Notícias

Justiça manda soltar Joesley Batista e Ricardo Saud

O juiz Marcus Vinícius Reis Bastos, 12ª Vara da Justiça Federal de Brasília, determinou a soltura dos delatores da Lava Jato, Joesley Batista e Ricardo Saud, do grupo J&F.

Ambos serão libertos, mas terão que entregar o passaporte, não podem deixar o país sem autorização da Justiça e devem comparecer a atos do processo, além de manter seus endereços atualizados.

O magistrado entendeu que há excesso de prazo na prisão o que causa um “constrangimento ilegal”. Batista e Saud são os responsáveis pelas gravações de áudio envolvendo o presidente Michel Temer (MDB), após de fazer um acordo de delação premiada que causou diversas polêmicas.

Eles estavam presos desde 10 de setembro de 2017. Foram detidos após a Procuradoria Geral da República rescindir o acordo de delação premiada por Batista e Saud terem omitido informações em seus depoimentos.

Batista ainda foi alvo de um mandado de prisão por usar informações privilegiadas para lucrar no mercado financeiro.

Tags
Ver mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Close