunca praticou essa noção que vem dos racionalistas do século 17 de abolir todo tipo de autoridade, isso é algo que nunca aconteceu na história do mundo, a Igreja é bem dividida em sua hierarquia, e é assim que funcionam as coisas na ordem natural, por acaso Deus deu o mesmo poder para todos os anjos ou tem uma hierarquia angelical? Hierarquia é da própria ordem do cosmos, e vocês esquerdistas precisam aprender isso.

  • Esse Sínodo da Amazônia é recheado do progressismo que está presente na CNBB, que apoiou o berço do MST, a pastoral da terra e movimentos eclesiais de base ( meramente eclesiológico, progressista comunista, de forte viés ideológico comunista, evoluindo para o Lulopetista). Infelizmente aqui no Brasil, assim como em toda America Latina, os influenciadores da teologia da teologia da libertação estão infiltrados no seio da Igreja Católica latina e em especial no Brasil, seus estragos são sentidos na comunidade católica, na nossa sociedade, e no sei da igreja, em dissonância com a pregação da Igreja Católica Apostólica Romana, realizando no seio da igreja com participação de religiosos, clericos e leigos, verdadeiras heresias. Não é atoa que Leonardo Bofe, ativista do comunismo Russo através de sua ideologia nefasta que divide as pessoas, TEOLOGIA DA LIBERTAÇÃO, foi excomungado e expulso da igreja. Hoje não é diferente o que está acontecendo com o SÍNODO DA AMAZÔNIA, que cada vez mais, com aval da CNBB se afasta cada vez mais da doutrina da Santa Sé, com seu viés de esquerda recheada de doutrinas progressistas do plano Globalista Soviético, do comunismo, que teve um dos seus primeiros desabrochar mais intenso na Revolução Francesa de Napoleão Bonaparte, em contradição com varias encíclicas papais, e da teologia conservadora que condena veemente o Comunismo, preservando os ensinamentos transmitidos pela liturgia e tradição da Igreja. O SÍNODO DA AMAZÔNIA travestido de Ecologismos, lutas de classes, teorias psicológicas Freudianas, sócio construtivismos defendidos pelo hipócrita do Paulo Freire, um naturismo que desfigura a identidade sexual e moral da sociedade, e o pior pratica uma HERESIA DE VERDADE no próprio seio da Igreja Católica no Brasil, tudo avalizado pela CNBB- Conferencia Nacional dos Bispos do Brasil !!!

  • Eu, familiares e amigos – vamos para as manifestações no dia 30/06 – amanhã! Defendemos a reforma da previdência do Paulo Guedes e aprovação do pacote anticrime do Moro!

  • Salve o papa! Misericordioso, tolerante, humilde e sábio. Todos nós católicos sabemos os interesses que nortearam a Igreja no passado e que a levou a prática de horrores. Afinal um Papa corajoso para resgatar os ensinamentos de Jesus Cristo! Vida longa ao Papa Francisco!

  • É um documento preocupante. E o pior é que estão desconversando como se ali não tivesse nada demais.

  • Gente, vocês sabem a sua história mesmo? Parece que mesmo nessa revista conservadora os revolucionários aparecem aplaudindo. Voces foram endoutrinados por marxistas que querem acabar com as noções de hierarquia, uma verdadeira quiméra! Impossível, fora da ordem da natureza do universo. Acordem voces que aplaudem esses absurdo.

  • Reaprendam a sua história e parem de querer dar comentário no que não fazem idéia. Recomendado a leitura: 7 Mentiras Sobre a Igreja Católica. Só para começar. Vocês foram endoutrinados e ficam querendo comentar o que não sabem nada, são revolucionários que não descobriram ainda que são. Quando descobrirem que o que voces estão fazendo sempre foi oposto da mentalidade da Igreja peçam perdão a Deus.

  • Outro livro importante para os que acham que a inquisição foi algo horrível, que a Igreja era horrorosa, que a Idade Média era a idade das trevas, vocês não fazem idéia do quanto são mentidos. Leiam: Como Igreja Católica Construiu a Civilização Ocidental de Thomas Woods. Certos comentários aqui são realmente lamentáveis.

  • A fé Católica é imutável, podem escrever o que quiserem, a fé sempre será uma. Esses bispos marxistas não podem fazer nada, só enganar os ignorantes.

  • É lamentável o que é o Bergólio e o que se tornou a ordem de Santo Inácio de Loyola. O Papa Francisco É A NOVA CARA DA TEOLOGIA DA LIBERTAÇÃO. A resposta do CVII está dada. Aqui no Brasil nós temos o Braço direito da TL que é nada menos que a CNBB. A ordem dos bispos NUNCA teve a intenção de cuidar do magistério da Igreja, nunca se preocupou em catequisar os fiéis. A prova disso é que mais de 90% de católicos desconhece por completo o catecismo da Igreja, inclusive nos próprios seminários e conventos. É um muito lamentável!

  • Que falta faz Sebastião José de Carvalho e Mello, mais conhecido como marquês de Pombal. Sinto saudade e falta dele!

  • O Cardeal Burke e D Athanasius Schneider divulgaram hoje, saiu ontem, no National Catholic Register – texto de 8 págs., pedindo a Deus que não permita que as heresias do Instrumentum laboris preparatório do Sínodo da Amazônia não perverta a mais a Igreja Católica nos pontos principais; mais que provado ser Sínodo da Amazônia é repleto de heresias e que o Papa Francisco rejeite esses erros;
    Pedem 40 dias de cruzada em orações contra essas heresias, começando dia 17/09 até dia 26/10, descrevendo 6 heresias do documento preparatório para “debater” a Amazônia:
    a) Panteísmo implícito – documento do Sínodo propaga ideias do tipo Mãe Terra, paganismo indígena e “mantra” do Papa Francisco e nosso padres atuais divulgam e muito;
    b) Superstições pagãs – documento do Sínodo ver Deus se comunicando por meio do “povo”, do “grito da natureza”, da “região Amazônica como lugar teológico especial” e contra “doutrinas petrificadas da Igreja”;
    c) Diálogo intercultural e não evangelização – Documento exclui a evangelização cristã em nome de um diálogo intercultural sem Cristo.
    d) Errônea concepção dos sacramentos da Igreja – Documento sugere um novo tipo de padre que serviriam para as culturas indígenas – como padres casados – além de pedir a ordenação de mulheres. Esses clérigos também fariam os rituais pagãos indígenas;
    e) Ecologia integral – Documento reduz a integridade humana em nome da ecologia. O ser humano perde seu caráter especial como criação divina;
    f) Coletivismo tribal – Documento da Amazônia propõe um coletivismo tribal onde o valor do indivíduo se perde e ambos concluem dizendo:
    “Os erros e heresias teológicos, implícitos e explícitos no Instrumentum Laboris da iminente
    Assembléia Especial do Sínodo dos Bispos para a Pan-Amazônia são uma manifestação alarmante da confusão, erro e divisão que assolam a Igreja em nossos dias.
    Todos devem se informar sobre o assunto e tomar as medidas apropriadas por amor a Cristo e de Sua vida conosco na Igreja. Acima de tudo, todos os membros do Corpo Místico de Cristo, diante de tal ameaça à sua integridade, devem orar e jejuar pelo bem eterno de seus membros que escandalizado é levado a confusão, erro e divisão por este texto para o Sínodo de Bispos.
    Além disso, todo leigo católico, como verdadeiro soldado de Cristo, é chamado a salvaguardar e promover a verdades da fé e da disciplina pela qual essas verdades são honradas na prática, para evitar que a solene assembléia dos Bispos no Sínodo traia a missão do Sínodo, que é “ajudar o Papa com seus conselhos na preservação e crescimento da fé e da moral e na observância e fortalecimento da disciplina eclesiástica ”(cân. 342).”
    6) Eles ainda lembram o beato Cardeal Newman, que será canonizado no dia 13/10 e alertou para os tipos de heresias que o documento do Sínodo propaga, o esquerdismo contrário avesso a uma religião que possa ser verdadeira e honrar ao Senhor Deus verdadeiro, N S Jesus Cristo”.
    Doutro lado, sacerdotes jesuítas pesquisando no Google se o papa Francisco é marxista, concluem, dizendo: “O Papa Francisco não é um “marxista estrito”, é “apenas alguém que acredita profundamente na Teologia da Libertação”-TL, embora saibamos sê-la marxismo dissimulado de fé católica, sutilmente fraudada em laboratorios de engenharia social, patrocinado também pela mafia eclesiástica dentro da Igreja católica, agentes da ONU-NOM – nenhuma diferença dos legítimos comunistas, portanto, com firmeza e constancia combatâmo-lo!
    Eles esqueceram de complementar: sendo da TL, = PCs-PT-PC do B e doutros martelo e foice mundo afora, como o PSUV-Venezuela, PS-França, “Democratas”-EUA, etc., e nenhuma víbora comunista se manifesta o que é para seguir conspirando – sorrateiramente – os Vindice e Nubius séc XXI!
    M’engane, qu’eu gosto… – diz letra de certa música!

  • Um convite ao nobre Cardeal Brandmueller,aproveite a aposentadoria, e venha catequizar e servir na região amazônica, ao invés de ficar tecendo críticas no conforto de seu ócio.

  • A igreja católica é Apostólica, os bispos são os que garantem esta apostolicidade.
    Mas, por expressa vontade de Jesus Cristo, esta apostolicidade só é verdeira na
    comunhão dos apóstolos, que é presidida por “Pedro”. Um bispo que se distancia
    desta comunhão apostólica não é mais o garante da apostolicidade da igreja.
    Quem ataca o Papa rompe a comunhão apostólica e eclesial.

  • Como existem mau intencionados e ignorantes neste espaço, deve ser por conta do Allan, Deus nos livre de gente assim. Vade retro Satanás.

  • Interessante como as pessoas gostam de falarem daquilo que não entendem!
    O Papa Francisco com, toda a Autoridade, tem feito um trabalho profético invejável! No entanto, todo profeta incomoda mesmo, principalmente aqueles que gostam de legitimar as atrocidades e ignorar o dinamismo para dialogar com o mundo. Como pode alguém querer defender a Igreja citando o “documento” intitulado “dubia”? Os que queriam mais poder e uma Igreja voltada pra si mesma e longe do mundo, cada dia mais longe do povo e seus anseios é que assinaram e defendem tal “dubia”! Mas Os que acreditam que Jesus é o “Caminho, a Verdade e a Vida” entendem e caminham com o Papa Franscisco!

Colunistas

Guilherme Galvão VillaniGuilherme Galvão Villani

Mariliense. Gosto pela Administração, Contabilidade e Finanças. Atu...

Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...