BrasilNotícias

Joesley Batista complica a vida de Aécio Neves

Empresário disse que pagava "mensalinho" para o senador

O empresário Joesley Batista, do grupo J&F, disse à Polícia Federal que pagou um “mensalinho” de R$ 50 mil ao tucano Aécio Neves entre julho de 2015 e junho de 2017, atendendo a um pedido do senador.

A defesa do senador disse que Aécio jamais pediu dinheiro para Joesley. De acordo com a nota, Joesley age de “má-fé” e com “desespero” diante do risco de ter o acordo de delação premiada anulado.

No depoimento à Polícia Federal, Joesley Batista relatou que Aécio classificou o pagamento de “muito importante”. O empresário disse ainda que o dinheiro era para custear despesas do senador.

Ainda de acordo com Joesley, mesmo durante o período em que ocorreram os repasses, Aécio entrou em contato para cobrar. O empresário disse que o senador o procurou pedindo para que não deixasse de pagar o ano de 2016.

De acordo com o site G1, o empresário enfatizou que o objetivo era repassar R$ 50 mil mensais a Aécio Neves para manter o bom relacionamento com o senador – que tinha sido candidato à presidência em 2014 e poderia chegar com força política na eleição deste ano, com possibilidade de ocupar o cargo.

Ver mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close